Natal fica fora de ranking de melhores cidades para negócios

Publicação: 2020-01-14 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A edição 2019 do Estudo Melhores Cidades para Fazer Negócios, elaborado pela Urban Systems, não é favorável ao Rio Grande do Norte. Nenhuma das cidades do Estado com mais de 100 mil habitantes aparece entre as mais atraentes para empresários em busca de novos ambientes para desenvolverem seus negócios. O levantamento leva em consideração quatro pilares – desenvolvimento econômico, desenvolvimento social, infraestrutura e capital humano. Desses, Natal aparece em dois e em posições ruins em comparação com outras capitais nordestinas.

Estudo elenca cidades com maiores potenciais no país. Natal não aparece com bons indicadores
Estudo elenca cidades com maiores potenciais no país. Natal não aparece com bons indicadores

Conforme divulgado pela Urban Systems, “o Ranking das Melhroes Cidades para Fazer Negócios é calculado através da metodologia de análise estatística chamada: IQM – Índice de Qualidade Mercadológica”. Ele tem como objetivo servir como parâmetro para a qualificação de um determinado mercado, sintetizando variedade de informações populacionais, comerciais, urbanísticas, econômicas e infraestruturais. O IQM apresentado considera 317 municípios, do total de 5.570 municípios do país. Essas cidades representam 70% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional, 62% das empresas, 72% dos empregos formais e 57% da população brasileira.

Conforme o ranking, as cinco melhores cidades para se fazer negócios estão no Sudeste brasileiro: São Caetano do Sul, Vitória, São Paulo, Barueri e Santos. Recife, a primeira capital do Nordeste a aparecer na lista, ocupa a posição 27 (queda em relação a 2018 quando ocupaca a 21ª posição). Em seguida aparecem Salvador, Fortaleza, Aracaju, Teresina, João Pessoa e São Luís. A posição de Natal não foi divulgada, pois a lista contempla 100 municípios.

No quesito desenvolvimento econômico, mais uma vez, Natal ficou de fora. Destaque para Barueri, São Caetano do Sul, Indaiatuba, Paulínia e Porto Alegre. A cidade nordestina mais bem posicionada nesse quesito é Camaçari, na Bahia, na posição 61.

No que diz respeito ao desenvolvimento de capital humano, Natal figura entre as 100 cidades, mas com um número ruim. A cidade caiu da 18ª para a 26ª posição de 2018 para 2019. A vizinha João Pessoa subiu do 21º para o 18º lugar. Em relação à infraestrutura, a cidade mais bem estrutura no Nordeste é Recife (8ª posição no ranking). Em segundo lugar, Salvador (18º). Em seguida aparecem Fortaleza (22ª), Maceió (41ª), São Luís (90ª). Natal não configura na lista do 100 mais bem estruturados municípios brasileiros.




continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários