Oito atividades têm crescimento de vendas

Publicação: 2020-08-13 00:00:00
A+ A-
Em meio à flexibilização das medidas de isolamento social de combate à pandemia do novo coronavírus, sete das oito atividades varejistas registraram crescimento nas vendas em junho ante maio, segundo os dados da Pesquisa Mensal de Comércio, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

saiba mais

Os avanços ocorreram em Livros, jornais, revistas e papelaria (69,1%), Tecidos, vestuário e calçados (53,2%), Móveis e eletrodomésticos (31,0%), Outros artigos de uso pessoal e doméstico (26,1%), Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (22,7%), Combustíveis e lubrificantes (5,6%), e Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (0,7%). Apenas o setor de Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos registrou queda: 2,7%. 

No primeiro semestre de 2020, o varejo encolheu 5,2% ante o segundo semestre de 2019, pior resultado da série. Na comparação com o mesmo semestre do ano anterior, a queda foi de 3,1%, primeiro recuo desde o primeiro semestre de 2017 (-0,2%) e o mais intenso desde o segundo semestre de 2016 (-5,6%).

Na comparação do semestre com o semestre imediatamente anterior, o varejo ampliado caiu 10,1% na comparação com o segundo semestre de 2019, pior resultado da série. Na comparação com o mesmo semestre do ano anterior, o varejo ampliado teve um decréscimo de 7,4% no primeiro semestre de 2020, primeira queda desde o segundo semestre de 2016 (-8,1%).