'Nasce uma Estrela' é aposta para o Oscar

Publicação: 2018-10-12 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Luiz Carlos Merten
AE

Crises políticas e econômicas podem estar pipocando em todo o mundo, mas em Hollywood os magnatas do cinema estão rindo à toa. A indústria teve seu maior faturamento do mês de fevereiro em toda a história, graças ao megassucesso de Pantera Negra. Está tendo agora seu melhor outubro em anos, graças ao sucesso da nova versão de Nasce Uma Estrela e de Venom. O segundo estreou no Brasil na semana passada. O filme estreou na quinta-feira.

No papel de Dorothy Parker ‘Em Nasce uma Estrela’, filme que já teve outras três versões, Lady Gaga (com Alan Campbell) já está na aposta para disputar a estatueta do Oscar que nenhuma de suas antecessoras ganhou
No papel de Dorothy Parker ‘Em Nasce uma Estrela’, filme que já teve outras três versões, Lady Gaga (com Alan Campbell) já está na aposta para disputar a estatueta do Oscar que nenhuma de suas antecessoras ganhou

É a quarta versão da história que Dorothy Parker (sim!), Alan Campbell e Robert Carson adaptaram parcialmente de Hollywood, de George Cukor, de 1932, um dos primeiros filmes a abordar os bastidores do cinema. A primeira, de William Wellman, de 1937, tinha Fredric March como o astro decadente que toma garota talentosa - Janet Gaynor - sob sua proteção e, ao sentir que está empatando a carreira dela, resolve sair de cena de forma radical. Em 1954, George Cukor refilmou a história no formato musical, com James Mason e Judy Garland.

É a melhor de todas, mas o próprio Cukor sempre se queixou da remontagem feita à sua revelia pelos produtores. O filme tinha 181 min. no original e foi cortado - "De qualquer jeito", dizia Cukor - para 170 min. e , depois, 154 min. Alguns números, de qualquer maneira, tornaram-se clássicos - The Man That Got Away e Born in a Trunk. Em 1973, Frank Pierson dirigiu Kris Kristofferson e Barbra Streisand, e ela ganhou o Oscar de canção, por Evergreen.

A nova versão assinala a estreia do astro Bradley Cooper na direção. Tem o pé no universo country e faz uma mudança importante - o foco está no astro decadente (o próprio Cooper), mais do que na estrela em ascensão (Lady Gaga, em seu primeiro grande papel).

É filme de Oscar, com certeza, e muita gente já aposta se Gaga vai quebrar a escrita, levando a estatueta que nenhuma de suas antecessoras ganhou.

Sinopse
Cooper (Jackson Maine), uma estrela da música country que está à beira do declínio quando descobre uma talentosa anônima chamada Ally (Germanotta/Lady Gaga). Assim que os dois começam um caso de amor, Jack influencia Ally a ser o centro das atenções, levando-a ao estrelato. Direção Bradley Cooper.




continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários