A poesia é celebrada em todos os cantos; Confira programação

Publicação: 2019-03-14 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Yuno Silva
Repórter

Natal foi uma das primeiras capitais do Brasil a festejar o Dia da Poesia no final dos anos 1970, e pelo visto será a única cidade que vai permanecer celebrando a data neste 14 de março – dia definido em 1977 de maneira informal que coincide com o nascimento do poeta baiano Castro Alves (1847-1871). Desde 2015 o Dia Nacional da Poesia passou a coincidir com o aniversário do mineiro Carlos Drummond de Andrade (1902-1987), data oficializada através da lei nº 13.131, mas independente de reverenciar Drummond ou Castro Alves a programação que movimenta a capital potiguar será recheada por saraus, exposições, música, cinema, bate-papo, lançamento de livros, contação de histórias, cortejo, recital e café da manhã coletivo.

Civone e Thiago Medeiros participam de leituras poéticas no final da tarde, no Café Salão
Civone e Thiago Medeiros participam de leituras poéticas no final da tarde, no Café Salão

As atividades – todas gratuitas – se estendem até o próximo dia 22 de março, e se espalham desde o Beco da Lama e Praça Padre João Maria na Cidade Alta, até a UFRN, unidades do Sesc e a feira do bairro de Nova Natal. A TRIBUNA DO NORTE também entra na roda, e traz na edição desta quinta-feira (14) edição especial da folha poética “UNI-VERSO Feminino” com versos de 17 poetisas de várias gerações (página 11).

Hoje, um dos destaques da programação é o lançamento festivo do “Pequeno livro das contravenções”, do poeta, cantor e compositor Romildo Soares. O título, editado pelo jornalista Mario Ivo Cavalcanti, será apresentado ao público às 17h na Praça Padre João Maria.

“Em algum instante do famigerado ano da graça que passou, cruzei na transversal do tempo do Beco da Lama com Romildo Soares. Ele me falou de um livro que estava escrevendo, e já tinha até título inspirado na canção de Paulinho da Viola, 'Por um amor no Recife'. Me mostrou umas páginas e esboços, e eu disse que seu relato oral estava mais vivo, sentido e possuído de vísceras do que ele tinha posto no papel”, anotou Mário Ivo sobre o primeiro contato com o “Pequeno livro das contravenções”.

Romildo Soares vai revelar suas contravenções poéticas em lançamento na praça Padre João Maria
Romildo Soares vai revelar suas contravenções poéticas em lançamento na praça Padre João Maria

Ivo, após “novos encontros e velhos desencontros”, recebeu “um punhado de folhas meio soltas meio coladas” os 20 poemas que recheariam o livro de Romildo. “Uma espécie de lado B do nunca finalizado 'Por um amor no paço, menos direto, mais metafórico e, muito, muito, mas muito mais visceral”.

Sesc investe na poesia
O Serviço Social do Comércio (Sesc) do Rio Grande do Norte também comemora o Dia da Poesia com atividades em Natal, Mossoró e Caicó. A programação, que começou ontem e segue até o dia 22, inclui exposições literárias, bate-papos, batalha poética e sessões de cinema estão entre os destaques. O Sesc decidiu celebrar o Dia Mundial da Poesia, comemorado no dia 21 de março, data instituída pela Unesco em 1999 com o objetivo de estimular a produção poética como forma de arte em todo o mundo.

Falves Silva e o pernambucano Paulo Bruscky se reencontram para falar sobre “Arte Correio”
Falves Silva e o pernambucano Paulo Bruscky se reencontram para falar sobre “Arte Correio” 

Em Natal, a festa acontece nas unidades Cidade Alta e Zona Norte. O grande destaque da programação está agendado para está sexta-feira (15), às 15h, no Sesc Cidade Alrta, com bate-papo sobre “Arte Correio” com o potiguar Falves Silva e o pernambucano Paulo Bruscky – a mediação será do artista visual e professor do Departamento de Artes da UFRN Vicente Vitoriano.

Na ocasião, a galeria de arte do Sesc Cidade Alta recebe a exposição “Pilares vivos”, de Jéssica Bittencourt. As sessões de cinema acontecem de 18 a 21 de março, sempre às 18h30, no auditório da unidade.

Hoje, dia 14 de março, a programação inicia em Mossoró com contação de histórias, recital de música e poesia e bate-papo com os escritores Antônio Francisco, Genildo Costa, Geová Costa e José Ribamar. Já em Caicó, de 18 a 22, acontece a exposição literária de Paulo Leminski; e no dia 20 bate-papo sobre os 15 contos de cordel com o escritor Djalma Mota. Dia 18 na unidade Zona Norte do Sesc, haverá exposição de livros e obras de Newton Navarro na biblioteca da escola.


Riso e rebeldia
Antes, porém, a partir das 10h no Instituto Ágora/UFRN neste Dia da Poseia, será promovida uma 'con-Versa com Prosa' com presença dos autores Antônio Ronaldo, Vitor H. Azevedo, Plínio Sanderson e Tânia Lima. O bate-papo “Poesia, riso rebeldia” será mediado pela escritora Cellina Muniz, pesquisadora e professora do Departamento de Letras da Universidade Federal.

Ainda hoje na Ribeira, logo no início da noite (19h), o Nalva Melo Café Salão comemora o Dia da Poesia com lançamento de livros das editoras Jovens Escribas e Caravela Selo Cultural seguido de conversa com autores. Performer e poeta multimídia, Civone Medeiros protagoniza recital com leitura das “Escrituras Sangradas”; seguida da apresentação de “Cartas para corações selvagens”, com Thiago Medeiros e Michelle Ferret.

Escritora Cellina Muniz comando o Con-Versa com Prosa
Escritora Cellina Muniz comando o 'Con-Versa com Prosa'

Literatura de cordel também é poesia, e das boas: em Santo Antônio do Salto da Onça, distente 70km de Natal, a festa fica por conta do mestre João Gomes Sobrinho, o Xexéu. Do alto de seus 80 anos, ele lança o livro “Cantos da manhã”, a partir das 16h, na quadra poliesportiva Aristófanes Fernandes. Xexéu é reconhecido como o poeta cordelista mais antigo em atividade no RN, e o lançamento contará com presença de poetas, rabequeiros e sanfoneiros.

Semana poética
O Dia da Poesia, comemorado em Natal desde o fim da década de 1970, segue com programação intensa – e gratuita – nessa sexta (15). Uma das celebrações mais tradicionais da cidade será promovida amanhã, a partir das 9h, pela Fundação Capitania das Artes: o café da manhã poético da Funcarte será pontuado por sarau, shows e shows. Na ocasião, também será aberta a exposição “Expo-Poesia” que reúne trabalhos de 31 poetas. Durante todo o dia, estão agendadas atividades para crianças de todas as idades, mais  contação de histórias e recreação infantil.

Já no sábado (16), a partir das 15h, a festa segue no Memorial de Natal, Parque da Cidade em Candelária, com abertura da “Expo-Poesia Levante” que agrega a produção de 12 poetas. Sarau poético, mais show de hip-hop com Carcará e Banda. Tudo gratuito.

















continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários