Operação mobiliza 120 policiais e apreende 10 pedras de crack

Publicação: 2012-05-18 14:51:00 | Comentários: 6
A+ A-
Marco Carvalho - repórter

Cento e vinte policiais, entre militares e civis, tomaram as ruas do bairro de Mãe Luiza durante as primeiras horas da manhã desta sexta-feira (18). Sob o comando de 15 delegados e 15 oficiais da PM, o objetivo era dar cumprimento a 16 mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão. Com isso, as autoridades de segurança pública pretendiam desmantelar o tráfico de drogas na região e encontrar suspeitos de homicídios decorrentes da comercialização de entorpecentes. Pretendiam. A “Operação Cristal”, como foi batizada, resultou na apreensão de cerca de 10 pedras de crack, poucos papelotes de cocaína e na prisão de duas pessoas em flagrante, por tráfico e porte ilegal de arma de fogo. A única pessoa que possuía um mandado de prisão expedido conseguiu fugir do local.

Na sala do delegado Frank Albuquerque, na 4º Delegacia de Polícia, os resultados da operação foram expostos. Sob a mesa, uma quantidade pequena de crack, cocaína, além de uma balança de precisão e dinheiro em notas pequenas e moedas. Fabiano Freire da Silva foi autuado em flagrante por tráfico de drogas. Um homem identificado como Eduardo da Silva Cruz também foi preso por porte ilegal de um revólver calibre 38.

Os mandados foram pedidos à Justiça após um mês de investigações, com o auxílio do setor de inteligência da Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesed). O trabalho dos policiais foram concentrados nas rua Da Guia, rua São Paulo e rua João XXIII, em prováveis pontos de venda de drogas. Em entrevista durante a manhã de hoje, o delegado Frank Albuquerque relatou as dificuldades enfrentadas. “Os bandidos aqui são alertados por olheiros quando a polícia deflagra uma operação, e, assim, conseguem fugir e se desfazer de drogas que possuem”, disse.

Por volta das 5h30 de hoje, os policiais deram início à operação. Outro fator citado por Albuquerque para explicar as dificuldades foi as características do bairro. “A topografia aqui nos prejudicou. Mãe Luiza é um morro e os bandidos ficam em uma posição privilegiada. Isso prejudicou o nosso trabalho”, relatou. Apesar do resultado pouco representativo de apreensões e prisões, o delegado disse estar com a sensação de “dever cumprido”.

Frank Albuquerque disse que o trabalho intenso realizado pela polícia tem afastado os criminosos do bairro. “Os traficantes estão fugindo daqui para outros bairros, como Ponta Negra. Outros ainda estão indo para Pipa”, afirmou. Ele ressaltou ainda que os homicídios registrados na região costumam estar diretamente ligados pela disputa do tráfico. “Há mortes registradas por disputa de venda de droga e outras inimizades dos traficantes”, ratificou. O delegado declarou que o trabalho de combate à criminalidade continuará sendo realizado.

continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários

  • ronaldocavalcante2009

    realmente é só fazer operações como essa duas ou três vezes´por semana que consegue tirar muitos marginais do convivio em sociedade, agora com menos pirótecnia e mais INTELIGENCIA, que faz grandes apreensões de drogas armas e pessoas, pois todo mundo sabe quem vende quem tem arma em mãe luiza, é só querer usar a INTELIGENCIA que os resultados serão melhores do que o dessa operaç]ão de hoje.

  • dosertaobrabo

    Mega-operação, e com esse resultado, ainda estou morrendo de rir. 10 pedras de crack? Dava para ter melhorado o desempenho da operação, bastava quebrar uma perdra em 04 partes, e pronto... OPERAÇÃO MOBILIZA 120 POLICIAIS E APREENDE 40 PEDRAS DE CRACK.

  • mpaula48

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.... Palhaçada grande!!! 120 POLICIAIS??? Por trás do posto policial de mãe luiza, era o local que mais devia ser investigado, e quem é que foi lá?? Na rua Patrício Alves, na Camaragibe, na Atalaia, na Caixa Dágua, na Aluízio Alves, na rua Alto da bacía, pq é que não foram lá? João XXIII é a principal rua do bairro...vcs já viram algum marginal morar em uma rua de muito movimento? (só os nossos politicos). Mas uma palhaça da Polícia do RN.

  • irmaoemerson

    e a convocação dos 824 que aind aguardam??? sai ou não governandora!!!

  • guiufpb

    A operação começou toda errada, foi feita sem estratégia nenhuma. Para cumprir mandados de prisão se usam apenas Policiais civis ou alguns Pms selecionados da área de inteligência, ao colocarem Pms indiscriminadamente no meio a informação vazou aos meliantes que acabaram fugindo do local. Isto não é culpa dos Pms, pois eles atuam no policiamento preventivo/ostensivo, por isso são facilmente monitorados pelos criminosos, pois além de estarem fardados, compartilham informações via rádio (facilmente escutado). Isto é um fato que precisa ser corrigido ou pelo menos atenuado pela Sesed.

  • d1souza

    parabéns para a policia!!!!!!!! pouco mais de 10 pedras de crack apreendidas em uma mega operação com 15 delegados, e 120 policiais...