Número de homicídios durante carnaval reduz em 38,5%

Publicação: 2020-02-28 00:00:00
A+ A-
O número de homicídios durante o Carnaval 2020 no Rio Grande do Norte teve seu menor registro desde 2012. O cenário foi apresentado pelo Governo do Estado nesta quinta-feira (27) e revelou que foram contabilizados 16 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI's) entre as 18h da sexta-feira (21) e as 12h da quarta-feira, 26, contra 26 ocorrências no ano passado - uma diminuição de 38,5%. Também foram expostos números sobre a atuação no combate à violência contra a mulher e fiscalização nas estradas, todos avaliados de forma positiva pela Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) e os chefes de segurança presente na divulgação do balanço.

Créditos: Magnus NascimentoEm coletiva, governadora Fátima Bezerra e o titular da Sesed, Coronel Araújo, apresentaram dadosEm coletiva, governadora Fátima Bezerra e o titular da Sesed, Coronel Araújo, apresentaram dados


A governadora Fátima Bezerra foi à coletiva de imprensa para fazer o anúncio dos números que considerou positivos. Também apontado como fator determinante que “o Carnaval fosse de paz”, como salientou Fátima, a queda no número de veículos roubados também foi celebrada. Segundo o Governo, foram 75 casos neste ano, contra 81 em 2019, o correspondente a uma redução de 7,5%. “Um trabalho feito com foco, planejamento, seriedade e efetividade mostra que é possível conter, se não na totalidade, reduzir muito a violência e criminalidade", afirmou a governadora Fátima Bezerra, que relembrou o custeio das diárias operacionais dos agentes de segurança envolvidos, que superou os R$ 3 milhões.

Ainda na coletiva, a cúpula da Segurança afirmou que foram 33 carros recuperados pelo Comando do Policiamento Metropolitano e Comando de Policiamento do Interior, além de 31 armas recolhidas, 77 pessoas conduzidas e aproximadamente 5 quilos de drogas apreendidas. “O trabalho feito foi integrado com todas as forças de segurança. Estive, ao lado do Coronel Araújo, em várias das ações do interior e Grande Natal e pudemos ver de perto o empenho dos agentes envolvidos na operação", comentou o comandante da Polícia Militar, coronel Alarico Azevedo.

Com relação às rodovias estaduais, foram duas mortes nas RNs que cortam o estado. Ao todo, foram mais de seis mil veículos abordados, resultando em cinco prisões. Já sobre a Lei Seca, foram seis operações, com registros de 56 infrações referente ao uso de bebidas alcoólicas na direção.

Polícia Civil
Outro ponto exposto foi com relação às prisões de homens que praticaram atos de violência ou importunação contra mulheres. Foram 13 prisões em flagrante realizadas pelas Delegacias Especializadas em Atenção às Mulheres (DEAMs) em Natal e Grande Natal, além do estabelecimento de 27 medidas protetivas. Segundo Ana Cláudia Saraiva, delegada geral da Polícia Civil, pelo menos 50% do seu efetivo participou das atividades durante a Operação Carnaval, abrindo mão do seu período de descanso e folga em detrimento do pagamento das Diárias Operacionais.

As delegacias de plantão da corporação receberam os documentos perdidos durante o período carnavalesco. De acordo com a comunicação da Polícia Civil, está sendo feita a triagem desse material para centralização. “Divulgaremos nos próximos dias os locais para que a população de Natal e região metropolitana possa procurar para tentar encontrar seu documento perdido”, declarou a delegada-geral.

Acidentes nas rodovias

Durante o Carnaval, foram registrados 30 acidentes nas rodovias federais do Rio Grande do Norte, número superior aos 10 registrados no mesmo período do ano passado. Os números da Operação Carnaval 2020 foram divulgados nesta quinta-feira, 27, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), que tornou público, também, que não foram registradas vítimas fatais até ontem, quando a operação chegou ao fim.

De acordo com a PRF, durante a operação deste ano, 32 pessoas ficaram feridas nos 30 acidentes, sendo nove de maneira grave. De acordo com a comunicação da corporação, “o mais importante é que não houve registro de morte nos acidentes de trânsito ocorridos nas rodovias federais do RN”.

A PRF lembra que durante o período carnavalesco, a fiscalização e o policiamento nas rodovias federais contou com o incremento de 30% no efetivo. Durante a operação, a Polícia Rodoviária Federal realizou ações educativas com o objetivo de sensibilizar motoristas e passageiros em viagem durante o feriadão, para os cuidados com a segurança do trânsito. Segundo a corporação, um total de 1.075 pessoas foram sensibilizadas através de abordagens educativas.

Em relação às fiscalizações, 8.388 veículos foram checados e  4.621 motoristas submetidos ao teste do etilômetro (bafômetro), dos quais 93 foram autuados. Ainda de acordo com a PRF, também foram registradas 3.176 autuações por infrações diversas, sendo 306 só por ultrapassagens proibidas. 54 pessoas foram presas, sendo sete por embriaguez ao volante, oito por outros crimes de trânsito, uma por tráfico de drogas, uma por porte ilegal de arma de fogo, uma por contrabando, uma por crime ambiental e 35 por outros crimes.