O lado doce do Porto

Publicação: 2017-05-19 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O bistrô Sonhos do Porto é uma pérola quase escondida em plena área residencial de Cidade Verde, zona sul de Natal, há pouco mais de um ano. A casa é um espaço que apresenta vários bons bocados da culinária portuguesa na forma de doces, salgados e sopas, todos elaborados por quem entende muito do assunto. Um espaço que transforma em realidade os sonhos de quem aprecia os sabores mais tradicionais de Portugal.

Irresistíveis doces portugueses: Travesseiros de Cintra
Irresistíveis doces portugueses: Travesseiros de Cintra

O proprietário Ricardo Filipe é português, está com a família no Brasil há 11 anos, e teve no cardápio o auxílio luxuoso da mãe, Carmem Domingues, que também é chef do renomado restaurante Santa Maria. “Alguns clientes do Santa Maria também aparecem por aqui, mas o clima é bem diferente. Temos um espaço pequeno, para no máximo 20 pessoas, e a clientela daqui é típica de bairro residencial, que vem comprar e levar pra casa”, explica.

O menu é enxuto, em acordo com o tamanho do bistrô, mas a variedade de sabores é estimulante. Começando pelas guloseimas doces, o sotaque português é forte. Há tradicionais como o pastel de natas (ou Belém), travesseiro de Sintra (massa folhada fina recheado com doce de ovos – ou numa versão nutella), baba de camelo, pastel de Aveiro, pastel de maçã (com creme de pasteleiro), sorvete de calda com vinho do Porto, e uma criação da casa, o Sonhos do Porto, um cupcake de massa amanteigada recheado com chocolate e coberto com frutas vermelhas.

Na linha de salgados, o inevitável – e autêntico – bolinho de bacalhau, salada de polvo, prego no pão (sanduíche com filé mignon), francesinha ou sanduíche à moda do Porto (com filé mignon, presunto, bacon, salsicha, e cobertura de mussarela, ovo, molho e batata frita), além das coxinhas fit com recheios de frango com batata doce, carne de sol com macaxeira, e linhaça. Todo os pães usados nos sanduíches são feitos na casa, principalmente o pão d’água, marca registrada dos portugueses.

Carmem Domingues divide-se entre o Santa Maria, onde é chef, e o novo empreendimento em parceria com o filho Ricardo Filipe
Carmem Domingues divide-se entre o Santa Maria, onde é chef, e o novo empreendimento em parceria com o filho Ricardo Filipe

As sopas variam de seis a oito opções por noite. Há desde o tradicional caldo verde até carne com legumes, creme de cebola, macaxeira com carne de sol, quatro queijos, entre outros.

E sim, no bistrô também há pratos para quem fizer questão de uma boa refeição. Tem polvo à lagareiro, arroz de polvo, moqueca de camarão, bacalhaus (à lagareiro, Gomes de Sá, à Brás, e com natas), filés como o prego no prato (com pão ao molho de cerveja), bitoque (com ovo), à portuguesa (molho de vinho e bacon), com champignon, e à Vila Velha (ao molho de manteiga com limão). Segundo Filipe, a partir de junho o Sonhos dos Porto também abrirá para almoço. Mais sonhos culinários serão realizados.

Serviço:

Sonhos do Porto. Rua Açucena, loja 3, Cidade Verde (próximo ao Condomínio Itatiaia). Abre de segunda a sábado, das 17h às 21h30. Tel.: 99873-1863.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários