Olho na mistura contemporânea de domingo

Publicação: 2018-02-09 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A Charanga da Greiosa levará seu bailão moderno para o largo do Atheneu, às 14h, abrindo a festa em Petrópolis. A partir das 16h o batuque ancestral da Nação Zamberacatu, a festa do Skarimbó (17h), mais Orquestra Greiosa (19h),  Orquestra Contemporânea de Olinda (21h), e a festa da Academia da Berlinda (PE).

Margareth Menezes levanta a massa com seu afro-pop e clássicos do samba-reggae
Margareth Menezes levanta a massa com seu afro-pop e clássicos do samba- reggae

O projeto inicialmente chamado de Circuito dos Artistas, é uma iniciativa do Grêmio Etílico Carnavalesco Orquestra Greiosa e do Frevo do Chico, com suporte do Dosol e apoio logístico da Prefeitura do Natal. A programação é toda gratuita e conta com patrocínio do Programa Djalma Maranhão e Banco do Brasil.

“Não haverá cordão de isolamento, nem área vip. Será tudo aberto. No domingo queremos fazer uma grande festa à fantasia. E na segunda, a ideia é reunir os pequenos blocos que existem no bairro para serem puxados pelo Frevo do Chico”, informou Anderson Foca, produtor cultural e um dos integrantes da Orquestra Greiosa.

Ponta Negra
Em Ponta Negra, abertura às 16h com os blocos Fiquei Porque Quis, Suvaco do Careca e Se Brincar Eu Pego. Este único, tem ponto de concentração no Balada Bar. O bloco tem um atrativo a mais para o seu folião:  um veículo abastecido com bebidas.

O som também começa às 16h no palco da Praia de Genipabu, com Felipe Toca, forró Bando das Brenhas, Luiza e os Alquimistas, que acaba de lançar o álbum “Vekanandra”, e Giros in Solos, projeto autoral da violinista e rabequeira Tiquinha Rodrigues.

E no palco principal, às 20h, tem Nara Costa, e a cantora baiana Margareth Menezes (22h), já acostumada a levantar a massa natalense com seus clássicos do samba-reggae. Celebrada desde o começo da carreira como a diva do afro-pop brasileiro, Margareth tem músicas que são cantadas até hoje no carnaval brasileiro, como “Faraó divindade do Egito”, “Dandalunda”, “Uma história de Ifá (Elejibô)”, “Madagascar Olodum”, “Alegria da cidade”, entre outras.

Sandra de Sá faz seu baile black na Cidade Alta
Sandra de Sá faz seu baile black na Cidade Alta

Glitter e baile black
O domingo no Centro Histórico terá apliques de glitter acima da média, com o 35º desfile das Kengas. Concentração às 15h no Bardallos; às 16h30 show de Dani Cruz, a Madrinha dos Artistas, no palco em frente à Pinacoteca; e às 18h, o desfile oficial, com muito 'close', caras e bocas para escolher a Kenga de 2018.

Às 20h, show com a cantora Sandra de Sá, a musa do soul e do funk nacional vai transformar a rua num baile black, com participação de Renata Arruda. Às 22h, uma orquestra de frevo puxando as Kengas pelas ruas do centro.

Sandra de Sá é neta de um caboverdiano, e cresceu entre as gafieiras e bailes de samba e soul do Rio de Janeiro. No começo dos anos 80, levantou a bandeira da black music nacional, sendo o contraponto feminino a Tim Maia e rendendo muitos hits nas pistas e trilhas românticas. Entre seus melhores balanços estão “Olhos coloridos”, “Vale tudo”, “Joga fora no lixo” e “Soul de verão”.

Ribeira
Na Ribeira, o batuque continua com o desfile das escolas de samba. A partir das 19h terá Acadêmicos do Morro, Malandros do Samba, Imperatriz Alecrinense, Águia Dourada, e Balanço do Morro. Já no pólo das Rocas, a festa ficará por conta dos blocos Língua Ferina (15h) e Tô Dentro da Terceira Idade (16h).

Beira da praia 
A irreverência da Redinha vai chegar com tudo na folia, começando com seus tradicionais blocos a partir das 11h30: As Raparigas, Troça do Zé Prikito, Sem Preconceito Eu Vou, e Banda do Siri. No palco do Cruzeiro terá Dudu Galvão (21h) e Sueldo Soaress (23h) com novo show; e no palco do largo, a swingueira de Luizinho Nobre (21h) e os Cavaleiros do Forró (23h) fazendo uma mistura de tudo pra dançar.

Domingo - 11/2
Polo Ponta Negra
Blocos
16h00 –Fiquei porque quis
16h00 – Suvaco do Careca. Lateral Praia Shopping
18h00 - Se Brincar eu Pego. Concentração Balada Bar. Destino: palco Principal, Praça Ecológica.

Shows
Palco Praia de Genipabu
16h00 – Felipe Toca
17h00 – Bando das Brenha
18h00 – Luiza e os Alquimistas
19h00 – Giros in Solos

Palco da Praça Ponta Negra
20h00 – Nara Costa
22h00 – Margareth Menezes

Polo Petrópolis
Blocos
14h00 – Charanga da Greiosa

Shows
16h00 – Nação Zamberacatu
17h00 – Skarimbó
19h00 – Orquestra Greiosa
21h00 – Orquestra Contemporânea de Olinda
23h00 – Academia da Berlinda

Polo Centro Histórico
Blocos
16h00 – As Kengas

Shows
16h30 – Dany Cruz
20h00 – Sandra de Sá com participação de Renata Arruda

Polo Ribeira
19h00 – Acadêmicos do Morro; 20h10 – Malandros do Samba (sob júdice); 21h20 – Imperatriz Alecrinense; 22h30 – Águia Dourada; 23h40 – Balanço do Morro

Polo Rocas
15h00 – Língua Ferina
16h00 – Tô Dentro da Terceira Idade

Polo Redinha
11h30 – As Raparigas
15h00 – Troça do Zé Prikito
16h00 – Sem Preconceito eu Vou
17h00 – Banda do Siri

Shows
Palco da Praça do Cruzeiro
21h00 – Dudu Galvão
23h00 – Sueldo Soares

Palco Largo do Buiú
21h00 – Luizinho Nobre
23h00 – Cavaleiros do Forró
CIRCUITO DE TRIOS – PRAIA DOS ARTISTAS
Cavaleiros. Saída: Praia do Forte (15h). Chegada: Praia dos Artistas

Blocos diversos
16h00 – Alegria das Dunas – Conselho do Parque das Dunas – Pajuçara
16h00 – A.R.P.I. – Sede


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários