Novos sócios vão assumir controle da TV Ponta Negra

Publicação: 2014-01-28 00:00:00
A+ A-
Os empresários Jorge Pinheiro e Cândido Pinheiro, presidente e vice-presidente do grupo cearense Hapvida, compraram 51% de participação da TV Ponta Negra, afiliada do SBT no Rio Grande do Norte. Jorge e Cândido passarão a integrar, junto com a antiga proprietária Miriam de Sousa, o conselho de administração da emissora, e a comandar as decisões. A negociação, que começou em dezembro, foi fechada na última sexta-feira e confirmada ontem pelo novo superintendente da TV, Fernando Eugênio, ex-diretor comercial da TV Tropical, afiliada da Record no RN, que passou a deter 5% de participação na TV.
Televisão Ponta Negra receberá investimentos imediatos para implantação do sistema digital
Miriam de Sousa, que até então detinha 100% da emissora junto com as filhas, entre elas a ex-prefeita de Natal, Micarla de Sousa, permanece por enquanto com 44% de participação. Segundo Eugênio, existe a possibilidade de o SBT comprar parte da emissora. As negociações estão em curso e deverão chegar a um desfecho já em fevereiro. A equipe de reportagem tentou contato com a assessoria de comunicação do SBT para obter mais detalhes, mas não obteve retorno até o fechamento da edição.

Eugênio não informou por quanto a participação da TV foi vendida, em respeito a uma cláusula de ‘confidencialidade’, mas afirmou que a intenção por trás da aquisição é investir na empresa e aumentar a audiência.

Logo de início os novos controladores investirão R$ 2 milhões na TV em novos equipamentos para que a emissora inicie suas transmissões em sinal digital até abril. Mudanças na empresa não estão descartadas, segundo Eugênio, que foi superintendente da TV Ponta Negra anos atrás e voltou a assumir o comando da emissora. “Vamos analisar toda a estrutura de pessoal e os processos administrativos e operacionais da TV. Tudo será analisado. O que for preciso aprimorar, vamos aprimorar”, afirmou.

Novos quadros deverão ser incluídos e o cenário alterado, como costuma ocorrer todos os anos, quando se aproxima o aniversário da TV. “Está tudo em fase de planejamento”, afirmou Eugênio. Mudanças na equipe de profissionais não foram comentadas. Hoje, a TV conta com 130 funcionários.

O Grupo Ponta Negra de Comunicação chegou a divulgar uma nota no dia 30 de dezembro sobre as negociações. De acordo com Miriam de Sousa, um protocolo de intenções foi assinado na data com a empresa cearense Canadá, para formalização do contrato de aquisição de parte das ações da TV Ponta Negra. Na nota, Miriam esclareceu que a gestão da empresa seria compartilhada entre os dois grupos. “O contrato definitivo deverá ser assinado em janeiro e os dois grupos anunciam, de imediato, além de vários investimentos na programação e operação, a digitalização da transmissão do sinal da emissora ainda no primeiro semestre”.

A TV Ponta Negra é pioneira entre as televisões comerciais no Rio Grande do Norte. Ela começou a operar em 1987, sob o comando do então senador Carlos Alberto de Sousa, que iniciou carreira política nos palanques do MDB  e depois ingressou no PDS, partido que dava sustentação ao regime militar.


Deixe seu comentário!

Comentários