Nivus: SUV compacto

Publicação: 2020-08-02 00:00:00
A+ A-
Para entender mais sobre este processo inovador e outras características do SUV NIVUS, este Caderno de Veículos convidou para uma entrevista, José Loureiro, Gerente Executivo de Desenvolvimento de Veículos Completos da Volkswagen do Brasil, um dos mais competentes executivos do segmento automotivo da América Latina.

Créditos: DivulgaçãoO NIVUS dispensou a utilização de protótipos físicos, o que reduz o tempo de desenvolvimento e o custo, entre outras vantagens. Excelente design.O NIVUS dispensou a utilização de protótipos físicos, o que reduz o tempo de desenvolvimento e o custo, entre outras vantagens. Excelente design.

Segundo Loureiro, o NIVUS é o primeiro carro da Volkswagen do Brasil desenvolvido de maneira 100% virtual. Na fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP), foi construído um Laboratório de Protótipo Virtual, que permite desenvolver veículos do ZERO,  utilizando recursos tecnológicos como realidade virtual e realidade aumentada. Além disso, as simulações matemáticas realizadas pelas áreas de engenharia possibilitam a avaliação prévia do veículo completo. Por conta da altíssima precisão dessas novas ferramentas, não foi necessário construir um protótipo físico sequer do NIVUS, por exemplo. No passado, apenas como uma base de comparação, eram feitos de 30 a 40 protótipos físicos ao longo do desenvolvimento de um veículo novo.

São muitos os benefícios de desenvolver um carro de maneira 100% virtual, como o NIVUS.

A começar pela otimização do desenvolvimento do projeto, tornando o processo muito mais eficaz, reduzindo tempo e custos em comparação aos projetos anteriores. Essa metodologia de trabalho virtual permite analisar a montagem das peças e o espaço livre entre os sistemas. Possibilita também ao engenheiro promover uma imersão virtual no veículo, realizando avaliações de aparência, acessibilidade, funcionalidade e campo visual, através dos vidros e espelhos. Prosseguindo nessa imersão virtual, é possível realizar a avaliação externa do veículo em 3D, verificando os acessos ao porta-malas, às portas, capô e outros. Outro ponto a ser destacado é a quantidade de simulações efetuadas pelos times de engenharia, a qual requer uma coordenação centralizada das atividades. Por meio desses ensaios virtuais, é possível realizar análises estruturais, segurança veicular, sistemas de arrefecimento do motor, aerodinâmica, consumo de combustível, acústica veicular, entre outros.

Como produto, Loureiro diz que o NIVUS herdou uma receita de muito sucesso da família MQB, segue, portanto, uma receita de sucesso, o que garante que ele tenha um 'tempero' próprio. Ele é mais um produto desenvolvido utilizando a Estratégia Modular MQB A0, a mesma de outros veículos da marca, como Polo, Virtus e T?Cross, o que permite adotar o processo produtivo mais moderno do Grupo Volkswagen no mundo. Nessa plataforma, a Volkswagen conseguiu variar o balanço dianteiro, balanço traseiro e o tamanho do entre-eixos, sendo que a única distância padronizada é a do centro do eixo dianteiro até a pedaleira. Um detalhe muito importante da Estratégia Modular MQB A0 é a capacidade de compartilhar itens de tecnologia. Um exemplo que ilustra perfeitamente essa versatilidade é o NIVUS. Ele é equipado com o ACC (Adaptive Cruise Control), recurso presente até então somente em veículos maiores, de segmentos superiores. Por isso, é  Possível dizer que a excelente capacidade do porta-malas é resultado dos benefícios construtivos da plataforma MQB.

Como essa plataforma permite variações de suas dimensões, a VW conseguiu aplicar um balanço traseiro de 856 milímetros no NIVUS, fundamental para que o porta-malas tivesse uma capacidade de 415 litros, uma das maiores entre os modelos compactos, seja hatch ou SUV. A tampa do porta-malas tem trava elétrica - pode ser aberta também por meio de um botão virtual no VW Play - e oferece uma abertura ampla, permitindo o acesso de objetos grandes com muita facilidade. O NIVUS tem ainda 4.266 mm de comprimento, 1.757 mm de largura, 1.493 mm de altura e 2.566 mm de distância entre-eixos.

No que tange ao conjunto de motor e transmissão, o NIVUS, 2o- esclareceu José Loureiro, chega sempre equipado com o consagrado motor 200 TSI de três cilindros, Total Flex, turbo alimentado e com injeção direta de combustível, que desenvolve até 128 cavalos de potência máxima a 5.500 rpm e um excelente torque de 20,4 kgfm, a partir de 2.000 rpm, quando abastecido com álcool. A transmissão é automática de seis marchas AQ250, com possibilidade de trocas pelas aletas atrás da volante (Shift Paddle). A Volkswagen, no entanto, trabalhou para entregar uma personalidade própria ao NIVUS. Para tanto, desenvolveu uma nova aplicação, tanto na ECU (Unidade de Controle do Motor) quanto na TCU (Transmissão), que agora oferece trocas mais rápidas e suaves. O ganho em conforto também é perceptível nas condições de trânsito e saídas de semáforo.

Vale salientar, que o NIVUS alia alto desempenho e baixo consumo de combustível. Tem excelente performance. Com esse conjunto motopropulsor são necessários apenas 10 segundos para o modelo ir de 0 a 100 km/h (álcool), enquanto os demais SUVs de entrada levam pelo menos 1,5 segundo a mais.  A velocidade máxima é de 189 km/h, um número realmente fantástico! Com relação ao consumo, os dados ficaram em 10,7 km/l no perímetro urbano e 13,2 km/l no rodoviário, quando abastecido com gasolina. Nesse ponto, o que realmente chama a atenção no NIVUS é sua autonomia. Excelente! Com um tanque de 52 litros de capacidade, ele roda na cidade 556 km e na estrada 686 km. "Eu costumo dizer que autonomia é sinônimo de liberdade, ainda mais levando em consideração as dimensões continentais do nosso País". Afirma o executivo da VW.

O conjunto de suspensão do NIVUS também recebeu ajuste específico. Os técnicos da Volkswagen desenvolveram um "tuning" exclusivo, atendendo às necessidades específicas do modelo. Importante lembrar, que esse SUV compacto é 27,5 mm mais alto que o Polo, sendo 17,5 mm por conta do conjunto roda e pneu, da família 665 (mm). Os outros 10 mm vêm do conjunto mola e amortecedor.