No Minas Trend, a previsão é de aquecimento nas vendas para outono/inverno

Publicação: 2017-10-08 14:12:00 | Comentários: 0
A+ A-
Por George Azevedo
Especial para o Viver

Se o ano de 2017 não foi o esperado para o comércio de moda, o próximo promete ser animador para os empresários do meio. O evento que foi encerrado na última sexta-feira (06) contou com 220 expositores, e uma participação de 7 mil visitantes, aí incluindo quase 4 mil compradores. 

Para Marcos Silva, da Bob Store, que aprovou o resultado desta edição onde a empresa apresentou seu novo conceito de moda. “Passamos por uma nova era, com novos estilistas, e esta participação foi a primeira com este novo perfil de marca. O Minas Trend é uma boa referência para expor nossos produtos. É uma excelente vitrine” afirma.
Sophie Charlotte, estrela da marca, desfila o outono/inverno da Bobstore
Sophie Charlotte, estrela da marca, desfila o outono/inverno da Bobstore. Foto: Fotosite

No segundo dia, o evento começou com desfile da Bobstore, que marcou pela a aparição da atriz Sophie Charlotte. Com modelagem reformulada para destacar a silhueta, a marca trás uma nova cara para o inverno. Com looks em alfaiataria de diferente shapes e texturas, com recortes e amarrações. Os tons escolhidos pela a marca foi, o bege, o cinza, o mostarda, o verde e o vermelho. 

Logo após, quebrando todas as expectativas de um inverno escuro e sóbrio, subiu pela primeira vez as passarelas do Minas Trend, a Led, marca nova, que começa a ganhar espaço e gerar expectativas no mercado, para quem não conhece, a Led, é fruto do Ready To Go, assim como a Mollet. Na passarela, macacões, vestidos, croppeds e chapéus ganhar um ar hipercalórico e animado, tudo sem gênero.
Arlequins, Colombinas e Pierrots inspira a Chocker na sua coleção de inverno
Tem até t-shirt com a frase: “BICHA PWR”. Tudo sem estereótipos e barreiras para a moda. Ronaldo Silvestre, nome já conhecido no Dragão Fashion e agora no Minas Trend, é também um dos destaques do 2° dia de Minas Trend, aparece com uma coleção marcada por o desenvolvimento sustentável, transformação social e empoderamento feminino. Com peças femininas que trazem o trabalho manual, Ronaldo traz o jeans, a seda artesanal e o tule em uma forma de texturas, tudo produzido por rendeiras em Itabira. 
Contemporaneidade na coleção da Anne Est Folle
Teve também a estreia da Chocker, marca que se inspirou no universo dos Arlequins, Colombinas e Pierrots, com uma releitura de clássicos da moda. Anne Est Folle, marca ja conhecida no calendário mineiro, olha para a contemporaneidade, com modelagem oversized e estampas que caminham entre a arte a arquitetura. A última a se apresentar foi a grife Manzan, de Letícia Manzan, que trouxe as passarelas a modelo Renata Kuerten, que desfilou a coleção da grife que se inspirou na Tailândia para a moda invernal, nessa, o jeans, o linho e o paetê aparecem com o perfume oriental. Claro, sem perder o glamour da marca.

(*) o colunista viajou a convite do Minas Trend


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários