Operação deve ser com o Banco do Brasil

Publicação: 2018-06-14 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O projeto de lei autorizando o governo estadual a antecipar receitas de royalties do petróleo e de gás natural levou 58 dias para ser aprovado na Assembleia Legislativa. Mas, há quase duas semanas, o governador Robinson Faria (PSD) confirmou à TRIBUNA DO NORTE que está conversando com o Banco do Brasil para fechar a operação financeiro a fim de pagar parte da folha de pessoal.

Robinson Faria falava da necessidade de se buscar receitas extraordinárias para superar o desequilibrio das contas públicas, ressalvando que esse recursos serão consignados integralmente para a previdência estadual.

Para o governador, o fechamento da operação de antecipação de receita orçamentária está mais próxima de ser fechada, do que os empréstimos já autorizados pela Assembleia Legislativa no governo anterior e na atual gestão, que ainda estão emperrados em nível federal. O governo ainda não conseguiu  liberar cerca de R$ 800 milhões no Banco do Brasil e quase R$ 690 milhões na Caixa Econômica Federal.

Faria dizia na edição de 2 de junho da TRIBUNA DO NORTE, que apesar das dificuldades de caixa, o governo estava pagando 87% da folha de pessoal praticamente em dia, atendendo 98 mil dos 111 mil servidores públicos do Estado.

Mesmo não conseguindo pagar toda a folha de pessoal dentro do mês, o governador Robinson Faria afirma que em 2015, foi sugerido demitir 20 mil servidores, mas não o fez, tendo optado “por não tirar o emprego de milhares de pais de famílias e enfrentar  o desgaste de correr para colocar a folha em dia”.

Na ocasião, ele afirmara que preferia ver o  pai de família recebendo salário atrasado, do que sem emprego. “Não me arrependo. E vamos vencer esta crise. Já estamos vencendo”, disse. 


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários