O Bar propõe extensão da sala de estar

Publicação: 2019-11-29 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Acostumado a receber comensais na própria casa sob reserva, o cozinheiro e projetista Haroldo Varela agora conta com um espaço bem maior para satisfazer variados gostos – e nem precisa reservar. Foi aberto na semana passada o Ô Bar Restaurante, em Ponta Negra, um local amplo, arejado e ambicioso, pensado para receber uma clientela ampla, num ambiente com comida de qualidade e clima despojado. 

No cardápio não faltam iguarias do mar, como a moqueca de peixe e camarão
No cardápio não faltam iguarias do mar, como a moqueca de peixe e camarão

“É um lugar que estimula a convivência. Conseguimos atrair um público que chega para curtir o fim da tarde na casa. É um espaço para a família”, afirma Haroldo, que entende bastante do riscado, já tendo projetado a cozinha de vários restaurantes natalenses. O restaurante nasceu de uma parceria de Haroldo com dois empresários gaúchos, irmãos, que desejavam investir na gastronomia da capital potiguar. 

“É um lugar que estimula a convivência”, conta Haroldo Varela, conhecido por receber clientes sob reserva em na Casa Haroldo
“É um lugar que estimula a convivência”, conta Haroldo Varela, conhecido por receber clientes sob reserva em na Casa Haroldo

O Ô Bar tem espaço para 150 pessoas, ambiente naturalmente arejado, e visual com elementos do rústico contemporâneo, utilizando muita madeira e iluminação confortável. O local espaçoso aproveita a iluminação natural, além de ter uma brinquedoteca de 100 metros quadrados, e varanda. “É um lugar espaçoso e aconchegante. Muitas pessoas se sentem à vontade para ficar aqui”, diz. O restaurante funciona para almoço e jantar, e a cozinha não para. 

A cozinha não para: Com varanda e ambiente interno para 150 pessoas, o restaurante funciona para almoço e jantar
A cozinha não para: Com varanda e ambiente interno para 150 pessoas, o restaurante funciona para almoço e jantar

O cardápio do Bar é enxuto, com comida boa e preços honestos, afirma Haroldo. Há iguarias como a moqueca de peixe e camarão; a panceta (carne suína curada e seca) grelhada na brasa com purê de maçã; carpaccio de carne; vatapá; fritada de siri; carne de sol com queijo coalho; frango com catupiry; pastel de camarão; grelhados tradicionais que levaram uma repaginada, como os camarões internacional e à grega; o filé à parmegiana com queijo gruyere e muçarela. Houve até o “resgate” de um prato antigo, o peixe à delícia (gratinado com banana). 

Grelhados na chapa tradicionais levaram uma repaginada
Grelhados na chapa tradicionais levaram uma repaginada

No rol de sobremesas, o Bar destaca os hits clássicos cartola, pudim, e o queijo coalho com mel de engenho. Semanalmente o restaurante conta com promoções variadas, como as de chopp, que visam mostrar a cara mais descontraída da casa. Haroldo promete para breve mais pratos novos, opções veganas e pratos executivos. O cozinheiro ressalta que também dará um tempo nos seus jantares sob encomenda, pois quer se dedicar à administração do Ô Bar. “Aqui é um lugar hospitaleiro, confortável e descontraído. Como se fosse em casa”, conclui. 

Serviço:
Ô Bar Restaurante. Esquina das avenidas Praia de Ponta Negra com Praia de Pirangi, Ponta Negra. Aberto diariamente das 11h30 às 00h. 



continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários