Natal
Natal vai ganhar 20 mil árvores
Publicado: 00:00:00 - 20/04/2014 Atualizado: 10:14:57 - 19/04/2014
A  Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e a Prefeitura do Natal (PMN), firmaram acordo de cooperação para plantio de 20 mil mudas de árvores em Natal.

Os professores Robério Paulino e Rosângela Gondim criaram o projeto para arborizar a cidade nos moldes de grandes metrópoles, como São Paulo e Nova York, e facilitar o trânsito das pessoas pelas ruas. “Quando as 20 mil árvores estiverem crescidas deverão criar uma grande onda ambiental em Natal, e a imagem, o clima, o meio ambiente e a qualidade de vida das pessoas vão mudar”, analisa o professor.

“Queremos uma Natal com bosques e não com praças transformadas em lixões, como as que temos em vários espaços públicos dessa cidade”, disse Paulino. O argumento do professor Robério sintetiza outro objetivo do “Plante enquanto é tempo”.
Parceria para o projeto de arborização da capital foi firmado semana passada entre a UFRN e a Prefeitura do Natal
Ação saudável
O salão dos grandes atos do Palácio Felipe Camarão ficou pequeno para a quantidade de autoridades, gestores públicos, professores e estudantes universitários e militantes das causas ambientais, que estiveram presentes à assinatura do acordo.

Ao parabenizar a iniciativa dos professores Robério Paulino e Rosângela Gomes, autores do projeto, a reitora declarou que encerrava o dia com uma das ações mais saudáveis para as pessoas, para a cidade e para o planeta.

A reitora Ângela Paiva Cruz se referia ao ato solene que celebrou com a gestão municipal de Natal para fazer “o plantio do futuro dessa cidade”, conforme considerou o prefeito.

Mudança
“Mudaremos o cenário dessa cidade para melhor, senhor prefeito, porque essa é uma ação prática do nosso plano de gestão, que se insere no Programa Estruturante Meio Ambiente, que vai reverter a qualidade de vida da nossa população”, acrescentou Ângela Paiva. Trata-se de uma conquista importante para Natal e para a UFRN, disse ainda a reitora, porque por meio desse projeto vamos semear vidas. É o tipo de política pública que assegura desenvolvimento com saúde e qualidade de vida”, afirmou.

Segundo o prefeito Carlos Eduardo, “a assinatura resgata a história da cidade planejada que já foi um pomar cortado por um rio, mas que sofre, atualmente, com o desenvolvimento urbano acelerado. Resgata porque aqui, na prefeitura, se encontra a sensibilidade para defender o patrimônio ambiental, o crescimento sustentável do povo natalense”.

Leia também