Novo secretário de Segurança promete "caça aos bandidos"

Publicação: 2014-03-14 15:05:00 | Comentários: 4
A+ A-
O novo titular da Secretaria Estadual de Segurança Pública, o general Eliéser Girão Monteiro Filho tomou posse do cargo na manhã desta sexta-feira (14) e prometeu uma “caça imediata aos bandidos”. Ele terá nove meses para viabilizar projetos para a área.

Assumindo a função após um dia de atentados a ônibus e ao secretário adjunto da Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal (Semob), o militar afirmou que esse tipo de ação não será tolerada pelo estado.

Eliéser Monteiro foi nomeado como secretário após a exoneração, a pedido, do ex-titular da pasta, Aldair da Rocha. Em entrevista após a sua saída, Aldair afirmou estar “frustrado” e reclamou da falta de apoio por parte do Governo do Estado.

Antes mesmo de tomar posse, já foi solicitada a presença do general na Assembleia Legislativa para mostrar seu planejamento. O requerimento foi apresentado nessa quinta-feira (13) pela deputada estadual Márcia Maia. “Ele assumiu o cargo tendo conhecimento da crise. Queremos saber que ação efetiva ele irá aplicar. Fiz o convite, espero que ele aceite. Caso contrário, nós o convocaremos”, explicou a parlamentar.

Natural de Fortaleza (CE), o General Monteiro, de 59 anos, que ingressou no Exército Brasileiro em 1973, terá a missão de resolver alguns entraves da pasta. Entre os desafios estão a nomeação de agentes da polícia civil, que inclusive bloqueia recursos do Programa ‘Brasil Mais Seguro’ do Governo Federal, a desestruturação das Delegacias de Polícia do Rio Grande do Norte, a criação da Divisão de Homicídios e o reaparelhamento do Instituto Técnico Científico de Polícia (Itep).

continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários

  • albertosbezerril

    É muita coisa para fazer em tão pouco tempo. Depreende-se que o Gal. Eliéser Girão seja um homem ousado e disposto a enfrentar desafios. Espera-se que ele tenha da governadora o apoio que faltou ao secretário demissionário.

  • luger

    Sem desmerecimento, mas a formação militar não se aplica a realidade de combate a criminalidade urbana, vejo esta intervenção como retrocesso ao processo democrático que tanto prejudicou este país, pena que o PT se transformou em situação e hoje se utiliza de todo recurso que máquina administrativa permite para coibir atos legítimos de reivindicações dos servidores públicos e população. Esta nomeação não impedirá o processo de greve que estar por vir!

  • joaofernandesunp

    espere deitado porque em pe cansa se o outro em três anos não conseguio nada esse vai fazer o que ele faz milagre que papo furado o outro não fez tentou nomear os agentes de policia civil esse vai nomear o que uma tremenda enganação ao povo e quem estiver esperado que esse governo faça nada sobre segurança engana-se completamente e so mais uma mentira dessa governadora que e o pior catrastrasfe desse estado um verdadeiro pesadelo.

  • jbarros

    Não é só caçar bandidos, é preciso prende-los e ter presídio para colocálos. Caso não tenha onde colocar general, é só exigir que os que fazem a defensoria dos direitos humanos passem a adotá-los. Quem defende bandido passa a adotar no mínimo tres. O restante sacode dentro de uma ilha bem deserta e bem distante .