O que você gostaria que renascesse em você neste Natal?

Publicação: 2019-12-22 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Por Laurita Arruda - interina

Como esta coluna é a última antes do Natal, Roda Viva ouviu 10 personalidades do Rio Grande do Norte que se destacaram ao longo do ano. Responderam a "O que você gostaria que renascesse em você neste Natal?" Vamos saber.

"Sem a menor dúvida, aumentar minha capacidade de perdoar".
- Adriana Magalhães Faustino, advogada que assumiu uma vaga do Tribunal Regional Eleitoral

"Muitas coisas boas, muita saúde, paz, resiliência para enfrentar tudo e muita força para continuar buscando os meus objetivos".
- Gabriel Veron, jogador de futebol do Assu (RN), 17 anos, campeão mundial e eleito melhor jogador da Copa do Mundo Sub-17

"Natal, fim de ano... é uma época em que costumamos nos avaliar, observar o ano que passou sobre outra perspectiva ... o que poderíamos ter feito diferente, o que preciso mudar em mim para melhorar a vida de quem está perto como também daqueles que mais necessitam. Que nesse Natal, o "renascimento"venha de dentro para fora, trazendo ainda mais entusiasmo, coragem, vontade de ser e fazer o melhor, e acima de tudo acreditar!”
- Lidia Pace , jornalista e apresentadora da InterTv que brilhou representando o RN na bancada do Jornal Nacional

"A certeza de que o Brasil reencontrou o caminho do respeito à educação, saúde, ciência, cultura, meio ambiente e direitos humanos"
- Sidarta Ribeiro, neurocientista do Instituto do Cérebro de Macaíba, especialista em sonhos que marcou o ano com seu livro "O oráculo da noite"

"Um verdadeiro renascimento com a maternidade. Gostaria de engravidar. Outra vez por que já sou mãe de três amores".
- Flavia Pípolo, digital influencer com foco em moda e comportamento das mais requintadas do RN

"Tudo que queria agora nesse Natal para renascer é relembrar minha infância. Neste mês meus pais sempre sempre me levavam para casa de meus avós, que já são falecidos hoje. Eu sou potenginiano, amante do ar mais puro da América Latina, vindo dos mangues do Potengi. Renasci nesse momento agora lembrando meu avô, nos levando para Igreja Católica para ver a vista linda de Natal".
- Junior Groovador, músico potiguar que brilhou nos palcos do Rock in Rio depois de conquistar o ator e músico Jack Black e tocar com a banda Tenacious D, no Palco Mundo 

"Neste Natal pedirei que renasça a paz para o Brasil e que o ódio seja amainado, alimentado por tanto radicalismo e falta de honestidade intelectual."
- Padre João Medeiros Filho, imortal da Academia Norte rio-grandense de Letras e jornalista que brinda os leitores desta Tribuna, todas as semanas, com as lições do Evangelho adaptadas a nossa realidade cotidiana.

“Na realidade, eu espero que o Natal RENOVE a minha paz, a minha esperança e a minha alegria”. 
- Yacha Emerenciano Barros, médica ginecologista, professora da UFRN, das unanimidades na sociedade natalense

"O Natal faz renascer quase tudo dentro da gente. É o nascimento do amor, que é o mais importante, o respeito ao outro, o sentimento de família reunida. O nascimento de Jesus! Tudo isso que vai nos dar força para seguir as conquistas no ano que começa".
- Débora Seabra de Moura, primeira professora com Síndrome de Down do Brasil

"Em mim, determinação para levar adiante o dom da alegria. Esse ano eu pude com meu humor levar informação e gargalhadas, mas também perceber de fato a quantidade de solidão que existe na vida real. O mundo precisa SORRIR." 
- Jerônimo do Sertão, seridoense de Currais Novos, que ganhou as telinhas do potiguar fazendo humor inteligente no YouTube

Capitão contra o Fundão?

Um experiente observador da cena questiona esta Roda Viva sobre o posicionamento enfático e militante do Senador Styvenson Valentim (Podemos) contra o Fundo Partidário Eleitoral.  Contra até a necessidade de político ter filiação a partido político. Se é assim, diz a fonte de binóculo, ele já pode colocar em prática, abrindo mão do repasse que recebe do Podemos. Algo em torno de R$ 15 mil mensais. 

Coronel Azevedo em paz com Witzel e Bolsonaro

O Rio Grande do Norte tem um exemplo vivo do imprensado na briga acirrada entre o Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o Governador Wilson Witzel  (PSC) do Rio de Janeiro ; o deputado Coronel Azevedo. Policial de carreira e eleito na onda do combate à insegurança, filiado ao PSL do então candidato Jair Bolsonaro, Azevedo mudou de partido. Desembarcou no PSC do Governador Witzel em outubro, com direito a presença dele na festa de filiação, mas ali não imaginava a dimensão da guerra entre os dois diletos líderes. Na semana que passou, foi agraciado por Bolsonaro com a Medalha Mérito Tamandaré. Gosto de Juazeiro e adoro Petrolina, sim, é possível.

Uma verdade sobre a Petrobras no RN

"Nada do que foi será, de novo igual ao que foi um dia..."

A passagem do Ministro Bento Lima Leite (Minas e Energia) por Natal, esta semana,  deixou esperança para os menos avisados e mais reticências para quem acompanha o assunto "Petrobras no Nordeste" de perto. Mas um verdade é incontestável em toda a fala cautelosa de Leite aqui, durante a prestigiada palestra do Motores do Desenvolvimento: " Talvez a  Petrobras nunca mais represente 60% do PIB  do Rio Grande do Norte". E isso passa, sim,  pela política econômica adotada no primeiro ano de Governo Bolsonaro em que, inclusive, o papel do Ministério de Minas e Energia é coadjuvante ao do super Ministério de Paulo Guedes, da Economia.

O que comprova isso foi o mapa divulgado há dez dias em Nova York de uma "Petrobras do futuro". Vendeu-se a ideia de refino a baixo custo, com  presença exclusiva no Sudeste do Brasil. Fato que também  pode ser confirmado com a fala do Ministro Bento.  Pouco - ou nenhum- detalhe de onde será essa ampliação das atividades da Petrobras no Rio Grande do Norte.

Uma frente mais ampla em defesa da Petrobras

E por falar em Petróleo, no Senado Federal existe vida além da polarização Esquerda X Direita,  que está se unindo com o objetivo de preservar a Petrobras, aquela que funcionou e trouxe dividendos para os Estados brasileiros.

A luta paralela é desvincular essa marca do maior escândalos de corrupção do país.

Mas nos poços mais profundos da civilidade, há diálogo aberto entre o Senador Jean Paul Prates (PT-RN), especialista no assunto, com por exemplo o líder do Governo Fernando Bezerra, além do ex-líder Eduardo Braga.

"-É possível fazer algo menos radical. Sem precisar vender a Petrobras inteira. Uma forma de preservar determinados conceitos e ativos. Tudo na base do diálogo", disse Prates a esta Roda Viva.

A ideia é convencer a equipe econômica que existe um meio do caminho, trabalhando com racionalidade e que o Nordeste/Sul do Brasil não podem ser penalizados por suas escolhas político/ideológicas momentâneas.

E nem ser vista fora da rota de maior importância para o país.

Consórcio da Saúde reprovado pela voz da experiência

A ideia do Governo Fátima Bezerra em oxigenar a crise da Saúde do Estado com consórcios, dividindo a responsabilidade entre municípios e Estado não desceu redondo na bancada dos mais experientes da Assembleia Legislativa.

E por essa turma não se leia apenas a torcida do contra ou oposição.

Vozes como a dos deputados Vivaldo Costa (PSD), Tomba Farias (PSDB) e Getulio Rego (DEM) foram firmes e convincentes na retirada do projeto da pauta.

Vivaldo lembrou a experiência desastrosa no seu Seridó com o saudoso então prefeito Rui Pereira, Tomba o insucesso do próprio Trairi, quando sua Santa Cruz ficou sobrecarregada diante da inadimplência das cidades menores consorciadas, já o médico  Getulio Rego fez questão de lembrar a anuência dos prefeitos, registrando que as entidades ouvidas muitas vezes não represam o desejo da maioria.

Vide o recuo da FEMUR no caso PROEDI. "Os consórcios não podem se tornar um novo Proedi", disse Rego.



Deixe seu comentário!

Comentários