Natalense é atacado por tubarão em Pernambuco; estado de saúde dele é grave

Publicação: 2018-04-15 22:07:00 | Comentários: 0
A+ A-
Um homem de 34 anos, identificado por Pablo Diego Inácio de Melo, natural de Natal, foi atacado por um tubarão na praia de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, região metropolitana de Recife. O caso aconteceu na tarde deste domingo, por volta das 14h30. Após ser socorrido, ele foi encaminhado de helicóptero ao bloco cirúrgico do Hospital da Restauração (HR) e as informações preliminares dão conta de que o estado dele é grave.

Natalense estava na Praia de Piedade, região metropolitana de Recife.
Natalense estava na Praia de Piedade, região metropolitana de Recife.

As informações da imprensa pernambucana noticiaram que outros dois homens estavam na água junto com Pablo e ajudaram a retirá-lo do mar. Resgatado conscientemente, o natalense tinha lesões nos braços e na perna direita. O jornal Folha de Pernambuco informou que ele precisou ter uma das pernas amputada e que o estado dele é gravíssimo.

O oficial de operações do Grupamento Marítimo (GBmar), capitão Arthur Leone, que participou dos primeiros socorros, disse que o homem estava numa área sinalizada por placas. Além disso, ele estava em um local que a água já atingia a altura de sua cintura, e provavelmente foi mordido primeiro na perna e ao tentar se defender, teria sido mordido nos braços.

Mesmo com as informações iniciais, o presidente do Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões (Cemit), coronel Leodilson Bastos, revelou que o incidente ainda vai passar por análises para entender as reais circunstancias do acontecimento.

Essa foi o primeiro registro de ataques de tubarão em três anos, de acordo com o Cemit. 

De acordo com informações de pessoas próximas a Pablo Diego, a assistência social do hospital onde o natalense está internado já entrou em contato com a família. A reportagem da TRIBUNA DO NORTE tentou entrar em contato com o Hospital da Restauração para atualizar o estado de saúde da vítima, mas nossas ligações não foram atendidas.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários