O que define a qualidade de um vinho

Publicação: 2019-11-14 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O bom vinho será sempre reflexo do meio em que nasce, mas não só disso. Para ser mais exato depende de uma perfeita e intrincada interação entre solo (com seus aspectos físico-químicos e topográficos favoráveis), do clima (com seus fenômenos condizentes com a variedade), da uva (bem integrada ao terroir), e do manejo (da interação humana), elementos que formam o nada simplista conceito de terroir, tão importante para a boa expressão e identidade do vinho, ligando-o ao seu lugar de origem. O objetivo maior de todo bom produtor na atualidade é conseguir extrair do vinhedo uvas de qualidade excepcional (em perfeito estado de maturação e sãs), que colhidas nas primeiras horas da manhã, ou mesmo de madrugada, protegidas do sol que as resseca, sejam vinificadas ainda frescas, para resultar, através de técnicas apuradas de vinificação e maturação, com o auxílio da tecnologia, um vinho que se mostre extraordinário ao mundo.

A vinha é a grande protagonista do processo: sob condições favoráveis de solo e de clima expressa o melhor em suas uvas
A vinha é a grande protagonista do processo: sob condições favoráveis de solo e de clima expressa o melhor em suas uvas

 Nessa parceria entre o homem e a natureza, em cujo ambiente vicejam as uvas, o homem é e sempre será um mero (mas importante) coadjuvante, que conduz todo processo de feitura da bebida, que começa com a escolha do local onde será implementado o vinhedo, passa pela densidade do mesmo, e pela gestão que será adotada no tratamento das vinhas, para que sinta orgulho do seu laborioso trabalho depois, na taça. É importante que se diga que o solo pode passar por correções, mas o clima não, ele é pura competência da natureza, e, portanto, a chuva, o sol, a luz (radiações), os ventos, a humidade, etc., precisam estar presentes não só na quantidade certa, mas também nos momentos certos. Chuva no momento da colheita, por exemplo, é um desastre irremediável.  A vinha, grande protagonista desse processo, sob condições favoráveis de solo e de clima, encontra o ambiente certo para expressar o melhor em suas uvas, auxiliada pelo manejo e pela feitura do vinho. O homem é o provedor das medidas e condutas vitiviniculturais, que no campo e na cantina, através de um manejo apropriado e de uma vinificação e maturação acertadas, propiciará que as uvas resultem no melhor vinho possível. Quando julgamos de forma superficial e simplista um vinho, não fazemos ideia disso tudo, somente quando se vive no campo como camponês (vinhateiro), que investe nos 365 dias do ano para obter uma boa colheita, isso torna-se relevante e até a extensão da própria vida. Não que não existam maus produtores, nem vinhos ruins, na verdade existem muitos, e não existe mais porque a enologia moderna criou toda sorte de maquiagem para estes, mas o fato é que somos péssimos e precipitados avaliadores.

Sobre os Grandes Enólogos
Os grandes enólogos não seguem a tendência do mercado. Não são movidos apenas por interesses econômicos. Trabalham com o mínimo de intervenção em seus vinhos, deixando-os se expressarem segundo a natureza do seu terroir. Por isso seus vinhos não são previsíveis, mas provocante, desafiadores.

Agenda do Cursos e Eventos
20/11 (quarta-feira) 19:30h - Curso de Vinhos para Leigos na sala de provas da Importadora N Wine na Avenida da Integração. Inscrições com Milena Nicácio pelo fone: (84) 99838-0241.

28/11 (quinta-feira) 19:30 - Evento em Mossoró no Restaurante Biofit com degustação de 3 vinhos Brasileiros premiados e um jantar enogastronômico completo. Inscrições com Franklin pelo fone: (84) 99401-0041.

07/12 (sábado) 10:30h – Grande Degustação de Vinhos Luso-Italiana com vinhos da Itália e de Portugal e uma apresentação completa das regiões, terroir e castas destes países. Inscrições pelo fone: (84) 99143-5664.





continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários