Natalense é contra protestos durante a Copa

Publicação: 2014-06-01 00:00:00 | Comentários: 6
A+ A-
Um estudo realizado pela Consult Pesquisa em parceira com a TRIBUNA DO NORTE revela que a maioria dos natalenses reprova a realização de manifestações de rua durante o período da Copa do Mundo. De acordo com a pesquisa quantitativa, mais de 55% dos entrevistados discordam de novos protestos parecidos com os que ocorreram no ano passado. Além de não concordar com as manifestações, o levantamento aponta que o natalense não tem ilusão sobre o famigerado “legado da Copa”. Para 53,18% dos consultados, Natal não ficará melhor após a realização do Mundial. Os moradores da zona Norte são os mais desesperançosos.
Júnior SantosGrupos já convocam na internet manifestações para o período da Copa em Natal. Segurança será reforçada durante o mundialGrupos já convocam na internet manifestações para o período da Copa em Natal. Segurança será reforçada durante o mundial

A divulgação da pesquisa ocorre a 11 dias para o início do evento esportivo e 12 dias antes do primeiro jogo na Arena das Dunas. As seleções de México e Camarões entram em campo às 13h da sexta-feira, dia 13, colocando Natal definitivamente no evento.

Para o diretor geral da Consult Pesquisa, Paulo de Tarso Teixeira Ferreira, o número expressivo de pessoas que se colocam contra às manifestações parecidas com as registradas ano passado, bem como a quantidade de favoráveis aos protestos gera uma questão que precisa ser analisada. “Qual o tipo de manifestação que nós queremos? Os números mostram que os moradores querem reivindicar os direitos negados, mas com a condição que a manifestação seja ordeira”, diz.

Protestos
Antes do primeiro jogo, porém, a cidade vai registrar pelo menos uma manifestação popular já marcada através das redes sociais.O coletivo #RevoltaDoBusão promete ocupar as ruas na próxima quinta-feira, dia 5, a partir das 17h. A concentração do protesto – sem pauta de reivindicações divulgada até o momento – será, mais uma vez, ao lado do shopping Via Direta.

Além desta manifestação, outros dois encontros estão agendados. Ambos vão ocorrer após a abertura oficial da Copa, em dias de jogo na Arena das Dunas. Na segunda-feira, dia 16,  sindicalistas, partidários de esquerda e estudantes prometem realizar um ato público contra a Copa. A concentração do evento será às 16h, no cruzamento das avenidas Bernardo Vieira e Salgado Filho. No mesmo dia, às 19h, as seleções de Gana e Estados Unidos jogam em Natal.

Já na quarta-feira, dia 19, o Movimento Passe Livre (MPL) Natal programa um ato para exigir a implantação da tarifa zero, ônibus 24 horas, retorno de algumas linhas e fim da função dupla motorista/cobrador. Não foram informados o horário e local de concentração do protesto. Para este dia, está programada a partida entre Japão e Grécia, às 19h, na Arena das Dunas.

De acordo com comentários já expostos em redes sociais, cenas de vandalismo e violência, a exemplo das que foram  registradas nos protestos do ano passado, devem se repetir nas manifestações populares deste ano. É justamente esse tipo de manifestação que o natalense não compactua. De acordo com a pesquisa da Consult, 55,29% dos entrevistados não apóiam esses protestos. Além destes, 37,88% afirmam que apóiam os protestos, 5,18% são indiferentes e 1,65% não soube responder.

Para tentar controlar as manifestações, o Governo do Estado já anunciou a presença de homens da Força Nacional em Natal, durante a Copa. A Polícia Militar vai atuar no esquema de segurança que engloba ainda a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Federal (PF). Além disso, militares do Exército, Marinha e Aeronáutica também estarão nas ruas da capital potiguar.



continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários

  • rlsldvsl

    Uma das formas de se creditar em pesquisa é divulgando o tipo de pergunta feita e os locais pesquisados, fora isso ela parece totalmente manipuladora, pois a verdade está nas ruas.

  • edilmar-medeiros

    De que adianta protestar agora,era pra o brasileiro protestar quando o Brasil ainda era candidato a sediar,mas como sempre o ditado está certo,O brasileiro só fecha as portas depois que é roubado!O unico protesto que devemos participar é nas urnas esse sim é o verdadeiro protesto,de que adianta agora se a ordem da policia e da força nacional e das forças armadas é baixar o PAU nos vandalos que estão sempre infiltrados naqueles que querem protestar pacificamente. De

  • valtersilva201112

    sou a favor da educação,saúde e segurança!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • marcosasbarbosa

    No seu preâmbulo e Artigo 1.º, a Declaração dos Direitos Humanos proclama inequivocamente os direitos inerentes a todos: ?O desconhecimento e o desprezo dos direitos humanos conduziram a atos de barbárie que revoltaram a consciência da Humanidade e o advento de um mundo em que os seres humanos sejam livres de falar e de crer, libertos do terror e da miséria, foi proclamado como a mais alta inspiração do Homem... Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos.? Precisa dizer mais alguma coisa?

  • dalcinpm

    O legado será o incremento no turismo de médio e longo prazo, Natal será conhecida mundialmente.

  • siqueiracosta

    A consult não acerta nem eleição da OAB