Natal
Municípios iniciam vacinação em crianças nesta terça-feira (18)
Publicado: 00:00:00 - 18/01/2022 Atualizado: 22:05:17 - 17/01/2022
A campanha de imunização para crianças na faixa etária dos 5 aos 11 anos de idade com comorbidades e deficiência permanente começa nesta terça-feira (18) em grande parte dos municípios da Região Metropolitana de Natal. Em Macaíba, a vacinação tem início às 8h30. Em São Gonçalo do Amarante, que contou com um ato simbólico no sábado (15), a campanha começa oficialmente às 8h. Na capital, as primeiras doses serão ofertadas a partir das 10h, em um shopping. 

Adriano Abreu
Em Natal, a vacinação será realizada nos distritos sanitários, das 08h às 15h. Dose simbólica foi aplicada sábado pelo Governo

Em Natal, a vacinação será realizada nos distritos sanitários, das 08h às 15h. Dose simbólica foi aplicada sábado pelo Governo


De acordo com a Secretaria de Saúde de Natal (SMS/Natal), a cidade contará com 10 pontos de vacinação (dois em cada um dos cinco distritos sanitários), além de pontos localizados nos shoppings Midway Mall e Partage Norte Shopping. No Midway, as crianças poderão receber a dose do imunizante  Pfizer/Comirnaty pediátrica de terça a sábado (das 10h às 21h) e aos domingos, das 15h às 21h. 

No Partage Norte Shopping, na zona Norte da capital, também haverá aplicação do imunizante, de terça a domingo, das 14h às 21h. Além disso, todos os quatro distritos sanitários da cidade vão aplicar a vacina, de segunda a sexta-feira, das 8h às 15h, com uma hora de intervalo para almoço.

Nessa segunda-feira, a Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS/Natal) realizou um treinamento para os profissionais que vão atuar na aplicação do imunizante. A Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS/Natal)  informou que a vacinação começa hoje porque  trabalha somente “com dados oficiais” e que,  após a liberação da nota técnica do Ministério da Saúde “explicando a apresentação, concentração e intervalo” para aplicação das doses é  que a pasta “se organizou para tal”.  A capital recebeu 4.550 doses para  a aplicação em crianças. A estimativa da Sesap é que o Município possua 77.341 crianças entre 5 e 11 anos.

Em Macaíba, na Grande Natal, a abertura da vacinação acontece nesta terça-feira, no Ginásio Poliesportivo Edilson de Albuquerque Bezerra, às 8h30. Nesta quarta-feira, os postos serão ampliados para polos das Unidades Básicas de Saúde (UBS) do Município (UBS Potengi, Cajazeira, Mangabeira, Traíras, Capoeiras, Tapara e Bela Vista). Macaíba tem 10.611 crianças com idades entre 5 e 11 anos, conforme estimativa da Sesap e recebeu 500 doses para imunização infantil.

A vacinação contra a covid-19 em crianças teve início no último sábado (15) no Rio Grande do Norte. Um ato simbólico em São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Natal, com a vacinação de um menino autista de 9 anos, deu o pontapé na  imunização para crianças no Estado. O Município, cuja estimativa da Sesap é de 10.611 crianças dos 5 aos 11 anos,  recebeu  630 doses.

Na segunda, a Secretaria de Saúde da cidade também realizou treinamentos com profissionais que irão atuar na aplicação das doses. A vacinação oficial em São Gonçalo, no entanto, terá início   nesta terça, com pontos de vacinação na zona urbana, nos seguintes locais: UBS Centro, UBS Cidade das Rosas,UBS Mangueirão e UBS do Amarante. Em quase todos esses pontos, o horário de vacinação será das 8h às 12h. A exceção é a  UBS do Amarante, cujo horário de aplicação das doses será  das 8h às 12h e das 13h às 16h.

Na zona rural também haverá imunização nas Unidades Básicas de Saúde (Guanduba, Uruaçu, Serrinha, Maçaranduba, Bela Vista, Poço de Pedra, Barro Duro, Igreja Nova e Guajiru). Todas as unidades irão vacinar das 8h às 12h.

Parnamirim 
Em Parnamirim, na Grande Natal, a imunização das crianças só começa na quarta-feira (19).  A Secretaria Municipal de Saúde do Município (Sesad) informou que recolheu as doses na segunda junto à Regional de Saúde e explicou que analisa os locais onde a vacinação acontecerá. "A gente segue recomendação do Ministério da Saúde, de que não deve misturar a vacinação pediátrica com a vacinação de adultos. Por isso, estamos fazendo essa análise e iremos iniciar a campanha na quarta”, informou a pasta.

“Ainda estamos fechando os pontos [locais de imunização]", informou a pasta. De acordo com estimativas da Sesap, Parnamirim tem 24.002 crianças na faixa dos 5 aos 11 anos. O Município recebeu 1.430 doses do imunizante da Pfizer. 

Em Mossoró, no Oeste potiguar, a imunização começou no sábado e ocorreu durante todo o final de semana. Desde a segunda, a imunização se concentra nos seguintes pontos de vacinação: UBSs Lucas Benjamim, Conchita Ciarline, Luiz Escolástico, Helênio Gurgel, Francisco Nazareno, José Holanda, Antônio Camilo, Maria Soares, Mário Lúcio, Chico Costa e Centro Clínico Evangélico. Os horários de aplicação das doses são das 7h às 11h e 13h às 17h. 

Além destes pontos, outro local que terá aplicação da dose pediátrica será a Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Faern). A vacinação neste local ocorre das 8h às 13h.

Novo lote chega aos estados até quarta
O Ministério da Saúde começou a distribuir a segunda remessa de vacinas contra a covid-19 voltadas para crianças. O lote com 1,2 milhão de doses chegou ontem (16) no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP).

A estimativa do Ministério da Saúde é que esse novo conjunto de doses seja distribuído para estados até  quarta-feira (19). Após a chegada, as doses são encaminhadas para o centro de distribuição do Ministério da Saúde em Guarulhos (SP) e enviados para os estados, que repassam aos municípios.

A primeira remessa, também com 1,2 milhão de doses, chegou ao Brasil na madrugada de quinta-feira (13), no Aeroporto de Campinas. No total, a previsão é que o Brasil recebe 4,3 milhões de doses em janeiro.

O primeiro contrato de aquisição de doses pediátricas junto à farmacêutica Pfizer prevê até 20 milhões de doses até março. A marca é a única que já recebeu autorização para uso de forma emergencial pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Contudo, o ministério pode incluir a coronavac pediátrica. "Uma vez havendo aprovação da Anvisa, o ministério vai analisar o inteiro teor desta aprovação para que essa ou qualquer outra vacina que seja aprovada para qualquer faixa etária seja disponibilizada para população brasileira", disse  o ministro Marcelo Queiroga.

O esquema vacinal será com duas doses, com intervalo de oito semanas entre as aplicações. Segundo o Ministério da Saúde, será preciso que a criança vá se vacinar acompanhada dos pais ou responsáveis ou leve uma autorização por escrito.

A definição e detalhamento dos públicos-alvo são realizados pelas secretarias estaduais e municipais de Saúde. Portanto, os interessados em imunizar suas crianças devem se informar nos sites das secretarias de Saúde das suas cidades.

Sesap diz que vacinação deve ser imediata
Segundo a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap/RN), a orientação é que os municípios iniciem a vacinação imediatamente após o início do recebimento das doses. A pasta recebeu do Ministério da Saúde na sexta-feira (14), 20,9 mil doses do imunizante Pfizer/Comirnaty pediátrica para o início da vacinação em crianças no Estado. A expectativa da Secretaria é de que mais 20,9 mil doses cheguem ao RN na madrugada desta terça-feira (18).

De acordo com a  Secretaria de Estado da Saúde Pública, a intenção é distribuir essas doses aos municípios ainda nesta terça. A pasta calcula que o Rio Grande do Norte tem 335.093 crianças com idades entre 5 e 11 anos. Na manh dessa segunda-feira, a maioria dos municípios ainda não havia começado a campanha. De acordo com o Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS/UFRN), até o final da manhã, apenas sete cidades (Açu, Apodi, Areia Branca, Carnaubais, Janduís, Mossoró e São Gonçalo do Amarante), tinham registros de vacinação em crianças de 5 a 11 anos de idade.

Por enquanto, devem receber o imunizante as crianças de 5 a 11 anos de idade, com comorbidades e deficiência permanente. A Sesap discute se inclui, ainda esta semana, quilombolas e indígenas (dentro dessa faixa etária, no esquema de vacinação atual). Desde o início da chegada do coronavírus ao Estado, há quase dois anos, a covid-19 matou 25 crianças e adolescentes abaixo dos 14 anos, segundo a  Secretaria de Estado da Saúde Pública. 
De acordo com a plataforma LAIS Coronavírus, 15.755 infecções foram registradas em pessoas abaixo dessa faixa etária até a manhã de segunda-feira (17).

Outra situação já deliberada pela Secretaria de Estado da Saúde Pública do RN é a não exigência de comprovante de residência para vacinação das crianças. 

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte