O jogo

Publicação: 2018-06-10 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Marcos Lopes
lopesrn@hotmail.com

Confronto deste domingo, quatro da tarde na Arena das Dunas, não é apenas um jogo de futebol entre América x Imperatriz, o confronto é na verdade O JOGO para o América, que precisa obrigatoriamente inverter a vantagem que o Imperatriz construir no estádio Frei Epifânio, ao vencer o primeiro jogo do mata-mata por 1 a 0. Não é uma vantagem substancial, irreversível, mas o América vai precisar ter competência para inverter, do contrário, encerra as atividades no domingo mesmo.

15 mil
É a projeção de público que a diretoria rubra trabalhou para a decisão contra o Imperatriz. Fez promoção de ingressos, mostrou a importância do confronto, joga no amor do torcedor e na lealdade dele nos momentos mais complicados, e eu acredito sim que a meta poderá atingida – aposto em torno de 10 mil no total - apesar da desconfiança e da falta de empatia entre time, treinador e torcida.

Mudar a filosofia
Está mais do que provado que a filosofia, que a forma do América administrar o futebol está desgastada e perdida no tempo e no espaço. Falta visão profissional, falta um trabalho consistente que comece a partir das categorias de base. Independente do que aconteça neste domingo na Arena das Dunas, o América tem que começar projetar uma mudança radical no comando do futebol sob pena de não resistir por muito mais tempo. A situação dramática de hoje não é nada mais, nada menos do que o reflexo da estrutura antiquada do clube da Rodrigues Alves ao longo dos anos.

Marca do equilíbrio
A Série C deste ano é uma das mais equilibradas dos últimos tempos e convenhamos, com um nível técnico muito baixo, mas muito baixo mesmo. Tanto é assim que o líder do grupo A é o modesto Atlético Acreano, adversário do ABC neste domingo no estádio Florestão em Rio Branco. Equilíbrio e nível técnico pobre não é privilégio apenas do grupo A não, o quadro no grupo B é exatamente o mesmo.

Não pode bobear
Penso que justamente pelo equilíbrio que existe na competição, o ABC não pode bobear, não pode vacilar no jogo deste domingo, contra um adversário que está invicto em casa. Fora do Frasqueirão, o ABC ainda não venceu. Disputou 12 pontos e conquistou apenas dois. Para este confronto time de Ranielle tem uma perda de peso, o volante Felipe Guedes. A opção inicial do treinador é mesmo Erivelton, que penso vai fragilizar a boa marcação que tem caracterizado o time alvinegro.

Respirar melhor
O Globo tem uma parada dura dentro de casa neste domingo em casa contra o Confiança do treinador Luizinho Lopes. Vencer é fundamental para a Águia.

Copa do Nordeste
Calendário vai “apertar” para o ABC na próxima semana. O alvinegro joga no dia 16 contra o Globo pelo Brasileiro e no dia 19, no Castelão em São Luis, enfrenta o Sampaio Corrêa no jogo de ida da semifinal da Copa do Nordeste. O segundo jogo, no dia 26, no Frasqueirão. Aperto no calendário e horário esdrúxulos, das 21h45.

CBF proíbe cultos religiosos
Desde 2015 os cultos religiosos estão proibidos na concentração da seleção brasileira, e a determinação está mantida para o elenco que vai disputar a Copa da Rússia. Ainda sob o comando de Dunga foi realizado um encontro com um líder religioso com vários atletas, o que acabou causando desconforto entre o elenco e comissão técnica.

Manter o comando
O coordenador da seleção, Edu Gaspar disse que a manutenção da medida que vem desde 2015 tem como objetivo manter o comando, sem nada que possa fugir do controle de trabalho. Dentro da concentração, vão ocorrer apenas as palestras de Tite e reuniões com exibição com vídeos dos adversários.

Falou e disse
Jonathas, volante do América sobre o jogo contra o Imperatriz: “ Não há desculpas. Planejamos um método de jogo, um método de espera até porque estávamos jogando fora de casa, sabíamos das adversidades do campo. Mas é jogar com a adversidade agora. Equipe que quer subir não pode ter desculpas, precisa superar e nossa equipe quer subir”.

Falou e disse
Rodrigo Carvalho do ABC e o jogo contra o Atlético Acreano: “ Jogo de grande dificuldade, o adversário tem um time equilibrado e parte rápido da defesa para o ataque”.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários