Na boa com a ''zuera'' dos tempos

Publicação: 2018-04-13 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O cantor, compositor e violonista mineiro João Bosco celebra os 70 anos de vida com um disco novo na bagagem: “Mano que zuera” terá show de lançamento em Natal neste domingo, às 20h, no Teatro Riachuelo. Ele já definiu o atual  trabalho como “orgânico”, tendo a voz e o violão como elementos principais – mas não únicos. “Mano” surge na discografia de Bosco após oito anos sem lançar material inédito.

João Bosco apresenta novo show “Mano que Zuera”, no Teatro Riachuelo
João Bosco apresenta novo show “Mano que Zuera”, no Teatro Riachuelo

O músico declarou que oito canções do novo disco estarão no repertório do show. Entre elas, “Duro na queda”, uma retomada de sua clássica parceria com Aldir Blanc; “Pé de vento”, colaboração com Roque Ferreira; “Ultra leve”, parceria com Arnaldo Antunes, e a música título, “Mano que zuera”, com seu humor crítico e astral. “São canções vigorosas de grandes autores brasileiros que considero fonte limpa onde você bebe, sacia a sua sede, e que nunca seca”, declarou.

João Bosco não deixará de fora aquelas que todo mundo gosta de cantar junto, como “Papel machê”, “Quando o amor acontece”, “Jade”, “Memória da pele”, “De frente pro crime”, “Desenho de giz”, “Corsário”, “Mestre sala dos mares”, entre outras. Ao longo da carreira fez parcerias célebres com Vinícius de Morais, Aldir Blanc, Capinam, Waly Salomão, e o próprio filho, o poeta Francisco Bosco.

Serviço:
João Bosco em “Mano Que Zuera”. Domingo, às 20h, no Teatro

Riachuelo. Entrada: R$80 (frisas), R$100 (balcão), R$120 (camarotes), R$140 (plateia B), R$160 (plateia A). 


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários