O VAR retroativo

Publicação: 2019-10-01 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Alex Medeiros
alexmedeiros1959@gmail.com

Meu correspondente em Nova York, Ugo Vernomentti, realizou ontem um debate sobre o tal árbitro assistente de vídeo. O evento teve a chancela da FIFA e ocorreu numa sala secreta da FND, a antiga Federação Norte-rio-grandense de Desporto, construída no subsolo do campinho Juvenal Lamartine pelo saudoso presidente e jornalista João Machado, em 1960, depois do cu-de-burro entre alvinegros e alvirrubros no campeonato estadual do ano anterior.

O debate contou com a participação especial dos jornalistas esportivos Armando Nojeira e Joca Quifúria, que receberam um cachê milionário disponibilizado via liminar pelo Fundo Partidário. Alguns manifestantes tentaram invadir o local exigindo que a questão do Hotel Reis Magos e a campanha do Lula Livre também fossem contempladas na discussão, posto que os recursos eram públicos e a sala foi tombada pela Fundação Romário.

Baseado em estudos do Instituto Gilmar Mendes e em parecer do ex-procurador Rodrigo Janot, o palestrante Quifúria levantou a necessidade do VAR ser aplicado em caráter retroativo, para que a história da bola fosse justa.

Nojeira rebateu que o pagamento de bola no futebol jamais poderia ser uma coisa justa, exceto nos casos em que o Botafogo fosse beneficiado, como forma de dívida histórica por tanta discriminação e agressão dos adversários.

Após uma hora e meia de discussão, o presidente da FNF, Zé Vanildo, e os observadores da FIFA foram destacados para uma viagem no tempo e verificar os jogos do passado citados pelos palestrantes como sujeitos ao olho do VAR.

O teletransporte durou alguns minutos, apesar dos muitos jogos conferidos – coisa da relatividade e do espaço-tempo. O mediador transcreveu o relatório para a ata e encaminhou para a FIFA, a UEFA, a CONMEBOL e o Supremo.

O documento foi vazado pela equipe de hackers do Glenn Greenwald e encaminhada para o grupo de WhatsApp de uma torcida organizada do Corintians de Caicó que repassou para Alex Padang e Claudio Porpino.

Este colunista ouviu de Ricardo Bezerra que cerca de trinta jogos históricos terão seus resultados alterados pela aferição retroativa do VAR. Em 1962, Nilton Santos fez pênalti, foi expulso, a Espanha fez 2 x 0 e ganhou o jogo.

No Carioca de 1971, houve carga do lateral Marco Antônio no goleiro Ubirajara e a falta foi marcada. Na sequência, o Botafogo foi ao ataque, Carlos Alberto tocou pra Nei Conceição que lançou para um gol de bicicleta de Paulo Cezar.

No triste confronto Brasil x Portugal da Copa 1966, o VAR não viu problema nos gols de Eusébio, mas anulou o primeiro gol inglês na prorrogação da final com os alemães. A Inglaterra acabou campeã assim mesmo, com um 3 x 2.

Os viajantes do VAR anularam também o gol de mão de Maradona na Copa de 1986, e viram abismados – 33 anos no passado – o gol do século. Depois o empate de Lineker e a vitória da Inglaterra nos pênaltis, bicampeã da Copa.

Não se sabe se os monitores do VAR no tempo devolveram o equipamento à FIFA. Há dias não são vistos. Um assessor de Paulinho Freire disse a Rubinho Lemos que eles falavam em anular o gol de Ghiggia e um de Paolo Rossi.

Abraço
Rima rica com fracasso na manifestação organizada por uma deputada do PT, que juntou uma tropa do MST e alguns militantes para abraçar as ruínas do velho hotel Reis Magos. Se alguém gritasse “vamos limpar”, quantos iriam?

Leviandade
O tal movimento “Amo Natal” utilizou sem autorização prévia as logomarcas da empresa Aquacoco e do programa Mais RN (da Fiern) num outdoor que divulgou o famigerado abraço no hotel. A Aquacoco lançou nota de repúdio.

Ataques
Com sua pauta de vingança pela ausência de verba pública, o grupo Globo apontou a mira também para o Exército Brasileiro, que em poucos meses vem cuidando das estradas depois de 16 anos de abandono e muita corrupção.

Dilmógrafo
É o nome do mecanismo para medir o delírio esquerdopata, principalmente dos ativistas de passeata, feministas de Facebook e dos ecochatos de gabinete. O engenho vai registrar de zero a nove o grau de estupidez na Escala Dilma.

Rompimento
O grupo político de Alexandria, que deu vitória a Fátima Bezerra em 2014, divulgou uma dura carta rompendo com a governadora. Ao assumir o mandato, a petista fez aliança com um grupo que votou em Robinson e Carlos Eduardo.

Bitcoins
Em São Paulo, a Polícia visitou duas vezes a sede da Atlas Quantum, na Alameda Santos, empresa de arbitragem de criptomoedas. A exemplo do resto do mundo, clientes denunciando que não conseguem sacar o investimento.

Concessões
Durante três dias, um roadshow em Madrid será marcado pela presença de grandes investidores de infraestrutura na Europa, que terão acesso aos principais projetos de concessão pública no Brasil. E a caravana passa.

Furacão
Uma das regiões de origem dos Medeiros, o arquipélago dos Açores vai ser atingido amanhã por ventos de 180km. É o furacão Lorenzo que deverá assolar as ilhas das Flores, do Corvo, do Faial, do Pico, São Miguel e São Jorge.

unica foto possivel: junior groovador

Rock peso pesado
A imagem grandiosa, literalmente, da consagração do natalense Junior Bass Groovador ao lado da dupla Kyle Gass e Jack Black, fundadores da banda de hard rock Tenacious D. Sem tremer diante da multidão e dos holofotes do palco e da mídia, JBG matou a pau com seu baixo, agitou a plateia e ganhou galanteios da banda inteira.









continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários