Organizadores da Meia do Sol comemoram o êxito de mais uma edição da corrida

Publicação: 2018-09-09 00:00:00
A Meia Maratona do Sol chega à quinta edição consolidada como a principal do Nordeste. O título carrega consigo a responsabilidade de organizar um evento esportivo estruturado para atender 8 mil corredores que vão às ruas no dia 15 de setembro mostrar como a corrida movimenta um universo de pessoas e serviços, agregando saúde e qualidade de vida a um segmento que cresce a cada dia e alimentado pela paixão em torno do esporte mais democrático. Graças ao trabalho de expertise realizado pela HC Sports, principal empresa de eventos esportivos do Rio Grande do Norte, e com realização da TRIBUNA DO NORTE, a Meia do Sol já conquistou um lugar especial no coração dos corredores brasileiros, já que Natal recebe atletas de todo o país para a prova. Carregando todo o histórico da Meia do Sol e dos mais diversos eventos esportivos que realiza, a HC Sports segue com os projetos em busca de crescimento para se tornar a maior empresa do segmento da região Nordeste. A parceria entre Nivaldo Pereira, Alex Pereira e Gabriel Negreiros, existente há anos na realização de eventos como a Meia Maratona do Sol, o Nordeste Open de Jiu-Jitsu (NEOJJ) e o Circuito de Potiguar de Tênis, colhe frutos positivos e semeia novos desafios. Conversamos com os empresários para entender como funciona o planejamento e a produção de um evento do porte da Meia do Sol e algumas curiosidades sobre a trajetória desses profissionais. Confira na entrevista a seguir:

Créditos: DivulgaçãoNivaldo Pereira, Gabriel Negreiros e Alex Pereira estão satisfeitos com sucesso e prometem maisNivaldo Pereira, Gabriel Negreiros e Alex Pereira estão satisfeitos com sucesso e prometem mais

Nivaldo Pereira, Gabriel Negreiros e Alex Pereira estão satisfeitos com sucesso e prometem mais

Quais são os passos fundamentais dentro do planejamento estratégico da Meia Maratona do Sol?
Primeiro, desenvolvemos um estudo de viabilidade de cada ideia que está surgindo, seja para um evento de corrida ou não. Discutimos a implantação da ideia e passamos a estruturá-la, incluindo quais serão os itens necessários para materialização do objetivo. Além disso, não esquecemos da cotação de custos do evento. Para mantermos qualidade, vamos atualizando o planejamento ao longo das etapas de produção. No processo de oficialização do evento, desenvolvemos um mapa, sinalizando todas as vias que serão obstruídas, apresentando aos órgãos públicos competentes. Na oportunidade, já apontamos quais serão as válvulas de escape para todos os motoristas que irão trafegar no dia e não prejudicar o trânsito na região.

Como a HC Sports trabalha hoje para garantir excelência em sua atuação?
Consideramos que a divisão das atividades e das responsabilidades é importante em qualquer empresa e conosco não foi diferente. Nós nos dividimos em três setores principais: Planejamento Financeiro e Técnico, avaliando a viabilidade técnica e financeira da prova, incluindo todos os detalhes que costuram a formatação do evento; Produção, setor mais voltado a todo o planejamento que o evento necessita, desde o desenvolvimento da equipe a logística de como funciona toda a estrutura e distribuição de pessoal no dia da prova; e o setor de Comunicação, direcionado ao relacionamento com as mídias e com o público, incluindo Assessoria de Imprensa e Marketing Comercial.

O que não pode faltar na organização de um evento esportivo?
Sem dúvidas, o cumprimento de todas as etapas: planejamento, produção e execução, pois precisam ser cumpridos à risca. Somente isso garantirá a melhor condição técnica ao atleta na participação do evento esportivo com a qualidade desejada por ele e prometida pela organização.

Quais foram as principais experiências anteriores na organização de eventos esportivos que contribuíram para a realização das provas hoje?
Todas as experiências foram fundamentais em nossa trajetória. Realizamos eventos esportivos desde 2010, até agora somamos mais de 30 corridas de rua e uma série de outros eventos esportivos. Apenas o Nordeste Open de Jiu-Jitsu já são mais de 12 edições, o Circuito Gillette de Tenis e Beach Tennis está na 14ª edição, a Meia do Sol na 5ª edição em conjunto com a TRIBUNA DO NORTE e a corrida Soldados do Fogo segue com oito anos de execução. Todo o comprometimento e profissionalismo para entregar o melhor aos nossos clientes fizeram a diferença para nos consolidarmos no mercado esportivo da região Nordeste. A competição nos move.

Quais foram os eventos corporativos que vocês já realizaram?
Esse é um mercado que estamos abraçando. Por exemplo, ano passado executamos a Corrida da Miranda, a da Pague Menos e esse ano, assumimos o Circuito Nordeste de Corridas da Band, que aconteceu em Natal. Agora vamos para Salvador/BA e possivelmente Teresina/PI. Organizamos também os Jogos Nacionais da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que envolveu oito modalidades e vamos realizar agora os Jogos Nacionais da (Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra). 

Como acontece a execução dos eventos esportivos corporativos?
O trabalho da HC Sports não começa apenas na execução do evento. Dependendo do cliente, fazemos desde a concepção, captação de patrocinadores, a divulgação e realização. Por exemplo, em um evento nosso como o Nordeste Open de Jiu-Jitsu, tudo é feito dentro da HC Sports desde a idealização do evento, comunicação, captação de patrocínios, inscrições. Tudo dependerá do estilo de evento que fomos contratados, para executar algo específico, mas, na maioria das vezes, nós nos envolvemos completamente, de ponta a ponta. Atualmente, também contamos com uma equipe voltada só para desenvolvimento dos softwares de inscrição dos eventos. Então, inscrições para qualquer tipo de evento, seja ele de esportes ou não, são serviços que oferecemos hoje dentro da empresa. 

O que é fundamental para garantir o sucesso de um evento da magnitude da Meia do Sol?
É essencial sempre entregar ao atleta o que foi prometido. A promessa que é feita durante a divulgação, um evento bem estruturado, seguindo as regulamentações técnicas, cumprindo todas as exigências e demandas necessárias, precisa ser entregue ao atleta para que ele tenha a melhor experiência esportiva possível. Outro ponto fundamental é contar com parceiros que acreditam no projeto e abraçam as ideias propostas. Nesse sentido, a TRIBUNA DO NORTE tem sido nossa parceira de anos, o que reforça o posicionamento do evento e reforça a divulgação de forma diferenciada, e a Caixa Econômica Federal, a maior patrocinadora de esporte do país, que está conosco desde a primeira edição. É um trabalho a muitas mãos que tem como resultado a experiência indescritível que conseguimos oferecer para os atletas que participam. É recompensador.