Municípios em emergência devem relatar suas perdas ao Governo até dia 20 próximo

Publicação: 2019-09-11 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Os 135 municípios potiguares que estão em situação de emergência têm até o dia 20 de setembro para preencher o Formulário de Informação do Desastre (Fide), do Ministério do Desenvolvimento Regional, relatando as perdas na agricultura, pecuária, indústria e comércio em decorrência da estiagem prolongada.

O abastecimento por carro-pipa é uma realidade para municípios que não saíram do colapso
O abastecimento por carro-pipa é uma realidade para municípios que não saíram do colapso

Segundo o coordenador estadual da Defesa Civil, Marcos de Carvalho, o documento é critério para que o Governo Federal faça o reconhecimento da situação de seca e colapso de abastecimento de água nas cidades e, assim, possa liberar recursos. O preenchimento do Fide deve ser feito pelas Coordenadorias Municipais de Defesa Civil (Comdecs). “O município que não enviar as informações será prejudicado e poderá perder programas como o Garantia Safra, Operação Carro Pipa e ficará impedido de fazer refinanciamento de dívidas no Banco do Nordeste”, explica Marcos de Carvalho.

Todos os municípios inseridos no decreto estadual deverão realizar o preenchimento do Fide na Plataforma do Sistema Integrado de Informações de Desastres (S2ID) no site www.s2id.mi.gov.br, até o próximo dia 20, para que a Defesa Civil envie o processo de pedido de reconhecimento federal.

Decreto
A governadora Fátima Bezerra decretou situação de emergência por seca em 135 municípios, por 180 dias, o que representa cerca de 81% das cidades potiguares. O decreto número 29.131 de 8 de setembro, foi publicado na edição desta terça-feira (10) no Diário Oficial do Estado. Dentre os dados técnicos que embasaram o decreto foram considerados a situação de insegurança hídrica no Estado, o impacto socioeconômico dos anos de seca para setor agropecuário do Rio Grande do Norte e dados do Monitor de Secas do Nordeste, da Agência Nacional de Águas (Ana), que foram utilizados para a definição dos municípios a ser contemplados pela decretação da situação de emergência.

Municípios em situação de emergência:
Acari

Assú

Afonso Bezerra

Água Nova

Alexandria

Almino Afonso

Alto dos Rodrigues

Angicos

Antônio Martins

Apodi

Areia Branca

Baraúnas

Barcelona

Bento Fernandes

Bodó

Boa Saúde

Bom Jesus

Caiçara do Norte

Caiçara do Rio do Vento

Caicó

Campo Redondo

Caraúbas

Carnaúba dos Dantas

Carnaubais

Cerro-Corá

Coronel Ezequiel

Campo Grande

Coronel João Pessoa

Cruzeta

Currais Novos

Doutor Severiano

Encanto

Equador

Felipe Guerra

Fernando Pedroza

Florânia

Francisco Dantas

Frutuoso Gomes

Galinhos

Governador Dix-Sept Rosado

Grossos

Guamaré

Ipanguaçu

Ipueira

Itajá

Itaú

Jaçanã

Jandaíra

Janduís

Japi

Jardim de Angicos

Jardim de Piranhas

Jardim do Seridó

João Câmara

João Dias

José da Penha

Jucurutu

Lagoa Nova

Lagoa Salgada

Lagoa d'Anta

Lagoa de Pedras

Lagoa de Velhos

Lajes

Lajes Pintadas

Lucrécia

Luís Gomes

Major Sales

Marcelino Vieira

Martins

Messias Targino

Monte das Gameleiras

Mossoró

Macau

Nova Cruz

Olho d’Água dos Borges

Ouro Branco

Paraná

Paraú

Parazinho

Parelhas

Passa e Fica

Patu

Pau dos Ferros

Pedra Grande

Pedra Preta

Pedro Avelino

Pendências

Pilões

Portalegre

Porto do Mangue

Serra Caiada

Rafael Fernandes

Rafael Godeiro

Riacho da Cruz

Riacho de Santana

Riachuelo

Rodolfo Fernandes

Ruy Barbosa

Santa Cruz

 Santa Maria

 Santana do Matos

 Santana do Seridó

 Santo Antônio

 São Bento do Norte

 São Bento do Trairi

 São Fernando

 São Francisco do Oeste

 São João do Sabugi,

 São José do Campestre

 São José do Seridó

 São Miguel

 São Paulo do Potengi

 São Pedro

 São Rafael

 São Tomé

 São Vicente

 Senador Elói de Souza

 Serra Negra do Norte

 Serra de São Bento

Serra do Mel

 Serrinha dos Pintos

 Serrinha

 Severiano Melo

 Sítio Novo

 Taboleiro Grande

 Tangará

 Tenente Ananias

 Tenente Laurentino Cruz

 Tibau

 Timbaúba dos Batistas

 Triunfo Potiguar

 Umarizal

 Upanema

 Venha-Ver

 Viçosa.





continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários