O jornalismo de luto

Publicação: 2019-02-12 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Carlos de Souza
fcarlos@tribunadonorte.com.br

Não é fácil acordar na segunda-feira sabendo que um colega faleceu de forma trágica. Leio Ricardo Boechat desde que ele era assistente de Zózimo Barroso do Amaral. Grandes jornalistas. Depois Boechat ficou mais famoso como âncora de TV. Gostava muito dos comentários dele num programa da Bandnews pela manhã. Ele fazendo parceria com José Simão, gozando com a cara dos políticos.

Boechat iniciou sua carreira em 1970, no extinto jornal Diário de Notícias. Sempre foi muito polêmico e se envolvia com discussões acaloradas. Lembro do episódio quando ele foi demitido do jornal O Globo. Foi na época da na guerra pelo controle das companhias telefônicas no Brasil.

Mais recentemente ele se envolveu em um bate boca com o pastor Silas Malafaia que não se saiu muito bem do debate. Boechat pegou pesado. Teve também aquela polêmica envolvendo a deputada Heloisa Helena. Ultimamente ele vinha desagradando setores da esquerda por causa de suas críticas aos políticos deste campo ideológico. Mas sempre manteve o nível do debate.

Gostava dele, mesmo discordando de alguns pontos. Foi um canal permanente de informação e elegância para nós jornalistas. Boechat estava com 66 anos, em pleno exercício criativo de sua profissão, essa nossa profissão tão espinhosa. Estamos sempre desagradando a alguém.

Uma frase de Boechat: "Torturadores não têm ideologia. Torturadores não têm lado. Não são contra nem pró impeachment. Torturadores são apenas torturadores".

Descanse em paz, Ricardo Boechat.

Tragédia 
De acordo com o Capitão Augusto Paiva, da Polícia Militar Rodoviária, o helicóptero onde Boechat estava fazia um pouso de emergência quando foi atingido por um caminhão que tinha acabado de passar pelo pedágio, pela faixa do Sem Parar. Informações da BBC Brasil.

 Ambiente
Fátima bezerra: “Recebi os representantes do SAR, que há tantos anos desenvolvem trabalho tão relevante junto aos trabalhadores do campo e da cidade, e hoje fizeram uma apresentação sobre o SOS Rio Piquiri. Francisco de Assis, do Fórum Social de Políticas Públicas, mostrou o grande desmatamento irregular na área que agora é improdutiva, e as barragens que já estão sendo feitas para recuperar o ambiente, enquanto Dom Jaime e Padre Murilo e o Sub Tenente José Carlos da Silva, Coordenador do Fórum Social de Políticas Públicas de Nova Cruz me entregaram o documento que trata da preservação do Rio Parau”.

Alfabetização
Foram abertas ontem as inscrições para a contratação de alfabetizadores e técnicos agrários que atuarão no Projeto de Alfabetização com Qualificação Social e Profissional para o Campo. Estão disponíveis 200 vagas, sendo 100 para cada profissional. Os candidatos devem comparecer com a documentação exigida pelo edital em um dos três pontos de inscrições. Atenção para as datas e locais de inscrições: hoje, no IFRN de João Câmara. Amanhã e quarta-feira, no IFRN de Mossoró. Nos dias 13, 14 e 15 de fevereiro no IFRN Central de Natal. 

Justiça 
A Justiça do Paraná torna réu o ex-governador do estado, Beto Richa por organização criminosa e corrupção passiva. Ele era investigado pela Operação Integração que apurava o recebimento de propinas pelo ex-governador, pagas por empresas de pedágio do Paraná.

Ativismo
A consciência dos magistrados brasileiros sobre a importância de se preservar a dimensão institucional do Judiciário é importante para frear o ativismo judicial, afirmou ontem o presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça, ministro Dias Toffoli. Ele participou no Rio de Janeiro do lançamento do estudo “Quem somos: a magistratura que queremos”, feita pela Associação de Magistrados Brasileiros (AMB). Com informações do site ConJur.

Igreja 
Deu no Estadão: Durante 23 dias, o Vaticano vai discutir a situação da Amazônia e tratar de temas considerados pelo governo brasileiro como uma “agenda da esquerda”. O debate irá abordar a situação de povos indígenas, mudanças climáticas provocadas por desmatamento e quilombolas. “Estamos preocupados e queremos neutralizar isso aí”, disse o ministro chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno.

Livros 
Atenção, chega até o fim deste mês às livrarias, Grande Sertão: Veredas, de João Guimarães Rosa, pela Companhia das Letras, em duas edições —uma comum e outra de luxo. Esta, limitada, terá 63 exemplares numerados. Os exemplares especiais terão capas feitas por bordadeiras de São Paulo e Minas Gerais, feitas uma a uma e inspiradas em um manto do Bispo do Rosário. O desenho, criação de Alceu Chiesorin Nunes, traz os nomes de diversos personagens do romance. Em março, a Global começa a lançar suas edições, com o volume de contos “Sagarana”. Neste ano, saem ainda “Primeiras Estórias” e “Manuelzão e Miguilim”, entre outros.

Música 
Milton Nascimento está em turnê pelo Brasil, mostrando seus belos momentos do Clube da Esquina. Neste momento tão difícil de tantas tragédias, nada mais bem vi do que música deste gigante mineiro. Já estou separando aqui uns CDs dele para ouvir durante a semana. Espero que o país dê uma respirada e retome seu caminho com paz e alegria de viver. Chega de tanto sofrimento.






continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários