Os números que amedrontam o ABC

Publicação: 2017-07-16 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Sem contar com o resultado do ABC diante da Luverdense, uma vez que esta página foi fechada antes da realização da partida, em Lucas do Rio Verde, o Alvinegro chega a próximo da metade da Série B do Campeonato Brasileiro, com risco de rebaixamento beirando os 80%.

Segundo o site Chance de Gol, o risco estatístico de queda do ABC, até a 13ª rodada era de 79%. Apenas o Naútico, tem um risco maior que o Alvinegro: 89,6%. E foi justo numa derrota para o time pernambucano que várias fragilidades abecedistas ficaram evidentes.
Estádio Frasqueirão deixou de ser o “alçapão” na Série B
Estádio Frasqueirão deixou de ser o “alçapão” na Série B

Além da baixa produção no ataque, um dos pontos negativos na campanha e que acabam reforçando números tão ruins é a defesa Alvinegra. Antes do jogo contra a Luverdense eram 20 gols sofridos, numa média terrível de 1,53 gols tomados por partida. Seria, em tese, como dizer que o time comandado por Geninho já entra em campo com quase um 2 a 0 em favor do adversário.

Com a,luta pelo acesso ficando distante, uma vez que o time precisaria conquistar algo em torno de 67 pontos, a briga para permanecer na Segunda Divisão parece ser, observando números e comportamento do time até a 13ª rodada, a missão da temporada no Campeonato Brasileiro.

Para isso, segundo os estatísticos do site Chance de Gol, o time precisaria marcar, no mínimo 47 pontos para ter 99% de certeza na permanência para 2018. Essa curva tende a ser alta este ano, uma vez que, pelo equilíbrio, muitas equipes tem acima de 12 pontos a essa altura do torneio. O ponto fora da estatística é justamento o “Timbu”, que possui apenas seis pontos, três deles, ou seja metade, tirados do ABC, dentro do estádio Maria Lamas Farache.

Neste caso, vale ressaltar que o ABC passou mais de um ano sem derrotas em seu estádio, mas que, na atual Série B, dos sete jogos em Natal tem oito pontos com duas vitórias, dois empates e três derrotas. Esses resultados conferem ao time, em casa, um aproveitamento de apenas 38%, entre os piores do torneio.

O time de Geninho volta ao Frasqueirão terça-feira (18), às 20h30, contra o América/MG, um dos melhores times da série B até o momento.

Fora de campo, os dirigentes adotaram um mantra: “Equilíbrio”. Essa seria a fórmula para mudar o rumo do time e voltar a crescer na pontuação. Além disso, a diretoria afirma que está no mercado em busca de reforços que dêem ao técnico Geninho o mínimo de opção para ensaiar uma grande reação no torneio.

Além disso, todos mostraram esforço para garantir que são boatos os contatos entre o clube e o técnico Roberto Fernandes, que virou uma espécie de “salva vidas” dos clubes potiguares nos últimos anos, ainda que a última missão, que seria evitar a queda do América para a Série D, não tenha sido exitosa.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários