“Não são só as lojas de confecção que são nossas concorrentes”

Publicação: 2013-11-08 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Bate-papo

Flávio Alcides, diretor executivo das lojas Rio Center

Como é estar há 76 anos no mercado?


Não tem segredo. É trabalho, amor, amizade e tempo para nossa clientela. Essa é a fórmula do sucesso. Nada complicado. E estar à frente de uma empresa que começou há 76 anos com meus pais é um prazer imensurável.

A história da Rio Center é marcada pelo pioneirismo. Como manter essa característica?

Estamos sempre muito antenados com o que está se passando no mercado. As lojas sempre são repaginadas e modernizadas. O conceito dessa loja agora vai dar um norte a todas as outras. Logo vamos reformar a megastore, que é nova, e a loja do centro, que é a mais antiga. E nada impede que daqui a menos de quatro anos tudo isso não valha mais nada.

Como é competir com multinacionais e grande nomes nacionais?

O mercado é igual. Tanto faz uma pequena loja ou grande multinacional, como a Zara. Cada um tem seu mercado, você tem que procurar se situar no seu nicho e ver o que tem autoridade para vender. Não olhar para o rabo dos outros. Tem que gostar do que faz, ter autoridade e conseguir fazer com que as pessoas sintam que dentro da nossa loja, está sendo prestigiado, bem tratado. Que estão encontrando o que há de melhor, de moda, qualidade e grandes marcas. É como a gente consegue ir escapando. Em termos de concorrência até um surto de gripe é um concorrente. Não são só as lojas de confecção que são nossas concorrentes.

continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários