Palmeira pode sofrer punições

Publicação: 2020-01-14 00:00:00
A+ A-
O Palmeira aprofundou a crise com a arbitragem do Rio Grande do Norte. Depois da derrota para o ABC, por 1 a 0, domingo (12), no Nazarenão, em Goianinha, o árbitro Leandro de Sales Barchz teve o seu veículo apedrejado em uma área reservada do estádio. Para complicar ainda mais as coisas, nesta segunda-feira (13), em uma conta oficial do Alviverde, um banner, utilizando a imagem do juiz, dizia que a atuação do mesmo teria sido uma palhaçada. Um texto com críticas acompanhava a imagem. O clube pode sofrer punições esportivas no Tribunal de Justiça Desportiva – TJD/RN e também na área cível com processo movido por Leandro Barchz.

Créditos: Reprodução/InstagramNa conta do clube do Instagram postagens ofendem o árbitroNa conta do clube do Instagram postagens ofendem o árbitro
Na conta do clube do Instagram postagens ofendem o árbitro

“Esse tipo de coisa que aconteceu em Goianinha e a publicação na internet a gente não admite. Vamos tomar providências. A ocorrência já foi anexada a súmula relatando o que ocorreu com o veículo, lembrando que, através de Lei Federal o mandante, no caso o Palmeira, é responsável pela integridade. Os maus-tratos na saída dos árbitros, por parte da diretoria, foram filmados e estas imagens estão sendo encaminhadas ao TJD, bem como o Sindicato dos Árbitros, junto com o árbitro estão entrando na justiça comum”, antecipou o Coronel Ricardo Albuquerque, que preside a Comissão de Arbitragem do futebol potiguar.

Segundo o coronel, o clube é reincidente. “Esse clube sempre procura, fora de campo, querer ganhar o jogo. Não vimos problema na arbitragem e é inadmissível dizer que o gol do ABC saiu após o tempo normal quando o mesmo foi anotado aos 48 minutos e a arbitragem tinha acrescido quatro ao tempo normal”, explicou.

Leandro Barchz estaria recebendo o apoio da CEAF e também da própria Federação Norte-rio-grandense de Futebol – FNF. “Ele hoje (ontem) já esteve lá e todo apoio está sendo oferecido ao profissional. Estamos providenciando o ressarcimento dos prejuízos em relação ao transporte dele, pois ele vive desse transporte, uma vez que trabalha como UBER, bem como as providências jurídicas”, revelou o Coronel Ricardo.

Créditos: Reprodução/InstagramVeículo de Leandro Barchz foi depredado no estádio NazarenãoVeículo de Leandro Barchz foi depredado no estádio Nazarenão
Veículo de Leandro Barchz foi depredado no estádio Nazarenão

De acordo com o presidente da Comissão, todo o trabalho de arbitragem está sendo realizado dentro da normalidade no Campeonato Potiguar. “Está tudo dentro dos parâmetros que esperávamos. Não teve problema nenhum na nossa arbitragem. Agora, sempre a equipe perdedora tem o que reclamar. Já divulgamos a escala da próxima rodada e vamos seguir com o trabalho de orientação. Agora, quando não se conhece a regra do futebol, quer ganhar no grito aí não vamos permitir”, concluiu.

Palmeira
O texto escrito pelo Palmeira, em uma das redes sociais oficiais do clube, enfatiza a não marcação de penalidades e acusa o árbitro de ter viajado até Goianinha com a intenção prévia de prejudicar o Alviverde diante do ABC.

“Não existe outra palavra  que retrate tão bem a atuação da "arbitragem" do jogo ontem contra o ABC. O apitador do jogo, o tal Leandro de Sales Barchz, cumpriu o mandado e fez o que fez no jogo. No mínimo 4 pênaltis não marcados, em um jogo que ficou claro a superioridade do Palmeira em campo, sem falar que o gol do ABC foi marcado aos 6 minutos de acréscimos, lembrando que o abençoado juiz deu apenas 4 minutos extras. É vergonhoso ver o que fizeram ontem contra o Palmeira. Nos apropriaremos do bordão da FNF, tudo começa aqui. Começava. Essa é a última vez que um apito dita um resultado contra o Palmeira”, escreveu o perfil do clube no Instagram..






Deixe seu comentário!

Comentários