O futuro do Destino Brasil

Publicação: 2020-06-27 00:00:00
A+ A-
O Brasil está sendo um dos países mais afetados mundialmente pela pandemia da Covid-19. Os efeitos dessa crise de saúde estão tendo um impacto muito importante no setor de turismo do país. A plataforma Mabrian Tourist Intelligence e a Interamerican Network realizaram um estudo sobre os efeitos dessa crise nos indicadores de confiança e conectividade do país em relação aos seus principais mercados internacionais.  

Metodologia da pesquisa - A plataforma é capaz de analisar milhões de menções espontâneas de turistas e de visitantes em potencial para um destino nas redes sociais. Com esses dados e através das técnicas de processamento de linguagem natural e inteligência artificial, eles calculam toda uma série de indicadores de percepção, satisfação e interesse em relação a um destino turístico. 

Entre eles, o Índice de Percepção de Segurança (PSi), que mede o nível de confiança demonstrado pelos diferentes mercados com um destino e como ele é afetado por eventos de segurança (violência, atentados, insegurança, ameaças à saúde etc.). 

Na situação atual, o PSi do Brasil é seriamente afetado pela situação gerada pela pandemia no país. A partir de uma avaliação máxima de 100 pontos nesse índice, todos os mercados analisados caíram mais de 40% em sua confiança entre 1 de fevereiro e 17 de junho. 
No entanto, nem todos os mercados são afetados igualmente. Argentinos e chilenos são os que mostram maior sensibilidade à situação, com uma queda maior no PSi. Ao contrário, os americanos são os que apresentam menor sensibilidade entre os mercados analisados, embora a queda na confiança seja muito relevante (-42%). 

No caso dos espanhóis, destaca-se o profundo impacto que sofreu este mercado em termos de confiança no início de fevereiro e em março, para posteriormente se posicionar como o segundo mercado menos afetado dentre os analisados. 
 
Conectividade aérea - Outro dos grandes efeitos da crise gerada pela Covid-19 é a interrupção da conectividade aérea do Brasil com seus principais mercados. Este é um aspecto essencial para o renascimento do turismo, que a plataforma Mabrian Tourism Intelligence monitora constantemente.

A partir de agosto, a programação aérea marca uma clara recuperação em praticamente todos os mercados analisados, embora permaneça entre 20% e 40% abaixo de 2019. A exceção é o mercado argentino, que apesar de se recuperar permanece em níveis de queda de mais de 70% em relação a agosto de 2019. 

O monitoramento desses tipos de indicadores em tempo real é uma das chaves para poder medir o impacto da Covid-19 no setor do turismo e preparar a melhor estratégia de recuperação possível. A análise global de dados pode ajudar a reduzir a incerteza no ambiente em rápida mudança que o setor de turismo enfrenta. 

Gol volta à América do Sul
A Gol anuncia o retorno de algumas operações para destinos sul-americanos em setembro. O voo semanal Buenos Aires-Natal não está nesta malha aérea inicial, de retomada. As ligações da capital argentina para o Nordeste, aliás, não estão contempladas, pelo menos a partir de setembro.

BUENOS AIRES - Em setembro, a capital argentina será servida a partir de São Paulo em todos os dias da semana, exceto aos sábados. Sairá de Guarulhos às 10h30 e, na volta, decola da Argentina às 16h20. Em relação ao Rio de Janeiro, o voo da Gol sairá diariamente às 21h40 e, na volta, parte da Argentina às 14h15 de quarta, sexta e domingo.

ROSÁRIO - Rumo a Rosário, um voo diário decola do Rio de Janeiro em setembro. Na volta, o voo da Gol decola da Argentina às 3h15 de segunda, quinta, sábado e domingo.

CÓRDOBA - O voo da Gol rumo a Córdoba decolará do Rio de Janeiro em todos os dias de setembro às 22h35. No sentido inverso, o serviço parte de Córdoba às 3h de segunda, quarta, sábado e domingo.  

ASSUNÇÃO - Voos decolam de São Paulo às segundas, quartas, sextas, sábados e domingos às 11h50, com retorno às 13h15 de segunda, quarta, sexta e domingo.

SANTIAGO - Em setembro, a capital do Chile contará com voos da Gol às quartas, sextas e domingos. Decolam de Santiago às 10h15 e, no sentido inverso, sai de Guarulhos às 15h20.

MONTEVIDÉU - Quatro vezes por semana a partir de setembro, às segundas, terças, sextas e domingos. Voo decola de São Paulo às 10h20 e, na volta, parte às 15h30.

LIMA - Também quatro vezes semanais. Às segundas, quartas, sextas e domingos o voo vai decolar da capital peruana às 20h55. Na volta, sai de São Paulo à 1h10 de terça, sábado e domingo.

SANTA CRUZ DE LA SIERRA - Partirão de São Paulo às segundas, quartas e sextas às 10h15. Na volta, deixam a cidade boliviana às 13h10 de quarta, sexta, sábado e domingo.

Nova ferramenta para o Turismo
Com a parceria da "Paixão por Viajar", comunidade de viajantes do Brasil, atuante em multiplataformas digitais (Instagram, Facebook, Youtube, Blog, Vimeo e Twitter), a campanha "Meu Destino é Brasil" anuncia uma nova ferramenta que tem por objetivo atualizar os profissionais do turismo e os viajantes sobre reaberturas, protocolos e normas adotadas pelos destinos nacionais. 

A ferramenta é bem simples e de fácil consulta. Os agentes e consumidores podem escolher o estado a ser consultado e, por meio de um filtro, conseguem ter informações sobre destinos abertos, parcialmente abertos ou fechados. Para cada destino, além de imagens, informações e um breve descritivo, há um mapa interativo, em que os visitantes fazem avaliações sobre as informações, de forma colaborativa.