Nova fase da TV Brasil começa dia 6 com mais jornalismo

Publicação: 2017-03-03 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A partir da próxima segunda-feira (6), a TV Brasil, que completa uma década neste ano, entra em uma nova fase. A emissora pública da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) apresenta uma programação mais diversificada, com temáticas especiais para cada dia da semana, novos programas e mais espaço para o jornalismo ao vivo.
DivulgaçãoEntre as novidades, TV estreia programas de economia com PiottoEntre as novidades, TV estreia programas de economia com Piotto

“Vamos apresentar um novo modelo de programação que ofereça atrações variadas e de interesse das pessoas”, afirma Caique Novis, superintendente da TV Brasil.

Na nova grade, programas jornalísticos inéditos, comandados por Roseann Kennedy e Adalberto Piotto, se mesclam a atrações consagradas como o Sem Censura e Stadium, que trazem novidades e cenários repaginados. Piotto estreia o jornalístico diário Cenário Econômico; enquanto Roseann conduz seu novo programa de entrevistas, o Conversa com Roseann Kennedy.  No programa de estreia da próxima segunda, Roseann entrevista a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia.

O horário noturno tem novidades. Após a faixa de dramaturgia, sempre às 20h30, a TV exibirá, de segunda a sexta, uma temática especial para cada dia da semana, no horário a partir das 21h30. Na segunda-feira, a emissora apresentará programas de opinião; na terça, de cultura; na quarta, conhecimento; na quinta, realidade; e, na sexta, o assunto é diversidade.

Jornalismo ao vivo
Na nova fase, a TV exibirá jornalismo ao vivo, de segunda a sexta, das 16h30 às 20h30. A faixa começa com o Fique Ligado, que traz notícias de entretenimento, cultura e variedades, apresentado por Gustavo Minari.

Às 18h, a emissora estreia o Cenário Econômico. Comandado por Adalberto Piotto, o programa é uma parceria entre a TV Brasil e a Bolsa de Valores de São Paulo - BM&FBOVESPA e entra direto dos estúdios da bolsa. O noticiário apresentará o dia a dia da economia, seu impacto na vida das pessoas e entrevistas com nomes importantes do ambiente econômico do país.

Nos Corredores do Poder continua no ar às 18h30, com os fatos e bastidores da política apresentados por Roseann Kennedy. Às 19h, é a vez do Stadium. O programa esportivo mais antigo da TV brasileira completa 40 anos, neste ano, e também traz novidades, com novo cenário, novos quadros e, agora, com apresentação em Libras. Completando a faixa de jornalismo diário, entra no ar, das 19h30 às 20h30, o jornalístico Repórter Brasil Noite.

Programação noturna

Uma das inovações da emissora é a organização da grade semanal por temáticas especiais. Depois da faixa de dramaturgia, a partir de 21h30, a TV Brasil oferece programas diferenciados voltados para assuntos específicos.

Às 22h, entra no ar o Diálogo Brasil, com mais entrevistas, o programa discute, a cada semana, assuntos como educação, esporte, saúde, cultura e também política. Em seguida, às 23h, a TV exibe o CPLP – Nossa Língua, que apresenta documentários sobre cultura e sociedade nos países de língua portuguesa.

Na terça, o assunto é cultura. A TV Brasil oferece música, teatro, cinema. “Do samba ao baião, dos palcos às lentes, muito conteúdo e alimento para a alma”, resume Caique, em relação a essa faixa especial, que começa, às 21h30, com o Arte do Artista, com Aderbal Freire. Segue, às 22h, com Samba na Gamboa, apresentado por Diogo Nogueira. E continua com séries, como a atual O Milagre de Santa Luzia, às 23h; e o programa Todas as Bossas, espaço tradicional da emissora para os melhores shows e performances culturais do país, que entra no ar à meia-noite.

Conhecimento é o tema da quarta-feira. Nesse dia, a emissora exibirá programas, em forma de ficção ou documentário, com histórias que emocionam, despertam a curiosidade e enriquecem o conhecimento sobre o mundo. Às 21h30, a TV mantém a transmissão da série infanto-juvenil A Grande Viagem. Às 22h, entra no ar o Futurando, que discute ciência, meio ambiente, tecnologia e projetos inovadores. Às 22h30, oBom Dia Arqueologia recebe pesquisadores, arqueólogos e outros especialistas que apresentam trabalhos sobre as descobertas e os dilemas da arqueologia no Brasil. Em seguida, às 23h, o Cine Nacional, apresentado por Priscila Rangel, destaca a produção nacional, com filmes de várias épocas e gêneros.

A noite de quinta é dedicada à realidade, com reportagens investigativas, de análise e entrevistas que discutem o país e o mundo. A série Incertezas Críticas, que vai ao ar às 21h30, analisa o mundo contemporâneo por meio de entrevistas com intelectuais como Noam Chomsky e Alain Touraine. Às 22h, o programa recordista em premiação da TV Brasil, Caminhos da Reportagem, apresenta grandes histórias com seriedade e sensibilidade.

Às 23h, o Camarote 21, produzido pela Deutsche Welle Brasil, apresenta destaques da cultura contemporânea internacional. E, às 23h30, o programa Café Filosófico discute, em uma série de encontros, os anseios e as angústias dos indivíduos na sociedade atual.

A sexta-feira é o dia de celebrar a tolerância, as diferenças e a diversidade. Às 21h30, o programa Entre Fronteiras traz sempre histórias instigantes de diferenças culturais existentes nos limites do país. Às 22h,Entre o Céu e a Terra mistura ficção e documentário para revelar, por meio da diversidade regional e cultural do Brasil, como as mais diferentes religiões se posicionam sobre temas da humanidade. Em seguida, às 23h, o Estação Plural traz, de forma leve e descontraída, entrevistas e debates sobre comportamento, com temas ligados ao universo LGBT, mas de interesse ou curiosidade geral. À meia-noite, toda a diversidade musical do Brasil é apresentada pelo História das Canções, que traça um panorama sobre a trajetória de ícones da música romântica brasileira.


continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários