O Sertão em formato bistrô

Publicação: 2018-04-13 00:16:00
A+ A-
Imagine como seria um bistrô em pleno sertão nordestino. É a ideia inovadora por trás do restaurante Jabá, que abriu as portas nesta semana, em Ponta Negra. A casa aposta num regionalismo que vai além do lugar-comum, trazendo releituras refinadas de sabores que todo nordestino conhece bem. Sem descaracterizar a culinária da região, o Jabá pretende surpreender os paladares de iniciados e iniciantes em iguarias do Nordeste.

Créditos: CedidaCharque e roti de pimenta de cheiroCharque e roti de pimenta de cheiro

Charque e roti de pimenta de cheiro

“O que a gente oferece é alta gastronomia com regionalismo”, afirma a proprietária Lorena Oyara. Ela conta que a ideia inicial era apenas abrir um bar, desejo do pai aposentado. Mas a consultoria do chef Jonathan Canela mostrou que a coisa poderia ir além. “Ele nos propôs uma cozinha regional diferenciada. Meu pai, que é do interior de Pernambuco, também gostou da ideia e fomos em frente” conta ela, destacando o incentivo da mãe, que tem um restaurante no Clube da Petrobras (Cepe).

O regionalismo gourmet do Jabá começa pela ambientação da casa, pequena e aconchegante, com 20 mesas. Lorena explica que foram usados só elementos nordestinos na decoração rústica, como paredes de taipa, rede de dormir, bonecas de pano, panelas de barro, e um toque moderno com as pinturas do artista plástico Lennon Lie, conhecido por seus grafites inovadores – e também por ser filho do pintor Marcelus Bob.

Créditos: CedidaO ambiente temático remete ao nordeste interioranoO ambiente temático remete ao nordeste interiorano

O ambiente temático remete ao nordeste interiorano

As referências também circulam pelo cardápio. Os nomes dos pratos homenageiam personagens de Ariano Suassuna e Rachel de Queiroz. E apesar do jabá – nome para a carne de charque – ser símbolo e referência da casa, o menu também traz as iguarias do mar como destaques. “O Nordeste não é só sertão, também é litoral, e o mar tem muita importância para nós”, ressalta a proprietária.

A começar pelas entradas, o menu traz ginga com sal rosa e mix de ervas e pimentas, tapioca e maionese defumada; ostra com emulsão de capim limão e pó de bacon; stake tartare de focaccia com croquete de mandioquinha; jabá com mil folhas de macaxeira e tabasco.

Créditos: CedidaPeixe assado com pure de caráPeixe assado com pure de cará

Peixe assado com purê de cará

Entre os pratos principais há iguarias como camarões grelhados com ervas, mix de pimentas, mel e picles com angu de queijo coalho; filé em crosta de alho, purê de mandioquinha e ratatouille potiguar; jabá servido com molho de rapadura, gel de tangerina e baião de dois; magret de pato com guaraná do Amazonas, purê de jerimum, tucupi e quiabo frito; risoto de camarão com alho poró grelhado e crumble de parmesão; linguine com filé de camarão, limão e ervas; charque e roti de pimenta, purê de macaxeira, pó de bacon e cebola roxa; peixe assado, purê de cará e esponja de beterraba; risoto de beterraba assado com cogumelos, castanha de caju e chantilly de queijo de cabra.

Para adoçar o paladar, destaque para as opções de sobremesas: mousse de café com chocolate com paçoca e laranja desidratada; e mousse de tonka, jabuticaba, filhós de sorvete e manjericão. As dicas de bebidas são drinques convencionais, mas com nomes engraçados, como “gota serena” (cachaça, maracujá, gengibre e mel), “diabéisso” (trio de caipifrutas), “mísera” (espumante, aperol e água com gás), entre outros.

Créditos: CedidaMousse de tonka, jaboticaba filhós e sorvete de manjericãoMousse de tonka, jaboticaba filhós e sorvete de manjericão

Mousse de tonka, jaboticaba filhós e sorvete de manjericão

Serviço:
Jabá Cozinha Regional. Rua Francisco Gurgel, 08, Ponta Negra (próximo ao Manary). Aberto de terça a domingo, das 18 às 23h. 



Deixe seu comentário!

Comentários