Novo passo para o andar de baixo

Publicação: 2017-10-07 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O ABC desceu mais um degrau rumo ao andar de baixo no Campeonato Brasileiro. A equipe reencontrou o CRB, que vinha de cinco partidas sem vencer, e como no primeiro turno, perdeu para os alagoanos por 1 a 0, com gol de Danilo Pires. A derrota poderia ser pior, mas o goleiro Edson em dia inspirado salvou o time potiguar de uma goleada.

CRB abre vantagem sobre o ABC, com gol de Danilo Pires
Apesar da forte marcação, o CRB, de Chico, conseguiu envolver a equipe do ABC em Maceió e conseguiu a vitória que tanto esperava

Numa partida onde a vitória era o único resultado que interessava aos dois clubes, o CRB como dono da casa, tratou de tomar o controle da situação dentro de campo e pressionou o ABC em busca de abrir vantagem. A equipe alagoana, nos primeiros 15 minutos, forçou o Alvinegro a ficar retraído, mas no entanto não conseguia ser agudo nas jogadas ofensivas, o máximo que fez foi rondar a área deixando o goleiro Edson em alerta.

Só depois de segurar a pressão provocada pelo início forte do adversário, o ABC começou a tentar algumas estocadas de ataque. Numa delas o assistente marcou errado um impedimento do garoto Fessin, que após receber um lançamento de Berguinho iria ficar na cara de Edson Kölln.

Como estava difícil encontrar espaço para as conclusões com a bola rolando, o CRB partiu para o uso de outra arma perigosa: as bolas paradas. E assim surgiu o gol, aos 25 minutos. Danilo Pires que já havia assustado ao subir mais alto que a zaga, num escanteio e cabecear pela linha de fundo, na segunda chance não desperdiçou. Após falta cobrada por Elvis, na lateral da área, o camisa sete subiu e repetiu o cabeceio entre os dois zagueiros abecedistas, mas dessa vez com a direção correta e sem chance de defesa para Edson.

Após isso, o ABC ameaçou uma única vez, quando Fessin tocou para Jean Carlos, que entrou na área, bateu cruzado, mas errou o alvo, na melhor oportunidade dos potiguares nos primeiros 45 minutos. O CRB voltou à condição inicial, de apenas rondar a área dos natalenses, mas sem muita objetividade.

Na segunda etapa o ABC conseguiu equilibrar mais as ações dentro de campo. Como praticamente não ofendia em termos ofensivos, voltou a ter no goleiro Edson um grande destaque. Ele pegou duas cabeçadas: a primeira de Danilo Pires e a outra do zagueiro Adalberto, a queima roupa, salvando o ABC de sofrer o segundo gol.

Depois numa vacilada na formação da linha de impedimento da zaga potiguar, Danilo ficou cara a cara com o goleiro abecedista, que mais uma vez conseguiu salvar.

Berguinho foi novamente o jogador mais lúcido do meio-campo alvinegro. Mas bem marcado e também parado com algumas faltas, a jovem revelação não encontrava com quem jogar na frente. Nixon, que entrou no lugar de Fessin, pouco produziu. Jean Carlos teve algumas oportunidades em bolas erguidas na área, mas não conseguia dar direção a bola no momento das conclusões.

Assim, o CRB subiu a marcação e continuou pressionando atrás do segundo gol. Mas Edson em noite inspirada salvava uma bola atrás da outra, quando foi vencido, contou com auxílio do travessão, numa cabeçada de Neto Baiano. E ficou nisso.

Ficha técnica

CRB (1):
Edson Kölln, Ratinho, Boaventura, Adalberto e Diego; Olívio, Danilo Pires (Pedro Botelho), Tony e Elvis (Tinga); Zé Calos (Neto Baiano) e Chico. Técnico: Mazola Júnior.
ABC (0): Edson, Levy (Erivélton), Tonhão, Filipe e Eltinho (Marquinhos); Danrlei, Djavan, Berguinho e Gegê; Jean Carlos e Fessin (Nixon). Técnico: Itamar Schulle.

Local: Estádio Rei Pelé (AL)
Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA)
Gols: Danilo Pires/CR (25'/1ºT)



continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários