Novo Centro de Convenções deve ficar pronto até julho

Publicação: 2018-05-16 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Com 80% das obras concluídas, a nova área do Centro de Convenções de Natal deve ser concluída no final de julho. Iniciadas em 2015, as obras vão dobrar a capacidade do Centro, que atualmente comporta eventos de até 6 mil pessoas. Com a reforma, autoridades e empresários do segmento turístico esperam ampliar o número de eventos em Natal, que já dispõe de 28 mil leitos para acomodar os turistas, colocando a cidade em pé de igualdade para competir com Estados vizinhos, como Ceará e Pernambuco.

Pedreiros fazem a instalação dos condicionadores de ar e acabamentos no salão principal do Centro
Pedreiros fazem a instalação dos condicionadores de ar e acabamentos no salão principal do Centro

O turismo de negócios, impulsionado principalmente pelos eventos e congressos, foi uma das alternativas encontradas por diversas cidades brasileiras para reduzir a ociosidade dos setores que integram a área turística, em especial o segmento hoteleiro. Para o arquiteto da Secretaria de Turismo do Estado (Setur), Carlos Ribeiro Dantas, a capital potiguar terá algumas vantagens, inclusive, em relação à capitais vizinhas.

“Nós temos um diferencial em Natal que é o fato do nosso Centro de Convenções estar localizado em uma área central da cidade, próximo à rede hoteleira, a restaurantes... Em muitas outras cidades, mesmo quando há centros de convenção reformados e modernos, muitas vezes eles são distantes do centro da cidade”, explica o arquiteto, que acompanha a obra desde o princípio.

Na obra, pedreiros realizam a instalação dos condicionadores de ar, e os materiais para os acabamentos finais já estão armazenados no salão principal. A equipe da TRIBUNA DO NORTE visitou a obra na manhã desta terça-feira (15), tanto no pavilhão superior, como no inferior, onde estarão divididas as salas menores para palestras e eventos de menor porte. “Toda estrutura foi pensada de forma a ser o mais funcional possível. Teremos divisórias móveis para adequar o espaço ao tamanho do evento, também colocamos uma cozinha completa e equipada para a organização de coffee-breaks ou coquetéis e todo o material da construção é da melhor qualidade”, afirma Carlos Ribeiro.

Em dezembro do ano passado, a Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur), estimava que, após a reforma, a receita anual do Centro de Convenções de Natal poderia chegar a R$ 5 milhões, R$ 3 milhões a mais que a receita atual. Na ampliação, o investimento é de R$ 35 milhões e a área final para eventos será de 23 mil metros quadrados, 9 mil a mais do existente atualmente. A capacidade será de 12 mil pessoas.

Atualmente, o Estado estuda a possibilidade de passar a administração do Centro de Convenções para um grupo privado após a reforma, como uma maneira de ajustar suas contas. Nacionalmente, observa-se a movimentação de diversos Estados na mesma direção.

Em janeiro deste ano, o Governo do Estado de Salvador publicou o edital de licitação para concessão de uso dos três Centros de Convenções do Estado, nas cidades de Salvador, Ilhéus e Porto Seguro. Em Alagoas, o Estado estuda fazer o mesmo. O tempo das concessões varia entre cada Estado. Em Foz do Iguaçu, que possui um dos maiores centros de convenções do Brasil, com 95 mil metros quadrados, a concessão será de 30 anos. Já na Bahia, será válida por 15 anos.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários