Novo normal no Brasil

Publicação: 2020-07-10 00:00:00
A+ A-
Luiz antônio felipe 
laf@tribunadonorte.com.br

O trabalho em casa, o home office pós-quarentena, pode gerar uma crise no aluguel de imóveis, como salas de escritórios. Apenas em São Paulo, a previsão é de que sejam devolvidos até o final do ano 73,9 mil metros quadrados em imóveis classe A. O novo normal é que cerca de 70% dos brasileiros querem continuar em home office, diz pesquisa da USP. Evitar o trânsito e o risco à saúde durante a pandemia influenciaram na satisfação com o modelo remoto. Por outro lado, recente estudo da Kaspersky sobre o home office destaca a importância da conscientização de segurança em pequenas empresas.

Treinamento
Um dos resultados aponta que apenas quatro em cada dez funcionários brasileiros (44%) de pequenas empresas receberam instruções de segurança para trabalhar remotamente com seus laptops, tablets e smartphones pessoais durante o isolamento social - apesar de mais dados comerciais estarem sendo acessados fora da rede corporativa da empresa.

Recuperação
Há sinais animadores de recuperação da atividade econômica. No Brasil, particularmente, vários estudos apontam para os efeitos positivos do Auxílio emergencial que pode atenuar a queda do PIB em até 4,2 pontos percentuais. Um estudo da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro estima que recursos da ajuda amenizam em dois pontos percentuais o recuo do PIB.

Crédito
Outro sinal positivo vem da busca do consumidor por crédito volta a crescer e registra alta de 13,1% em maio na comparação com abril, revela Serasa Experian. Segundo o Indicador esse foi o primeiro aumento da série mensal após três meses consecutivos de queda. A recuperação foi em todas as faixas de renda  e também nas regiões do país, com 10,4% no  Nordeste.

Cotações
O Ibovespa retorna aos 100 mil pontos, mas caiu no fim dos negócios, com 99.150 pontos, queda de (-061%). O dólar oscilou e fechou a R$ 5,33, queda de -018%. Já o preço do barril de petróleo (spot) recuou -1,30% a US$ 39,56. O mercado foi movido ontem ao avanço da vacina contra o Covid-19 e, ao mesmo tempo, com o aumento de casos nos EUA.

Acesso é maior
Estudo da Confederação Nacional do Comércio (CNC) constata que o acesso ao Programa Emergencial de Suporte a Empregos tem expansão, com a mobilização do Congresso e entidades empresariais garantindo a liberação de R$ 4,1 bilhões em financiamentos, com mais de 100 mil empresas beneficiadas. A expectativa é de crescimento dos valores até agosto. O Banco Central, com dados referentes a 25 de junho, revela que o programa emergencial, voltado para empresas com faturamento entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões, têm mostrado números crescentes após a frustração inicial com o represamento do crédito na rede bancária.

Emprego
Quase quatro milhões de pessoas pediram seguro-desemprego no primeiro semestre no Brasil. Em junho, foram 653.160 solicitações, queda de 32% ante maio. Os pedidos de seguro-desemprego mostraram alta de 28,4% ante igual mês do ano passado. Nos Estados Unidos, os pedidos de auxílio-desemprego seguem elevados com a esperada melhora no mercado de trabalho estancada.

Trigo
O Brasil assume a liderança de maior produtor de soja do mundo, ganhando dos Estados Unidos. No total, o Brasil deverá colher um recorde de 247,4 milhões de toneladas de grãos na safra que se encerra neste ano, 2,5% acima de 2019, no levantamento do IBGE. Precisa aumentar a produção de milho para transformar em álcool automotivo.

Construção
A Barreto Jr. Construções está contratando profissionais e abre processo para estágio e trainee, para quem mora na zona norte ou em Extremoz e tem disponibilidade de horário. As vagas são nas áreas de engenharia civil, técnico de edificação, estagiário e trainee. Interessados encaminhar currículo para: barretojuniorcontrucoes@gmail.com ou deixar na Av. Alcides de Araújo, 1001, Moinhos dos Ventos, Extremoz.

Desvios
As fraudes no auxílio emergencial continuam, com prejuízo de R$ 278 milhões em maio e mais ainda em junho. Os cruzamentos apontam que nada menos do que 305.291 servidores públicos federais, municipais e distritais (DF), em todo o país, foram beneficiados. O auxílio emergencial foi principal fonte de renda dos 93% dos mais pobres.

Crédito
A Agência de Fomento do RN disponibilizará linha de crédito em condições em especiais para as instituições no processo de retomada. O crédito da AGN auxiliará adequação de escolas para retomada de aulas. Os estabelecimentos de ensino particular poderão utilizar financiamento para implementar protocolos e medidas de bioprevenção.