Natal recebe R$ 6,5 milhões para concluir obra de túnel de drenagem

Publicação: 2020-07-10 00:00:00
A+ A-
O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) autorizou o repasse de R$ 6,5 milhões para a Prefeitura do Natal destinados à continuidade das obras de drenagem urbana sustentável no túnel da Arena das Dunas.  

Créditos: Alex RégisObra do macrotúnel de drenagem deveria ter sido entregue em 2014, ano em que Natal sediou quatro jogos da Copa do MundoObra do macrotúnel de drenagem deveria ter sido entregue em 2014, ano em que Natal sediou quatro jogos da Copa do Mundo


No estado potiguar, a cidade de Mossoró (RN) também contará com R$ 382,8 mil para a implantação de sistema de esgotamento sanitário nos bairros Belo Horizonte, Lagoa do Mato, Nova Betânia, Redenção, Santo Antônio e Santa Delmira, além dos conjuntos habitacionais Abolição III e IV.

 A responsabilidade pelas intervenções é dos Estados e municípios contemplados e os pagamentos são realizados de acordo com a execução dos serviços. “Estamos mantendo o aporte em obras importantes e que vão trazer melhores condições de vida à população brasileira. Com esses recursos e a garantia de continuidade dos serviços, também conseguimos assegurar a oferta de empregos nesse momento de pandemia”, ressaltou o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

 Do total de recursos liberados pelo MDR, a  maior parte foi destinada às regiões Nordeste (R$ 15,8 milhões) e Norte (R$ 6,5 milhões), que possuem os índices mais baixos de cobertura dos serviços de água e esgoto. Os valores serão investidos em obras de abastecimento, esgotamento sanitário, manejo de águas pluviais e saneamento integrado, além de estudos e projetos para o setor.

 Em Olinda (PE), o Governo Federal garantiu o aporte de R$ 5 milhões para as obras de retificação e revestimento de trecho do canal Bultrins-Fragoso. Na Bahia, as cidades de Camaçari, Itapetinga e Salvador receberão, somados os repasses, R$ 1,7 milhão para ações de abastecimento de água e projetos na área de resíduos sólidos.

 Já Parauapebas, no Pará, poderá investir R$ 4,81 milhões na elaboração de projetos de engenharia para implantação de sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário na cidade. Mais quatro municípios paraenses – Ananindeua, Belém, Itaituba e Oriximiná – vão receber, ao todo, mais R$ 1,22 milhão. Os recursos serão aplicados em obras, estudos e projetos no setor.