Os Beatles e os namorados

Publicação: 2020-02-14 00:00:00
A+ A-
Alex Medeiros
alexmedeiros1959@gmail.com

O mundo comemora hoje o Valentine’s Day, a data dedicada aos apaixonados e ao santo católico que teve uma vida pontuada por ações de cumplicidades com casais cujo amor enfrentava obstáculos morais ou familiares. O Brasil festeja os namorados em 12 de junho, uma criação do publicitário João Dória (pai do governador de SP) com o único interesse de incrementar as vendas de junho, que eram quase inexistentes por causa do dia das mães em maio.

Apesar do Brasil não festejar o 14 de fevereiro, coube a dois brasileiros, o designer Cícero Moraes e o estudioso da causa dos santos Luís Lira, a formatação do rosto de São Valentim. O Valentine’s Day tem uma ligação muito forte e estreita com a maior banda de rock de todos os tempos. O surgimento dos Beatles com uma sequência fantástica de sucessos colocou o amor no contexto e na linguagem da juventude que emergiu na década de 1960.

A trajetória da banda usando o nome The Beatles e ainda sem a formação clássica começou exatamente em 1960. Por premeditação ou não, o quarteto passou a fazer shows no dia 14 de fevereiro em diversos clubes de Liverpool.

A primeira e segunda apresentações foram em 1961 no Cassanova Club e na Litherland Town Hall. Com as casas lotadas de adolescentes, Paul McCartney cantou uma canção de Elvis Presley, usando um coração de madeira no peito.

O coração foi colocado em sorteio, e se o vencedor fosse uma garota ganharia também um beijo de Paul. No momento da ganhadora buscar seu prêmio, dezenas de meninas subiram ao palco com ela, gritando enlouquecidas.

John Lennon foi derrubado no tropel da histeria, sob olhares assustados de George Harrison e Pete Best. Vários seguranças correm atrás das garotas, a cortina foi fechada e o show só retornou quando a calma estava restaurada.

No dia seguinte, as rádios de Liverpool falavam numa tal beatlemania que explodiu na cidade. No ano seguinte, o grupo começa janeiro gravando em Londres no estúdio da Decca e não aparece em Liverpool em fevereiro.

Em 1963, cartazes anunciaram os Beatles no Locarno Ballroom, um show especial para os namorados. John e Paul conheciam bem o local, quando tocaram na adolescência, no fim dos anos 1950, com o grupo The Quarrymen.

Um episódio deu dimensão da beatlemania em voga e do interesse da imprensa. Ringo, que havia assumido a bateria em agosto de 1962, pediu pra namorada, Maureen Cox, ficar dentro do carro esperando o show terminar.

O assédio e o ciúme das fãs eram perigosos para as garotas oficiais da banda. Então uma menina abordou Maureen e perguntou, de forma inquisitória: “Você vai sair com Ringo?”. Rápida e irada, a puxou para fora e passou a agredi-la.

E então o fanatismo não parou mais, principalmente quando no Valentine’s Day de 1964 estreou em Londres o filme “A Hard Day’s Night”. Vinte e quatro horas antes, mais de 300 adolescentes acamparam gritando e cantando no cinema.

Naquele mesmo ano, os Beatles faziam a travessia para a América e dali iniciavam a conquista do mundo. As primeiras canções na boca das americanas falavam de amor, paixão, e a beatlemania tomava o país de Elvis.

No primeiro hit nas paradas dos EUA, o apelo amoroso dizia “eu quero segurar a sua mão, e quando eu te toco eu me sinto feliz por dentro”. Depois vieram centenas e até hoje, 50 anos depois, ainda se canta “All You Need is Love”.

Créditos: DivulgaçãoThe BeatlesThe Beatles

Lá nos States
A conjuntura eleitoral dos EUA está cada vez mais indicativa de uma nova derrota do Partido Democrata. Há 31 pré-candidatos se matando nas prévias para ver quem será o ungido para perder a eleição para Donald Trump.

Cá em Pindorama
A conjuntura por aqui se assemelha um pouco com a americana. Ainda lambendo o pus da derrota, a esquerda não tem um nome forte para encarar Bolsonaro, Sergio Moro, Luciano Huck Ciro Gomes ou João Dória, os opostos.

Comoção
Muita gente movida por tristeza e indignação no velório do guarda municipal Carlos Antônio, assassinado por um inseto foragido. Querido pelos servidores, era também admirado pelos ex-prefeitos Carlos Eduardo, Wilma e Micarla de Sousa.

Lamúrias
Os políticos experientes já sabem, os neófitos precisam saber. Não adianta comprar briga com jornalista por causa de episódios criados pelo próprio político. O que se vomita nas redes sociais vira prato cheio para as críticas.

Alíquota
O Sinsp partiu para o ataque frontal à governadora Fátima Bezerra por causa da taxação de aposentados e dos pequenos salários, beneficiando as castas. Flyers mostram os percentuais da alíquota em vermelho na testa da “gov”.

Aponta
Amanhã é dia de juntar sol, mar e folia nas areias de Ponta Negra ao som de frevos e marchinhas do bloco Aponta, comandado por Suzy Leal e Gardelão. A concentração é em frente ao Manary e convém chegar a partir das 10 horas.

De F. H.o Hayek
“A geração de hoje cresceu num mundo em que, na escola e na imprensa, o espírito da livre iniciativa é apresentado como indigno e o lucro como imoral, onde se considera uma exploração dar emprego a cem pessoas, ao passo que chefiar o mesmo número de funcionários públicos é uma ocupação honrosa”. (Nobel de Economia, 1974).







Deixe seu comentário!

Comentários