ONG promove intercâmbio em ciência e tecnologia

Publicação: 2019-06-13 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Uma parceria entre a British Petroleum (BP), empresa global de energia, com a ONG AFS Brasil, realizará em Natal, entre os dias 16 de junho e 13 de julho, um programa especial de incentivo à ciência e tecnologia, com atividades de aprendizagem intercultural. Ao todo, 37 jovens de 12 países diferentes visitarão instituições de ensino e pesquisa de ponta em Natal, dentre elas, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Na UFRN, os estudantes visitarão o Instituto Internacional de Física (IIF), no dia 19 de junho, para assistir palestras e discutir sobre as últimas pesquisas nas áreas mais expoentes da física. A visita ao Instituto do Cérebro (ICe) se dará na segunda-feira, dia 8 de julho, quando os adolescentes visitarão os laboratórios da unidade e participarão de um dia inteiro de experiências científicas do grupo de extensão do Instituto, coordenado pelo professor Eduardo Sequerra.

Nos dias 4 e 5 de julho, os intercambistas participarão de várias atividades no Instituto Metrópole Digital (IMD), sob a coordenação dos professores Fred Lopes e Anderson Cruz. A programação inclui uma competição para solução de problemas no Projeto Cidades Inteligentes, noções de programação de jogos e aplicativos e formulação de projetos com Canvas.

O programa BP Global STEM Academies busca desenvolver uma geração de profissionais em STEM (sigla em inglês para Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática) com competências globais. O AFS Intercultural Programs iniciou essa parceria em 2018 com a BP, criando um programa inovador de estudos no exterior. O BP Global STEM Academies oferece bolsas de estudo em um programa de quatro semanas, com o intuito de expor adolescentes de nível médio e técnico a princípios e metodologias essenciais em STEM, bem como em habilidades de competências globais cruciais, como resolução de problemas, pensamento crítico e comunicação em idiomas estrangeiros.

Assim como na edição do ano passado, o programa está sendo realizado, simultaneamente, no Brasil, no Egito e nos Estados Unidos (EUA), e conta com participantes de países como China, Egito, França, Alemanha, Hungria, Índia, Indonésia, México, África do Sul, Trinidad e Tobago, Reino Unido e EUA. Para mais informações, visite o site ou escreva para o organizador do evento na UFRN, o voluntário e treinador do AFS, Rodrigo Soares (rodrigo.soares@afs.org).

Números
37 jovens participam de atividades de incentivo à ciência e tecnologia.

12 países fazem parte do programa que visa a aprendizagem intercultural com o Brsail.





continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários