Norte Shopping adia inauguração de cinema

Publicação: 2010-11-09 00:00:00 | Comentários: 1
A+ A-
As salas de cinema do Norte Shopping, que estavam previstas para o segundo semestre deste ano, deverão sair só em 2011. O adiamento foi confirmado ontem pelo shopping. “Tivemos que priorizar a agência do Banco do Brasil para garantir fluxo necessário de segunda a quarta e o deck (da praça de alimentação, que deverá ser inaugurado em dezembro) para ampliar a praça de alimentação nos fins de semana”, informou a gerência de marketing, em nota. A expectativa é que no início do próximo ano seja feito um novo cronograma de investimentos para o empreendimento. As salas de cinema serão operadas pela Moviecom, mesma rede responsável pelas salas do Praia Shopping. Para o Norte Shopping estão previstas cinco salas com capacidade para 1.050 pessoas.

Primeiro shopping construído na Zona Norte de Natal, o Norte Shopping inaugurou em dezembro de 2007 com uma área bruta locável, ABL, de 22 mil m², e hoje apresenta 90% dessa ABL locada. O empreendimento gera 2.100 empregos diretos e prevê a contratação de aproximadamente 210 empregados temporários para o final do ano. O tráfego médio de visitantes janeiro a setembro de 2010 foi de 600 mil pessoas ao mês, sendo 25 mil nos finais de semana e 17 mil nos dias normais, o que representa um crescimento de 32% em relação a 2009. De janeiro a setembro, foi registrado um crescimento de 37% nas vendas sobre o mesmo período de 2009, com um crescimento previsto de 35 a 40% no mês de dezembro. Os números também foram divulgados ontem.

De acordo com informações do empreendimento, nos últimos três anos houve um crescimento populacional de 1,6% ao ano na Zona Norte de Natal (contra 1,43% da cidade), onde predominam as classes B, C e D. Hoje, a região apresenta cerca de 364 mil habitantes em 90 mil residências e 80% dessa população possui casa própria com uma renda média de R$ 1.940,00 por família. Além disso, a região conta com uma renda extra vinda de uma população flutuante, pessoas que passam o dia, mas não residem na Zona Norte.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários

  • thiagosdarocha

    Lamento a decisão de deixar o cinema para último caso, seria um impacto positivo enorme no shopping com um cinema, principalmente da rede Moviecom que tem um ótimo custo-benefício. Quem sofreria o baque seria o Midway/Cinemark pois quase metade de sua clientela ficaria no Norte Shopping.