Palhaçadas na arena

Publicação: 2018-06-03 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Espaguete e Ferrugem se preparam para pegar a estrada novamente, mas ainda dá tempo de assistir aos últimos dias da nova temporada do Circo Grock em Natal, que encerra este mês, no dia 10 de junho. O picadeiro está montado na praça externa da Arena das Dunas, com sessões quinta e sexta-feira (20h) e três sessões no fim de semana (16h, 18h e 20h). 

Dupla Espaguete e Ferrugem forma a matriz do Circo Grock
Espaguete e Ferrugem pregam peças um no outro entre equilibristas, mágicos e ilusionistas

O espetáculo tem como base a experiência dos atores/palhaços Nil Moura e Gena Leão, que encantam o público unindo as artes teatral e circense. 

A dupla resgata o estilo de palhaços antigos, em uma eterna disputa para saber qual dos dois é o mais esperto. Ao todo, são aproximadamente 20 cenas de Espaguete e Ferrugem, que atuam como um fio condutor para o espetáculo, apresentando os números e interagindo com o público. 

Apesar de tradicionais, os palhaços/atores estão sempre se renovando a partir das respostas da plateia e garantem uma experiência única a cada sessão.

Para compor um momento lúdico, que promete celebrar o riso e a poesia através da arte circense, o Circo Grock conta com um elenco fixo de oito profissionais entre ilusionistas, mágicos e equilibristas. A temporada atual também apresenta ao público a nova geração de palhaços do Circo Grock: Ferrolho (Lion Nathan) e Caroço (Gilson Filho), eles dão continuidade ao caminho trilhado por Espaguete e Ferrugem ao longo dos últimos 30 anos. Outro destaque é o mágico Mr. Jack, vencedor do Fenômena – Festival de Mágicos do Nordeste – realizado no Ceará.

Na bagagem dos artistas, está a história de 12 anos do circo, dentre os seis anos que passaram fixados em Natal e os outros seis em que percorreram o interior do Rio Grande do Norte e mais 30 cidades nos estados de Rondônia, Mato Grosso, Goiás e Distrito Federal.  O resultado disso é um espetáculo que Nil Moura descreve como “mais amadurecido” e incorpora releituras de cenas realizadas durante as andanças pelo Brasil. 

No centro-oeste e Norte do País, tiveram contato com o ritmo mambembe, que foi introduzido no espetáculo modificando o ritmo das apresentações: menos texto e mais movimento, que garantem uma sucessão mais dinâmica entre os números.

A história de Espaguete e Ferrugem, no entanto, é bem mais antiga que isso e já dura três décadas. Antes de erguer as lonas do Circo Crock, a dupla passou 15 anos em turnê pela Europa com o Circo Teatro Cara Melada. Ao longo dessa trajetória, desenvolveram o estilo poético e teatral que os consagrou.

Serviço
Circo Grock. Pátio da Arena das Dunas. Assinante da TN tem desconto de 50% em um ingresso. 

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários