O Bule leva gastronomia contemporânea a Beira da Lagoa

Publicação: 2019-09-27 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
As degustações com vista para a lagoa estão de volta. O restaurante O Bule, personalíssimo e premiado projeto da chef Sônia Benevides, reabre as portas nesta sexta-feira, após hiato de dois anos nos quais ela se dedicou a estudos e outros trabalhos. A casa às margens da Lagoa do Bonfim, no município de Nísia Floresta, está pronto para voltar à rotina de receber uma clientela ansiosa por saber quais as novas ideias que a chef tem a passar em sua cozinha de confiança. Que comecem as reservas.

Projeto na Lagoa do Bonfim propõe experiência em ambiente bucólico e gastronomia autoral
Projeto na Lagoa do Bonfim propõe experiência em ambiente bucólico e gastronomia autoral

O Bule teve sua primeira fase de 2011 a 2013, retornou em 2017, fechou no ano seguinte, e agora está de volta para nova temporada em 2019. Soninha achou que era o momento. “É um projeto muito pessoal e autoral, que demanda muito tempo e entrega. Eu estava fazendo consultoria para outros restaurantes, e não podia me dedicar ao Bule. Quando me desliguei dos outros, senti que era hora de voltar a ele. Era fundamental para mim recomeçar com tudo, um projeto que me deu tantas alegrias, prêmios e notoriedade”, conta.

O restaurante volta com a mesma proposta. Um menu confiança, no qual o cliente não sabe o que vai comer. “Até pensei em fazer um menu a la carte convencional, mas mudei de ideia. A Lagoa do Bonfim não é um espaço de passantes, onde a pessoa vai por acaso. Quem vem, quer a experiência original do Bule, sair do cotidiano, quer algo diferente. Você não sabe o que vai comer na casa da pessoa quando vai visita-la”, explica. O almoço é servido em quatro etapas, e o jantar em sete etapas.

Terroir
Os anos que estudou e morou entre Portugal e Espanha serviram para fortalecer ainda mais na chef o apreço pelas raízes da gastronomia brasileira e regional. Isso estará bem evidente nos novos cardápios do Bule. “Vou usar bastante os ingredientes locais, mas sempre aplicando técnicas da cozinha contemporânea, que é minha marca”, diz. Sônia ressalta que vai  aproveitar a natureza que a cerca, o elemento fresco que está à mão.

Cardápio de O Bule valoriza ingredientes locais e sustentáveis
Cardápio de O Bule valoriza ingredientes locais e sustentáveis

“Eu tenho um vizinho que cria abelhas, ele me fornece o mel, além de ervas aromáticas. Tem criadores de galinha perto de mim, então compro deles. Eu aproveito o que me cerca, é questão de sustentabilidade e também de qualidade. O melhor amigo do cozinheiro é o fornecedor”, afirma. Aguarde muitas iguarias com mangaba, manga, caju, macaxeira, e outras delícias.

Meio ambiente
Um atrativo a mais do Bule é sua própria localização. Instalado na casa da chef, tem o aspecto de uma chácara aconchegante e elegante. Há mesas embaixo de um cajueiro, onde os comensais podem conversar, comer, e ver as águas plácidas da lagoa. Soninha conta que fez uma pequena reforma na fachada. “Minha primeira formação é de arquiteta, então adoro uma reforminha”, brinca. Houve uma renovada na iluminação. A casa recebe até 12 pessoas, sempre com reserva. “É uma forma de saber também as intolerâncias alimentícias do cliente, caso haja. Acredito no conceito de 'comfort food'. Aqui deve ser acima de tudo confortável em todos os sentidos”, conclui.

Serviço:
O Bule. Lagoa do Bonfim, Nísia

Floresta. Aberto sexta e sábado (almoço e jantar), e domingo (só almoço).

Reservas pelo 99179-1255.






continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários