O futuro da Ford: É "negócio" comprar Ford Ka ou EcoSport com desconto?

Publicação: 2021-01-24 00:00:00
Ao anunciar no dia 11 deste mês o fim da produção de automóveis no Brasil, os "distribuidores" da FORD têm em estoque modelos Ka Hatch e Sedã, além de EcoSport. Será que vale a pena comprá-los na promoção?

Créditos: DivulgaçãoO Utilitário Esportivo Ford Bronco Sport, flagrado em testes no Brasil,  tem tração 4X4 e opção de pneus off-road. Será a grande novidade da nova FORD no BrasilO Utilitário Esportivo Ford Bronco Sport, flagrado em testes no Brasil, tem tração 4X4 e opção de pneus off-road. Será a grande novidade da nova FORD no Brasil

É importante esclarecer que a Ford ainda não ofereceu nenhum desconto de fábrica, algo que é esperado. Segundo a montadora,  "ainda é prematuro falar sobre política de preços".

Em algumas cidades, o Ka é o modelo que tem mais unidades em estoque. Os descontos são maiores que os do EcoSport. 

Vale a pena?
Para descobrir se vale a pena comprar modelos que estão saindo de linha, é preciso se preocupar com dois fatores: manutenção e desvalorização. O 1o- item não será problema, visto que a Ford garante que não abandonará os seus clientes.

Vale esclarecer, a Ford não irá sair do Brasil. Em comunicado, ela afirma que “estará ativamente presente no Brasil com sua rede de distribuidores, oferecendo assistência total ao consumidor com operações de vendas, serviços, peças de reposição e garantia. "Esses são os carros importados que a Ford continuará vendendo no Brasil, como o SUV Territory (modelo bonito, equipado com tecnologia sem precedentes como câmera 360 graus, sistema de estacionamento automático, piloto automático adaptativo e muito mais). Irá importar e vender o SUV “Bronco”, em 2021; “Maverick” e F-150 em 2022.

Sem fábrica no Brasil, a solução será importar. A marca norte-americana vai focar em SUVs e pick-ups, trazidos principalmente do México e Estados Unidos.

Por ora, apenas o jipe Troller, produzido no Ceará, continuará sendo montado por um tempo ainda não definido. Mas a Ford terá lançamentos interessantes, porém todos importados. Com exceção do Mustang, a linha será composta por pick-ups e SUVs.

São carros de alto valor agregado, com rentabilidade superior aos de “volume”. Sem pensar em número de vendas, caberá à Ford tirar o máximo possível de lucro em cada  um deles.

Créditos: DivulgaçãoO Utilitário Esportivo EcoSport, durante um determinado período, foi muito aplaudido no mercado automotivo brasileiro. Vai deixar saudade.O Utilitário Esportivo EcoSport, durante um determinado período, foi muito aplaudido no mercado automotivo brasileiro. Vai deixar saudade.

O que podemos esperar
Bronco Sport
O Bronco Sport tem tração 4X4 e opção de pneus off-road.  O SUV foi o escolhido para inaugurar essa fase entre os novos importados da Ford. Ele é feito sobre a plataforma do Escape e do novo Focus. Mas tem apelo voltado ao fora de estrada.

O motor para o mercado nacional deve ser sempre o 2.0 turbo (245 cv) e a tração integral deve vir em quase todos. Ainda há o 1.5 turbo no exterior. O preço ficará acima dos R$ 240.000,00. O valor não foi definido, contudo será próximo do pedido pelo Escape Hybrid. Mesmo que seja trazido do México.

Escape Hybrid
Esperado para o Brasil, o modelo será importado dos Estados Unidos. Não terá a isenção de impostos de importação que o Bronco Sport. Porém, não deve ser muito diferente do praticado pelo Toyota RAV4 (de R$ 242.000,00 a R$ 267.000,00).

O motor conjuga um 2.5 aspirado a outro elétrico para gerar até 203 cavalos. A tração é dianteira.

Maverick
A pick-up média-pequena está sendo revelada aos poucos na internet e teve até uma foto publicada na linha de produção. O utilitário adota o mesmo princípio de construção monobloco da Fiat Toro, mas será bem maior. O objetivo é garantir domínio.

Há opção de tração 4X4 e motor 2.0 turbo como o do Fusion. A potência chega a 245 cavalos, suficiente para levar uma carga estimada em 1.000 quilos. 

Mas pode ter uma versão mais acessível, a fim de não invadir o mercado da pick-up Ranger. O objetivo é começar abaixo dos R$ 200.000,00. 

Mustang Mach-E
O tradicional Mustang continua vendido no mercado nacional. E receberá a companhia da sua contraparte elétrica, um SUV “verde” que está se mostrando interessante nos primeiros testes. Ainda não há data certa para o Mach-E desembarcar no Brasil. Certamente deve ser até 2022.

Ranger
A pick-up tem uma nova geração a caminho. A Ranger nova está em testes avançados e foi flagrada em estradas. Ela deve seguir o estilo da F-150, o que vai deixá-la mais robusta e separada em visual (e porte) da sua irmã Maverick. A estrutura apela para o mesmo esquema de cabine sobre chassi. 

Monobloco fica para a menor Maverick. E a produção continuará a ser na Argentina. O lançamento no Brasil é esperado para 2022.

F-150
A importação da pick-up grande não está fora de questão. Seria uma bela concorrente para a RAM 1500 ou 2500. Mas ainda não se sabe qual será a versão escolhida. É certo que será uma top de linha, afinal, se trata de um mercado restrito.

Trazer um veículo tão caro dos Estados Unidos terá um impacto proporcional ao tamanho da F-150. A estimativa de preço fica entre R$ 400 e R$ 500 mil.