Natal zera primeiro lote de doses contra Influenza

Publicação: 2020-03-26 00:00:00
A+ A-
A excelente participação da comunidade de idosos na campanha de vacinação contra Influenza permitiu a Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS-NATAL) se aproximar, em apenas 3 dias, da primeira meta de vacinar 90% dos 82 mil idosos da capital do Estado. Nesta primeira etapa chegou uma remessa de 71 mil doses e foram distribuídas entre a imunização de idosos e profissionais da saúde.
A campanha fica suspensa até que o Ministério da Saúde envie novo lote. Segundo a assessoria de Cominicação da SMS, não há data certa para  a chegada. 

Créditos: DivulgaçãoCampanha está suspensa por falta de novas dosesCampanha está suspensa por falta de novas doses

“Com isto a Campanha Contra Influenza fica suspensa até o recebimento da segunda remessa de vacinas por parte do Governo Federal. Até lá as pessoas NÃO devem procurar os postos de saúde. Assim que recebermos a nova remessa do Ministério da Saúde faremos o comunicado pelos meios de informação a quem quero agradecer pelo total apoio na divulgação e prestação de serviço nestes três dias”, explicou George Antunes, secretário de saúde de Natal.

A capital ofertou à população, além dos 63 postos de vacinação, uma estrutura com quatro novos pontos, sendo dois deles drive thru (Arena das Dunas e Ginásio Nélio Dias), além dos pontos na Praça Augusto Leite e na sede da Cruz Vermelha, em Ponta Negra.
A vacina de Influenza protege contra vários vírus respiratórios, entre eles o, Influenza A (H1N1), Influenza A (H3N2) e Influenza B que circulam nesse período, em Natal.  A SMS reforça que a vacina de Influenza não combate o Coronavírus (Covid-19). Assim que o Ministério da Saúde enviar as novas doses, as novas datas serão comunicadas a população.

A meta de Natal, de acordo com o Ministério da Saúde é vacinar 90% dos 82 mil idosos com mais de 60 anos da capital do Estado nesta primeira etapa de vacinação, ou seja 73.800 idosos.

Outras duas fases da campanha ainda têm que ser cumpridas este ano:imunização de professores, profissionais das forças de segurança, além de doentes crônicos e de crianças de seis meses a menores de seis anos de idade. Dia D está previsto para 09 de maio.