Informe Publicitário
Na Dinamarca, governadora assinará termo de cooperação em renováveis
Publicado: 00:00:00 - 10/11/2021 Atualizado: 11:23:58 - 11/11/2021
Conteúdo de Responsabilidade do Anunciante
Em Copenhagen, a governadora Fátima Bezerra participa nesta quarta-feira (10) de um encontro na Agência de Energia da Dinamarca. Este é o ponto de partida para uma missão de três dias do Governo do Estado no país nórdico com foco em energias renováveis. Um dos compromissos da agenda é estratégico, já que será assinado um Memorando de Entendimento para Cooperação em renováveis. A programação terá sequência com visitas a gigantes do setor energético daquele país e será finalizada com uma reunião de trabalho na Embaixada do Brasil na Dinamarca, na próxima sexta-feira (12). Parte da comitiva esteve anteriormente na Noruega, liderada pelo secretário de desenvolvimento econômico Jaime Calado.
Divulgação
Fátima Bezerra: vamos trazer investimentos para gerar empregos

Fátima Bezerra: vamos trazer investimentos para gerar empregos


A governadora Fátima Bezerra desembarcou na Dinamarca na tarde dessa terça-feira (9)  e assumiu a dianteira da comitiva do Governo do Estado na Missão Noruega-Dinamarca, formada também pelo secretário Jaime Calado, pelo coordenador de desenvolvimento energético da Sedec, Hugo Fonseca, pelo diretor-presidente do Idema, Leonlene Aguiar e pelo presidente da Caern Roberto Sérgio Linhares, acompanhados do senador da república, Jean Paul Prates, além do pesquisador da UFRN, Mario González.

No último dia 7, ao transferir o comando do Estado para o vice-governador Antenor Roberto, a governadora disse que "a expectativa desta viagem é muito boa. Vamos trazer investimentos para gerar mais empregos para o povo do Rio Grande do Norte”.

A primeira tarefa de Fátima será a assinatura do Memorando de Entendimento Brasil-Dinamarca para Cooperação em Energias Renováveis e armazenamento de energia. O documento visa elevar a troca de conhecimento, experiências, dados e boas práticas relevantes para o desenvolvimento de energia eólica offshore (no mar), geração integrada de energia por fontes renováveis, armazenamento de energia e hidrogênio verde.

A Dinamarca possui experiência em utilização de fontes renováveis na matriz elétrica e vem avançando na utilização de novas tecnologias como a eólica offshore para produção de energia em larga escala. Já o Estado do Rio Grande do Norte tem uma matriz elétrica composta por 87% de fontes renováveis e um potencial ainda não explorado de geração de energia no mar.

O governo da Dinamarca considera o estado potiguar um lugar com potencial considerável para a expansão da geração de energia a partir de fontes renováveis. Atualmente, a capacidade do Estado para geração no mar é estimada em mais de 140 GW (Gigawatts). A cooperação irá fortalecer o diálogo entre os dois países para soluções de transição energética, buscando a segurança no fornecimento e distribuição de energia em todas as suas formas.

A missão na Dinamarca também inclui uma agenda de visitas estratégicas a empresas do setor de renováveis, em uma abordagem proativa de captação de investimentos. Um dos principais pontos positivos é a grande quantidade de empregos gerados na instalação de novos projetos. Outro objetivo do Estado é manter a vanguarda na geração por fontes renováveis, garantir alternativas para promover a descarbonização das matrizes e contribuir com a sustentabilidade do sistema elétrico nacional.

A agenda terá continuidade ainda nesta quarta-feira (10), em uma reunião com a Danske Industri (Federação das Indústrias da Dinamarca). Amanhã (11), a comitiva irá visitar a sede da Vestas, maior fabricante de pás eólicas do mundo, e, em seguida, está programado um encontro com executivos da European Energy, companhia que possui investimentos em energia solar no Brasil. Por fim, na sexta (12), o dia começa com uma visita à Energy Cluster Denmark, entidade que congrega provedores de soluções em energias renováveis, e termina após reunião de trabalho na Embaixada do Brasil, com a participação do embaixador Rodrigo Azeredo. A comitiva retorna ao Brasil no dia seguinte.

No primeiro semestre deste ano, o RN captou R$ 6,56 bilhões em contratos para energias renováveis e caminha para fechar o ano com cerca de R$ 13 bilhões em 2021. Líder nacional em potência instalada (6,0 Gigawatts) em eólica, o RN é o principal gerador e exportador dessa fonte para o Sistema Elétrico Nacional. 

Assecom/Governo do RN
Na sede da Innovation Norway, comitiva conheceu detalhes do Projeto Mendubim da Scatec

Na sede da Innovation Norway, comitiva conheceu detalhes do Projeto Mendubim da Scatec


RN garantiu captação de R$ 1,6 bi em Oslo
O trabalho de captação de investimentos em energias renováveis teve início em Oslo, capital da Noruega. Na sexta-feira (5), a equipe, então comandada por Jaime Calado, fez uma visita à sede da Innovation Norway, agência estatal integrada de inovação, de onde saiu com a notícia de novos investimentos para o RN, da ordem de R$ 1,6 bilhão. O valor é referente ao Projeto Mendubim da empresa Scatec. 

O gestor de projetos da Scatec Axel Holmberg Roar explicou que a empresa irá instalar um projeto de geração solar fotovoltaica no Vale do Açu (RN), com capacidade superior a 530 MW em potência instalada. A construção está prevista para ocorrer entre março de 2022 e julho de 2023, com expectativa de geração de mais de 1.200 empregos diretos e indiretos.

No dia 8, a comitiva chegou à cidade de Egersund. O secretário Jaime Calado fez palestra no Centro de Treinamento em Eólicas, Tecnologias e Inovações Egersund Energy Hub, apresentando os potenciais e diferenciais para investimentos no Rio Grande do Norte. A Energy Innovation AS é uma escola de treinamento, certificação, educação, desenvolvimento de negócios, inovação em eólica e energias verdes. Alguns profissionais da indústria do setor eólico que atuam no Brasil se formaram por lá.

O titular da Sedec destacou que o RN tem os melhores ventos do mundo para geração eólica offshore, com fator de capacidade de até 61%, enquanto a Europa alcança 34%. O secretário falou ainda dos incentivos fiscais do Estado e da capacitação de mão-de-obra especializada, feita pelo Instituto Senai de Inovação (ISI), IFRN, UFRN, e, em breve, pelo Parque Tecnológico Augusto Severo (PAX).

O senador Jean Paul complementou com informações sobre a regulamentação da energia eólica offshore, assunto sobre o qual é autor de projeto no Senado, e, ainda, das medidas pleiteadas junto ao Congresso Nacional e o Governo Federal para dar celeridade ao tema. A missão teve continuidade com uma visita à Universidade de Stavanger (UiS), onde foram estreitados laços para futuras cooperações técnicas. A Universidade é referência em estudos de desenvolvimento de energias renováveis, além de fazer pesquisas na área de saúde e robótica aplicada.

Durante a 26ª Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas de 2021 – COP26, da qual participou por meio de videoconferência no dia 4, a governadora Fátima Bezerra destacou a diversificação da matriz energética do RN e enfatizou a política de atração de investimentos, para o desenvolvimento econômico e social do Estado. 

“Somos líderes em energia eólica onshore, e estamos diversificando mais, através de fontes como solar, eólica offshore e hidrogênio verde. Além da vantagem ambiental que isso proporciona, é também fonte de emprego, educação e renda para nossa população. Isso mostra que não basta ter recursos naturais, é preciso ter uma política que enfrente as desigualdades e promova inclusão. É isso que nosso governo vem fazendo”, disse Fátima.

Assecom/Governo do RN
Secretários de governo falam sobre potencial eólico do RN em visita a Aker Solutions e Equinor

Secretários de governo falam sobre potencial eólico do RN em visita a Aker Solutions e Equinor


Marco regulatório é abordado em reunião
Nesta terça-feira (9), parte do secretariado do governo visitou, em Stavanger, as empresas norueguesas Aker Solutions e Equinor para falar do potencial eólico do Rio Grande do Norte, além dos principais empreendimentos e das empresas que já atuam na região. Também abordado, para troca de experiências, sobre o Marco Regulatório para o setor, que está tramitando no Brasil através de um Projeto de Lei do senador Jean Paul Prates.

A Aker Solutions é uma empresa privada, que trabalha com engenharia e oferece soluções para empresas gerarem energia. Ela presta serviço em várias partes do mundo, inclusive no Brasil. É parceira da Equinor há mais de 40 anos no Mar do Norte. Já a Equinor é uma estatal de petróleo tida como um dos principais players no mercado de produção de energia eólica no mar (offshore). No Brasil, já atua há duas décadas com exploração de petróleo no mar, e estão aproveitando e adaptando essas mesmas tecnologias para as energias renováveis atuais no mar, no caso, as eólicas offshore.

Elas têm foco nas metas dos acordos internacionais de redução de carbono, e almejam até 2050 ter dois terços das energias reduzidas na emissão de carbono. No Brasil, trabalham desde 1996 e possuem mais 2.600 empregados trabalhando nas plataformas de petróleo, estruturas petrolíferas, navios, embarcações e equipamentos.

As reuniões com as duas empresas foram importantes para discutir o desenvolvimento da cadeia produtiva no Rio Grande do Norte, que visa geração de empregos e prospecção de empresas satélites na matriz energética sustentável, não só a eólica, mas também solar, de hidrogênio verde, offshore, enfim, todas as formas de energias renováveis. Um ponto a se destacar é que eles são muito atentos à questão social, à troca de tecnologia, à transição energética.

“Esse mercado não é para demitir as pessoas, elas precisam ser integradas neste novo mercado. Nessa visita aproveitamos para falar da realidade do Rio Grande do Norte, afinal temos o mesmo alinhamento. Destacamos a quantidade de IFRN no estado, da quantidade de mão de obra que temos, temos muitos profissionais do RN sendo contratados no Brasil”, afirma Leon Aguiar, diretor geral do Idema-RN, que esteve presente nas reuniões.

Estiveram presentes nas reuniões o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Jaime Calado; o presidente da CAERN, Roberto Sérgio; e o senador da República, Jean-Paul Prates. Foram acompanhados pelos representantes da Noruega Håkon Ward, Cônsul para Assuntos Comerciais da Noruega no Brasil; e Bruno Leinio, gerente para Setor de Energias Renováveis da Innovation Norway.
Conteúdo de Responsabilidade do Anunciante

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte