O amor revisto em “Arremedos”

Publicação: 2017-09-27 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Duas exposições individuais abrem nesta semana em Natal trazendo temas e linguagens diferentes. Na Galeria Sesc Cidade Alta, Natã Ferreira mostra “Arremedos”, instalação pensada especialmente para o lugar. A vernissage acontece nesta quarta-feira (27), a partir das 19h, com performance do artista. Já na Galeria Conviv'Art, na UFRN, Leandro Garcia apresenta sua safra recente de pinturas nas mais variadas técnicas com a exposição “Múltiplos”. A abertura será na quinta-feira (28), a partir das 19h. A duas exposições tem entrada gratuita.

“Arremedos” reúne trabalhos e instalação de Natã Ferreira
“Arremedos” reúne trabalhos e instalação de Natã Ferreira

Paulistano radicado há quatro anos em Natal, o artista visual Natã Ferreira tem visto nos últimos anos o termo amor ser utilizado de modo muito negativo. “As pessoas tem falado de amor no sentido de posse, território, domínio, e se esqueceram  do significado positivo do termo”, conta. Em “Arremedos”, sua nova exposição individual, ele propõe refletir o assunto jogando questionamentos a partir de pontos de vista diversos. Visitação vai até o dia 25 de outubro.

A exposição é uma instalação que ocupa todo o espaço da galeria do Sesc. Segundo o artista, o trabalho convida o público a interagir com os diferentes elementos expostos nos paredes, chão e teto. Dentre os elementos, um dos destaques é o vídeo-performance “O Amante”, que faz referência à obra “Os Amantes”, do belga René Magritte. A performance foi feita na praia de Ponta Negra. Nela o artista enrola sua cabeça com uma linha que está ligada a câmera que filma. Dessa forma ele fica diretamente relacionado ao observador.

Outro dos objetos que compõe a instalação são vodus, elementos da cultura afro haitiana que, na exposição, reforçam a ideia de interação. “Na cultura deles, não se separa o espírito da matéria. Tudo está ligado. Um influencia o outro”, diz Natã, que é formado em Artes Visuais pela UFRN.


“Múltiplos” no NAC
Dez anos depois de sua primeira individual na capital potiguar, o artista visual Leandro Garcia realiza sua segunda exposição solo com “Múltiplos”. Composta por 15 trabalhos, a mostra apresenta as diversas linhas de pintura experimentadas pelo artista. “Ultimamente tenho me dedicado as pinturas. Em “Múltiplos”, estou reunindo algumas obras de cada série que venho produzindo desde 2015. Fiz um recorte de temas e técnicas”, conta Leandro. Dentre os trabalhos há abstratos e figurativos, com destaque para temas biográficos (baseados em fotografias e memórias), retratos e árvores. Uma das obras faz referência ao artista holandês Vincent van Gogh. “Van Gogh é uma grande referência recorrente no meu trabalho, mas me inspiro em artistas de todas as épocas e estilos.

Leandro Garcia expõe temas cotidianos e autobiográficos
Leandro Garcia expõe temas cotidianos e autobiográficos


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários