Cookie Consent
Natal
Chuvas em Natal de até 256 mm causam transtornos à população
Publicado: 08:40:00 - 06/03/2022 Atualizado: 09:16:43 - 06/03/2022
A madrugada deste domingo (6) na capital potiguar foi de muita chuva, confirmando a previsão de meteorologistas para o final de semana. De acordo com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), alguns pontos chegaram a registrar o acúmulo de 256 milímetros de chuva em 24h. O fenômeno causou transtornos para a população, como queda de muros e árvores, além da formação de pontos de alagamento em importantes vias da capital.

Reprodução/Twitter
Após o desabamento do muro, as ruas do entorno ficaram tomadas pela lama

Após o desabamento do muro, as ruas do entorno ficaram tomadas pela lama

O maior volume de chuvas foi registrado no bairro da Cidade Alta, na zona Leste de Natal. A forte chuva foi responsável pelo desabamento de uma parte dos muros do colégio Marista. Ninguém ficou ferido, mas a rua ficou coberta por lama. 

Também na zona Leste, mas no bairro da Ribeira, uma árvore foi derrubada após as fortes chuvas. A avenida Duque de Caxias continua liberada para fluxo e a árvore deve ser retirada do local nesta segunda-feira.

Também foram registradas chuvas acima dos 150 milímetros nas estações de Nossa Senhora da Apresentação (190,4 mm), Pajuçara (174,7 mm), Nazaré (157 mm) e Neópolis (133 mm). 

De acordo com a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), o monitoramento registrado no Campus Central da UFRN contabilizou 103 mm de chuvas. O órgão também registrou chuvas maiores de 100 milímetros em Parnamirim (136 mm) e Extremoz (129 mm).

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte