Olhares e traços sobre a cidade

Publicação: 2017-05-18 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Para conhecer uma cidade, nada melhor que bater perna. No mundo todo, um movimento recente tem dado a essa prática um objetivo artístico, em que caminhantes registram em desenhos e pinturas seus olhares sobre uma cidade. Esses entusiastas se reúnem na forma de comunidades virtuais chamadas Urban Sketchers e chegam a promover eventos e passeios. No Brasil, várias cidade já têm seus grupos de Urban Sketchers. Em Natal, o coletivo é coordenado pelos arquitetos André Alves, Jota Clewton, Petterson Dantas, Rafael Oliveira. Os quatro uniram seus registros mais recentes para montar a exposição “Olhar mais atento”, na Galeria do SESC Cidade Alta. A mostra fica em cartaz até dia 7 de junho, com visitação das 9h às 19h, com entrada é gratuita.
Comunidade virtual de pintores e arquitetos, o Urban Sketchers promove encontros e passeios para olhar a cidade e as pessoas
Comunidade virtual de pintores e arquitetos, o Urban Sketchers promove encontros e passeios para olhar a cidade e as pessoas

Em exposição estão 40 trabalhos, entre desenhos e aquarelas emoldurados, de lugares visitados pelo coletivo, além de cadernos de desenho, projeção de vídeo e postais (que podem ser colocados numa mala específica para envio, numa ação do Correios). Grande parte dos registros revelam olhares positivos e negativos de cidades potiguares visitadas e de outras país afora.

“Em Natal registramos cenas do cotidiano, grupo de rendeiras da Vila de Ponta Negra, a feira do Alecrim, monumentos históricos, prédios modernos. Fizemos um estudo da cidade no sentido amplo”, diz Jota Clewton, professor do Departamento de Arquitetura da UFRN. “Cada um de nós tem uma visão específica. Em alguns momentos registramos problemas da cidade, trazemos essa realidade através dos traços. Isso serve inclusive como alerta para os descasos”.

Clewton conta que além dos quatro coordenadores, várias outras pessoas participam do grupo, que tem encontros regulares, pelo menos uma vez por mês. “Nos reunimos para sair e desenhar, depois compartilhamos nossos desenhos nas redes sociais”, diz. Ele lembra que essa prática de desenhar a cidade é algo antigo, mas que havia ficado perdida por um tempo. “É bom voltar a ocupar o espaço urbano e exercitar o olhar. A cidade é uma grande fonte de conhecimento”. Olhar Mais Atento é a segunda exposição do edital de ocupação da Galeria do Sesc. Cada selecionado recebe um prêmio de R$ 2.300 brutos, mais recursos técnicos e financeiros para a montagem das exposições.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários