O horror de Brasília

Publicação: 2017-05-19 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Diante do tsunami de Brasília, noticiado com mínimos detalhes na avalanche da tevê, o colombiano Gabriel Garcia Márquez não pegaria o juvenil do realismo fantástico brasileiro onde acontecem histórias do nosso mundo político. Há uma escuridão infernal em Brasília que impede se chegar a porta da saída. Temer renuncia ou não?  Quando bato estas mal traçadas linhas, no andar devagar desta manhã quinta-feira, 18, o bombardeio do noticiário na tevê sugere mil coisas que podem acontecer no pais das incertezas e que os próprios analistas políticos também se revelam assombrados por estas veredas sem rumo. A cronista política Eliane Cantanhêde, do Estadão, faz esta apreciação:

- O Brasil, pobre Brasil, acaba de dar uma cambalhota mortal. Após uma semana de boas notícias na economia, com as reformas andando e justamente a 20 dias do julgamento da chapa Dilma-Temer no Tribunal Eleitoral (TSE), o presidente Michel Temer despenca no escuro, deixando o País sem presente e sem futuro. ”

Pelo visto o Congresso não vai ter como votar as reformas trabalhista e da previdência e a economia, que ensaiava uma recuperação, pode retornar ao despenhadeiro. Ontem, logo após as notícias da hecatombe política, a Bolsa de São Paulo despencava em 10%. Mais ou menos no mesmo tempo a Polícia Federal entrava pelos gabinetes do Congresso, para cumprir determinações judiciais, o ministro Fachin (do Supremo) terminava o afastamento de Aécio Neves da função de senador, e a sua irmã Andréa era presa em Belo Horizonte. Manchetes no noticiário internacional. A imagem do Brasil despencando.

O que vai acontecer com o nosso país com uma economia frágil, em crise, e o sistema político perdendo a credibilidade e o respeito da sociedade?  Tento encontrar uma resposta em Merval Pereira, em sua coluna de O Globo:

- Já não há mais condições políticas necessárias para a aprovação de reformas tão importantes quanto polêmicas. Este tipo de reforma necessita de um líder com credibilidade de estadista para levá-las adiante mesmo em condições adversas.”

- Temer não tem mais condições de governar, os presidentes da Câmara e do Senado estão sendo investigados pela Lava Jato. Na linha de substituição do presidente sobra a presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Carmem Lucia. Seja qual foi a saída encontrada, o presidente eleito terá que convocar uma Constituinte para aprovar as reformas estruturais. Mas nada disso tem resposta jurídica fácil, e depende de um Congresso desacreditado.”

E se houver uma eleição indireta para presidente da República quais os prováveis candidatos nessa altura do campeonato e nessas circunstâncias? O cronista José Josias responde:

- Um Congresso repleto de delatados, investigados, denunciados e réus, teria um mês para eleger um novo presidente. E a pergunta não para de ressoar: Quem? Em meio a nomes partidários, como o do grão-tucano Fernando Henrique Cardoso, que se apressou em informar a correligionários que não está interessado, menciona-se a ministra Carmem Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal, número três na linha de sucessão do Planalto.”

Perplexo diante do quadro escuro de Brasília, mestre Gaspar soltou a pergunta na calçada do Cova da Onça: Quem acenderá a fogueira na noite de São João?

Tem chuva  Há notícia boa no ar: voltou a chover em alguns pontos do sertão nordestino, incluindo o Rio Grande do Norte. Em Caicó, da noite de quarta-feira para o amanhecer de ontem, choveu 22 milímetros ao redor do Itans, 17 na área do Batalhão e 15 no Açude Mundo Novo.  Chuvinha de 5 milímetros em Ouro Branco.

Na região Oeste: Antônio Martins, 9 milímetros, Lucrécia, 8,5, Rafael Godeiro, 7, Martins e Viçosa, 5. No Agreste não choveu, já interando quase uma semana. No Litoral, leblinas.

Na Paraíba

Na Paraíba teve chuva passando dos 100 milímetros. Foi no município de Riacho dos Cavalos, que fica no chamado “sertão do Catolé do Rocha”, perto da divisa com o Rio Grande do Norte (de um lado Serra Negra do Norte e Jardim de Piranhas; do outro, Alexandria, Patu, Almino Afonso). Lá choveu 104 milímetros.  Em Brejo do Cruz, ao lado, 70.

Tem também notícia de chuvas no cariri cearenses: Ipaumerim, 75 milímetros, Lavras das Mangabeiras, 40, Cedro, 38.

Boas comidas
Anote em sua agenda: nos dias 26 e 27 vai acontecer o 1º Simpósio Gastronômico de Pipa, com o tema “Gastronomia é negócio”. Será no Centro de Convenções do Hotel Pipa Atlântico.

Palestrantes de várias partes do país e gente também do Uruguai. Destaque para a paraibana de Taperoá – mas que reside em Brasília – Ana Rita Dantas Suassuna, prima de Ariano e de Manelito, autora do livro “Gastronomia Sertaneja” (Receitas que contam histórias), que tem apresentação de Ariano Suassuna.

Entre as suas referências, Ana Rita cita dois rio-grandenses ilustres: Câmara Cascudo e Oswaldo Lamartine de Faria.

Exposição Semana que vem, começando dia 25, quinta-feira, tem a Exposição Agropecuária de Caicó, já chegando ao seu 44º aniversário. Festa montada no Parque Monsenhor Walfredo Gurgel.

Frei Betto Deu na coluna de Ancelmo Gois, de O Globo:
- Frei Betto lançará três novos livros: “Ofício de escrever” (Rocco), “Parábolas de Jesus – ética e valores universais” (Vozes) e o “O budista e o cristão” (Fontanar), em parceria com o coleguinha Heródoto Barbeiro.

- Com os novos lançamentos, Frei Betto tem 62 obras editadas no Brasil e o mesmo número lançadas no exterior. E mais 46 em coautoria.

Físico Hoje, 19, é o Dia do Físico. Tem comemorações no Departamento de Física da UFRN. A programação começa ás 15 horas.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários