Natal tem 15 pré-candidatos a prefeito

Publicação: 2020-08-02 00:00:00
A+ A-
A praticamente quatro semanas da largada das convenções partidárias para homologações dos nomes de candidatos a prefeito e vereador nos 167 municípios do Rio Grande do Norte, o quadro político indica que pelo menos 45% dos 33 partidos políticos com registros na Justiça Eleitoral do Estado têm pré-candidatos a prefeito de Natal, a começar do PSDB, que tem o prefeito Álvaro Dias como postulante à reeleição no pleito de 15 de novembro.
Créditos: Arquivo TNNatal poderá ter leque vasto de candidaturas à PrefeituraNatal poderá ter leque vasto de candidaturas à Prefeitura

Somente após a oficialização das candidaturas nas convenções que se realizarão entre os dias 31 de agosto e 15 de setembro, os partidos poderão iniciar a campanha e a propaganda eleitoral propriamente dita, mas a maioria dos pré-candidatos declarados ou não a prefeito de Natal, já usa as redes sociais e até entrevistas na mídia tradicional pra falar da plataforma politico-administrativa ou se lançar como eventual candidato majoritário.

O prefeito Álvaro Dias evita falar publicamente em pré-candidatura, mas nos meios políticos é considerado como certo que ele vai concorrer à reeleição. “Esforços agora estão voltados par a administração da cidade e as ações de combate à covid-19”, disse.

Da Assembleia Legislativa, pelo menos seis deputados podem disputar as eleições municipais deste ano, dos quais quatro almejam disputar a prefeitura de Natal - Kelps Lima (SD), Sandro Pimentel (PSOL) e Hermano Morais (PSD) e correndo por fora o deputado Coronel Azevedo (PSC). No segundo maior colégio eleitoral do Estado, Mossoró, os deputados Allyson Bezerra (SD) e Isolda Dantas (PT) já são declaradamente pré-candidatos à sucessão da prefeita Rosalba Ciarlini (PP), que tentará a reeleição.

O deputado Sandro Pimentel confirmou que o PSOL terá candidato próprio à prefeitura de Natal, admitindo que ele é quem deve entrar na disputa pelos 561 mil votos dos natalenses. "Meu nome é o que une o partido e em breve decidirei", resumiu.

Em pré-campanha, o deputado Kelps Lima já decidiu que não vai usar o fundo eleitoral na disputa futura da eleição em Natal. "Da mesma forma que quero baratear as campanhas usando ferramentas de baixo custo, defendo que a Prefeitura siga o mesmo modelo, com uso de tecnologia que aumenta a escala de prestação de serviços ao mesmo tempo que diminui, proporcionalmente, os gastos de custeio", disse ele, no Twitter.

"Por enquanto na condição de pré-candidato a prefeito de Natal", o deputado Hermano Morais confirma, inclusive, que já trabalha na elaboração de um plano de governo, tendo se reunido com alguns colaboradores na quinta-feira (30) pra começar a tratar do assunto.  "Conseguimos montar uma nominata para renovação dos quadros do PSB e da própria Câmara, nossa chapa de vereadores será completa, 44 nomes entre homens e mulheres", informou.

Hermano Morais diz que, no seu entendimento, que a eleição majoritária de Natal "terá um número recordes de candidaturas", o que na sua opinião aponta para uma eleição em dois turnos em Natal.  "Essa é a nossa avaliação", diz ele.

O deputado Coronel Azevedo preside o PSC no Estado e disse que o partido ainda não tem decisão sobre as eleições em Natal: "Poderemos ter candidato, pois temos recebido sugestões neste sentido de apoiadores. Argumentam que em 2018 fui o terceiro mais votado para deputado estadual em Natal, sendo o único candidato sem mandato entre os cinco mais votados na capital em 2018".

Azevedo reforça que "está analisando esta possibilidade", lembrando o respaldo que tem, também, na categoria dos policiais militares, que foram seus comandados no começo da administração do ex-governador Robinson Faria: "Ampliamos o resultado eleitoral do militar mais votado, em 2014 o major Fernandes teve 24 mil votos".

De pretensos pré-candidatos ao pleito majoritário de Natal, apenas um partido, o NOVO, já decidiu que vai disputar a eleição com uma chapa "puro sangue". O advogado Fernando Pinto será o cabeça de chapa, enquanto o professor universitário Fernando Amaral será o futuro companheiro de chapa.

Com o apoio do deputado federal General Girão (PSL) e do PTB, por exemplo, o coronel Hélio Oliveira também anunciou que pretende sair candidato a prefeito de Natal pelo PRTB. Já o PSL que rompeu com uma parte da ala bolsonarista em Natal , deve lançar o delegado de Policia Civil aposentado, Sérgio Leocádio, para disputar o pleito majoritário.

O PT, partido da governadora Fátima Bezerra, definiu neste sábado o nome do pré-candidato a prefeito da capital. O partido escolheu o senador Jean Paul Prates. "O Partido dos Trabalhadores vai apresentar aos eleitores de Natal um projeto para uma cidade moderna e comprometida com a educação, saúde, inclusão e com a recuperação de sua economia no pós-pandemia", garantiu Prates.

Outros pré-candidatos a prefeitos são Freitas Júnior, do REDE; o auditor fiscal Fernando Freitas do PC do B, mesmo partido do vice-governador Antenor Roberto de Medeiros; Professor Carlos Alberto, do Partido Verde (PV), bem como o empresário Afrânio Miranda, do Podemos. Também podem se apresentar como pré-candidatas a servidora pública Rosália Fernandes, do PSTU e a presidente estadual do Avante, Karla Veruska, mas que pode até não disputar o pleito para coordenar a eleição do seu partido em todo o Estado, onde deve ter sete candidatos a prefeito.

Fernando Freitas diz que a sua pré-candidatura está oficializada dentro do PC do B. "Estamos debatendo a cidade, fazendo coletivamente o diagnóstico e elaborando propostas, projetos e programas nas diversas áreas da administração municipal para cuidar mais e melhor de Natal", afirma, para adiantar que "vai qualificar o debate e tentar construir uma frente ampla para reerguer Natal". O pré-candidato comunista diz que vem "utilizando as redes sociais "para comunicar e dialogar com a sociedade", passando vídeos e 'cards' principalmente pelo WhatsApp, além de receber opiniões e sugestões por Instagram e Facebook.

Já Freitas Júnior diz que o REDE anda conversando com outros partidos, do movimento "Janelas pela Democracia", assim, a definição de candidatura só sairá mesmo em agosto. "Estamos também começando uma série de 'lives' sobre a revisão do Plano Diretor de Natal", avisou ele, que levou a primeira 'live' dia 31, tendo como convidado o ativista sociambiental Milton França.

Veja lista de pré-candidatos:

Álvaro Dias (PSDB)
Kelps Lima (Solidariedade)
Hermano Morais (PSB)
Jean-Paul Prates (PT)
Coronel Azevedo (PSC)
Sandro Pimentel (PSOL)
Fernando Pinto (Novo)
Coronel Hélio (PRTB)
Freitas Júnior (Rede)
Carlos Alberto (PV)
Afrânio Miranda (Podemos)
Rosália Fernandes (PSTU)
Karla Veruska (Avante)
Fernando Freiras (PCdoB)
Sérgio Leocádio (PSL)