Cookie Consent
Alex Medeiros
No horizonte da poesia II
Publicado: 00:01:00 - 11/05/2022 Atualizado: 21:00:18 - 10/05/2022
Alex Medeiros
alexmedeiros1959@gmail.com

No mundo analógico e anacrônico dos anos 1980, eu e Jorge Banda chegamos na estação rodoviária de Beagá com minutos de diferença da chegada de duas amigas universitárias de Piracicaba. Numa época de parca tecnologia, funcionou o combinado nas palavras via DDD, quando acertei com uma delas, então minha namorada, os horários dos ônibus partindo do RN e de SP com destino a MG, o primeiro largando daqui como o coelho, com dois dias antes.

Divulgação


Depois de muitos rolés para reconhecer o terreno urbano da capital mineira e adjacências, ciceroneados por Graco Medeiros, fizemos sem ele a primeira incursão ao centro na busca do provável endereço do poeta Marcelo Dolabela.

Na verdade, deram-me a dica da Galeria do Rock, um point cultural da cidade, onde o poeta poderia ser encontrado em algum lugar dos seus três andares de salas e lojas. Não o encontrei, mas consegui um número de telefone. E liguei.

Marcelo, então prestes a completar 25 anos, gostou de saber que sua produção poética era conhecida na esquina do continente. Riu da alusão que fiz de Natal com uma esquina famosa que fez sua cidade importante na MPB.

Prometeu me encontrar no dia seguinte na Praça Sete, onde eu já tinha ido duas vezes com Jorginho, Graco e as duas garotas paulistas. Disse-lhe que eu tinha cabelos longos, barba e estaria de calça cáqui e chapéu cinza de feltro.

A praça era um vulcão cultural, jovens artistas urbanos produzindo e ofertando aos passantes seus talentos ainda inéditos na indústria cultural. Meu irmão me apresentou um poeta maranhense que parecia versão do beat Gregory Corso.

Desgarrado da parte de cima do mapa, autodidata, Isaías do Maranhão vendia seu livro “200 kg de Miséria” fazendo recitais em ritmo de oração e às vezes de ato público. Mais velho que a média da praça, ouriçava a gurizada alternativa.

Graco ficou seu chegado quando andou por lá exibindo o seu livro “Poemas do Céu da Boca na Boca da Noite Suja”, lançado em Natal naquele 1982. Havia também Élcio (o Poeta das Ruas) e Franklin Machado, apenas “O Nordestino”.

A conversa com Marcelo Dolabela foi especificamente fazer um convite para que viesse no fim do ano para o nosso Festival de Artes, um desejo de Venâncio Pinheiro e Jota Medeiros, dois que já conheciam o seu primeiro livro.

Em 1980 ele lançou “Coração Malasarte”, após iniciar militância literária aos 20 anos na revista “Cemflores” criada em 1977. Um ano depois do livro, em 1981, já era citado por Glauco Mattoso como referência nacional da poesia marginal.

O filósofo italiano Giorgio Agamben, que soube ver e ler o período mágico do século XX, disse que “contemporâneo é aquele que mantém o olhar fixo no seu tempo, para nele perceber não as luzes, mas a escuridão”. Marcelo foi isso.

Produto das poesias concreta e marginal, usou sua verve para romper limites literários e comportamentais, insuflar e conduzir sua geração para realizar o mais importante momento da poesia mineira e brasileira naqueles anos 1980.

Escreveu e descreveu: “O poeta tem no sangue / a sífilis de sua geração, / e não há fuga, nenhuma paixão / que o tirará deste mangue. Sempre irá no seu galope / este castigo infeliz: Se curar-se dessa sífilis / só fabricará xarope”.

Na tarde em que o conheci, vi outras duas figuras que o tempo trataria de burilar e valorizar seus talentos para se tornarem no futuro grandes referências da literatura mineira: Sergio Fantini, de 21 anos, e Maria Esther Maciel, de 19.

E se a Praça Sete era um vulcão queimando os dias para gerar o carvão da história, as adjacências com seus botecos completavam um cinturão de fogo onde fervia a arte geral, com poetas, músicos, atores, pintores, um trem só.

E tinha o inferninho, como disse Graco, na Rua Rio Grande do Norte (valhei-me São Jorge Banda), com uma fornalha sempre acesa no bar Strikinina, com direito a rock ‘n’ roll, blues, trupes de músicos e meninas fazendo strip-tease.
Amanhã, a terceira parte desse horizonte de eventos nas Minas Gerais.

Fake news 
As duas maiores mentiras dos últimos dias não foram criação das redes. As falsas notícias sobre presença de um agente da CIA no Planalto e do pedido de afastamento de um general do TSE foram obra da grande e velha imprensa.

Redes 
Dirigentes de partidos com espectros ideológicos distintos começam a perceber a importância das redes sociais na campanha eleitoral e o equívoco em dar peso ao horário gratuito de TV e às concentrações de ruas como antigamente.

Nominata 
A candidatura de Rafael Motta ao Senado mexe consideravelmente com os cálculos dos votos para deputado federal no PSB, que já pensa em um terceiro nome para juntar-se a Henrique Alves e a Janeayre Souto: Thabatta Pimenta.

De Ciro 
“Lula e o PT têm moral pra falar de corrupção de Bolsonaro ou da performance do Judiciário brasileiro? Não caia nesse papo de que é assim que as coisas são. Eu jamais aceitaria ser presidente para ser testa de ferro de ladrão”.

Mulheres 
No próximo dia 18 acontecerá o “Encontro de Gestão para Mulheres” nas dependências do Restaurante Nemesio, a partir das 18h, com as palestras da delegada Sheila Freitas e da neuropsiquiatra Amarilis de Oliveira. 

Ciência 
Expectativa mundial para o dia de amanhã, quando cientistas do Event Horizon Telescope anunciarão uma descoberta histórica do Observatório Europeu do Sul, situado no Chile. Tudo indica que é sobre o mistério dos buracos negros.

Quadrinhos 
Na edição 40 do evento Comic Barcelona, um dos maiores da Europa dedicados aos quadrinhos, que retornou após a pandemia, registrou nos seus três dias a presença de 110 mil visitantes, entre usuários e autores do setor.

Bola ao vivo 
Hoje tem Leeds x Chelsea, Wolverhampton x Manchester City, Juventus x Inter, Nice x Saint-Etienne, Bragantino x Atlético MG, Juazeirense x Palmeiras, Flamengo x Altos, Corinthians x Portuguesa RJ, Vila Nova x Fluminense.

Os artigos publicados com assinatura não traduzem, necessariamente, a opinião da TRIBUNA DO NORTE, sendo de responsabilidade total do autor.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte